21 de dez 2013

Estou ansiosa pelos lançamentos do cinema em janeiro, pelo menos nesse aspecto 2014 já começa bem. Portanto, vou mostrar os que mais quero ver, quem sabe vocês não se interessam também.

03/01

Frozen: Uma aventura no gelo (Frozen)

A história se desenrola em torno dos poderes de Elsa e a relação com sua irmã Anna, porém não entrarei muito em detalhes (vejam o trailer).
Ok, confesso, que como o filme foi lançado lá fora antes, eu já assisti na internet, só não passo o link porque a legenda não está das melhores.
Frozen é um conto de fadas moderno, seguindo a característica de Enrolados e tirando das princesas aquela frescurada de ser certinha. Dublado por Kristen Bell (♥) e Idina Menzel, a trilha sonora é perfeita (já estou viciada).

A fita azul (Electric Children)

Resumindo, Rachel é uma jovem mórmon que descobre uma fita proibida (azul) de rock’n roll, após três meses descobre que esta grávida e atribui esse fato a fita, porém seus pais não acreditam nisso e tentam casá-la de qualquer forma, ao saber disso, Rachel foge para a cidade mais próxima, Las Vegas.

10/01

Atividade Paranormal – Marcados pelo mal (Paranormal Activity: The Marked Ones)

Muito mais latino e pelo trailer cheio de efeitos “alá Poder sem limites”, esse spin-off de Atividade Paranormal me parece ser realmente ruim, mas por gostar muito da série e poder falar mal depois, vou assistir.

 
Confissões de adolescente


Quem assistiu pelo menos um pouco da série Confissões de Adolescente, vai sentir uma pontinha de nostalgia. Muito mais moderno e com Clarisse Falcão na trilha sonora. ♥

24/01

Herdeiro do diabo (Devil’s Due)

Ae Ae outro filme de anticristo. Desculpa, realmente gosto de filmes de terror. Me lembra Atividade Paranormal e O último exorcismo, claramente com mais efeitos especiais, pois bem, vamos aguardar.

31/01

A menina que roubava livros (The Book Thief)

 
Durante a Segunda Guerra Mundial, Liesel Meminger sobrevive fora de Munique através dos livros que ela rouba. Ajudada por seu pai adotivo, ela aprende a ler e partilhar livros com seus vizinhos, incluindo um homem judeu que vive na clandestinidade (sim, copiei a sinopse kkk). Já fiz um post sobre a menina que roubava livros, mas não pude deixar de mencionar novamente. ♥

Espero que tenham gostado e que os filmes superem nossas expectativas.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

12 de dez 2013

Vi no Vlog da Lully e decidi fazer o mesmo.

A idéia é indicar 9 livros de acordo com 9 emoções. Enfim, percorri meu Skoob para lembrar de todos os livros e acabei em algumas situações escolhendo séries, enfim, vamos lá.

Alegria – Série A mediadora 

Desde a primeira página eu me identifiquei muito com a Suzannah, e nossa, ri e me apeguei muito a ela ao longo da série, como se ela fosse uma das minhas melhores amigas, um dia lerei novamente.

Tristeza – A menina que roubava livros 

A própria narradora, a morte, trás um charme trágico a história e gera uma ansiedade, afinal, aonde poderia chegar uma história contada pela morte em plena Alemanha nazista?
Eu chorei muito no fim desse livro, mas mesmo assim recomendo que vocês leiam.

Angústia – Anjos e Demônios 

Esse livro me provocou um desespero muito grande, não lembro quanto tempo eu demorei a ler, mas não foi muito. Por causa dos ambigramas e a morte dos cardeais, eu não consegui dormir sem antes terminar.

Apego – Série Harry Potter 

Harry Potter é o livro da minha vida, a quantidade de vezes que li cada livro é incontável. Não posso dizer que ficamos órfãos com o “fim” da série, pois pelo menos, para mim, o mundo que J.K. criou nunca terá fim.

Nostalgia – A droga da Obediência  (Série os caras)

 

Alguém aí lembra dos Karas? Por causa deles eu tentei decorar o código do exercito, o morse e tramei clubinhos e esconderijos secretos com minhas amigas.

Raiva – Série House of Night 

Porque a Zoey tem que ser tão vagabunda? Tantos caras legais na vida dela e ela só passa por cima e magoa todos eles, pedindo novas chances e caindo de novo e de novo. A Stevie Rae também me fez passar muita raiva com sua ingenuidade e gosto estranho, de forma que minha personagem favorita acabou sendo a Aphrodite. Quem me vê falando assim acha até que não gosto do livro, mas não se engane. A história realmente me prendeu, não terminei de ler, parei em Burned, mas pretendo terminar um dia.
Ps: O livro me deixou viciada na trilha sonora de Memórias de Uma Gueixa.

Indiferença – Brida 

Eu tentei, juro que tentei me interessar por Brida, terminei de ler com muito esforço achando que seria tão bom quanto o Alquimista, mas não.

Compaixão – Wake (Fade, gone) 

A história de Janie é realmente dolorida, ela esta sozinha para cuidar de si mesma, mãe bêbada e ainda por cima começa a ficar presa nos sonhos dos outros. Sem saber direito quem é e com as coisas dando cada dia mais errado a vontade que se tem é de dar um abraço nela e dizer que vai ficar tudo bem, mesmo que não seja verdade. Eu me identifiquei com a solidão de Janie, ainda que minha vida seja muito mais fácil do que a dela.

Reflexão – O segredo do anel 

O segredo do anel me trouxe uma reflexão de vida, e me fez desacreditar ainda mais em minhas crenças, que já não eram lá essas coisas. Toda a minha família é da religião católica, e depois de um tempo estudando as coisas percebi que não era aquilo que realmente acreditava. Acabei achando o segredo do anel mais crível que a bíblia e se uma obra de ficção teve esse poder imagine com informações que poderiam realmente ser confirmadas. Enfim, esse livro foi o início do meu “ateísmo”.

Espero que tenham gostado e não vou indicar ninguém mas quem gostou pode seguir a tag :)

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

08 de dez 2013

Desde que soube que a Polaca estava gravida contei os dias para a chegada do Sirius (quem me acompanha pelas redes sociais provavelmente já o conhece). Ele é da raça Shitzu, dourado (Exceto pela ponta do rabo, as patas, embaixo do pescoço e uma manchinha na cabeça, que são brancas).

Antes de trazê-lo para casa eu fui visitá-lo e tirei as primeiras fotos.

2 semanas
 3 semanas

Fui buscá-lo ontem, agora oficialmente da família. ><

 6 semanas

Escolha do nome

Não sei se vocês sabem, mas sou Potterhead e dessa vez eu quis homenagear meus livros favoritos. As opções caninas do livro eram: Sirius, Fang (O canino), Fluffy (Fofo – O Cérbero) e indiretamente o Lupin. Pensei bastante e pelo carinho ao personagem e também por ser o nome de uma estrela ( Da constelação Canis Major) decidi por Sirius.

Espero que tenham gostado e só posso garantir que ele vai aparecer bastante por aqui.
Obs: Não tem nenhuma foto dele brincando, porque é incrivelmente difícil de tirar, ele pula demais.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

Página 1 de 1012345... 10››
 
ir ao topo