14 de jun 2014

“São as nossas escolhas que revelam o que realmente somos, muito mais do que as nossas qualidades.”
Harry Potter e o Câmara Secreta – Dumbledore

“Lamentou acordar. Tudo desaparecia quando ela estava dormindo.”
A menina que roubava livros – A morte

Consegui meu equilíbrio cortejando a insanidade,
Tudo está perdido mas existem possibilidade
Serenissima – Legião Urbana

“Mulheres comportadas, raramente fazem história”
Marilyn Monroe

Sou composta por urgências:
minhas alegrias são intensas;
minhas tristezas, absolutas.
Entupo-me de ausências,
Esvazio-me de excessos.
Eu não caibo no estreito,
eu só vivo nos extremos.
Pouco não me serve,
médio não me satisfaz,
metades nunca foram meu forte!

Clarisse Lispector

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

09 de jun 2014

Este post faz parte da postagem coletiva Rotaroots. O tema desse mês foi falar das nossas primeiras experiências na internet.

Hoje em dia, eu vejo as crianças fuçando em computadores e smartphones desde nanicos e fico pensando se um dia eles vão entender como foi para nós, que pegamos as duas épocas, com e sem internet.
Como a primeira vez a gente nunca esquece (essa frase é tão cretina, me matem), eu tinha 13 anos e foi no laboratório de informática, recém-inaugurado, da minha escola. O primeiro site que eu entrei foi o Uol, e fomos direto para o Bate-papo. O que hoje é uma piada, naquela época também era, hahaha! Nicknames ridículos, emoticons, etc. Para quem não sabe do que eu estou falando, ele ainda está lá: http://batepapo.uol.com.br/. Não como era antes, mas já dá pra ter uma ideia.
Por falar em nickname ridículo, meu primeiro e-mail foi do yahoo: carlouca_mystic.
Ainda levando a sério aquilo de “primeiros sites que vi”, no mesmo dia conheci o Humortadela, que era cheio de piadinhas e o Mundo Canibal, que quase me fez morrer de rir com o vídeo coceira no toba, antes mesmo das avaianas de pau existirem. Tinha também o click jogos, onde eu entrava frequentemente, principalmente para jogar Sonic.
Quando eu ganhei um computador, já tinha 15 anos e aí sim fui sofrer com internet discada. Perdia meu tempo no dolls montando bonequinhas de Harry Potter *-*
Foi a época do Orkut com suas letras pornográficas, comunidades e… FAKES, quem nunca?
12 fotos em cada álbum e 1000 comunidades (que eu vivia trocando).
Por causa do Orkut que eu comecei a mexer no Photofiltre (pois é, nem Photoshop era) e a jogar RPG. Uma tosqueira só, mas como eu gostava! <3
Enfim, foi por aí que eu comecei e vocês? 

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

05 de jun 2014
Nossa, agora a Carla abandonou o blog de vez. Não, calma, CALMA JOVEM!
Não abandonei nada, só estava desesperada com projetos e provas (o que não fez muita diferença porque me ferrei). Vamos ao que interessa, atrasei duas semanas, então vou tentar postar mais deles.
Talvez tenha dado para perceber o quanto odeio o calor.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

Página 3 de 3123
 
ir ao topo