27 de jul 2014


Livro: Retalhos (Blankets)
Autor: Craig Thompson
Editora: Companhia das Letras
ISBN: 978-85-3591-448-1
Lançamento: 2009
Número de páginas: 592
Sinopse: Uma das graphic novels mais premiadas dos últimos tempos, Retalhos é um relato autobiográfico da vida no Meio Oeste americano. Thompson retrata sua própria história, da infância até o início da vida adulta, numa cidadezinha de Wisconsin, no centro dos Estados Unidos, que parece estar sempre coberta pela neve. Seu crescimento é marcado pelo temor a Deus – transmitido por sua família, seu colégio, seu pastor e as trágicas passagens bíblicas que lê -, que se interpõe contra seus desejos, como o de se expressar pelo desenho.
Ao mesmo tempo Thompson descreve a relação com o irmão mais novo, com quem ele dividiu a cama durante toda a infância. Conforme amadurecem, os irmãos se distanciam, episódio narrado com rara sensibilidade pelo autor.
Com a adolescência, seus desejos se expandem e acabam tomando forma em Raina – uma garota vivaz, de alma poética e impulsiva, quase o oposto total de Thompson – com quem começa a relação que mudará a visão que ele tem da família, de Deus, do futuro e, enfim, do próprio amor. Retalhos traz as dores e as paixões dos melhores romances de formação – mas dentro de uma linguagem gráfica própria e extremamente original.

Atribuí: 3
Assim que vi a capa fiquei com vontade de ler Retalhos. E apesar da capa parecer que o livro é apenas mais um romance, posso garantir, não é.
O livro é enorme, porém por ser uma graphic novel terminei bem rápido. As ilustrações são lindas, as vezes com tantos detalhes que fica difícil de acompanhar, mas com certeza o escritor conseguiu passar suas emoções, me senti mal por ele mesmo sem ter passado nada do que ele passou.
Ele começa contanto sua história desde pequeno e no decorrer de sua adolescência passa a ter flashbacks de sua infância, todos os arrependimento, criticas sofridas pelos pais, colegas de escola e companheiros de igreja.
Nos faz pensar no quanto deixamos de fazer por causa dos outros ou nos culpamos por coisas que não eram nossa responsabilidade.
Fiquei com vontade de saber o que aconteceu depois, mas também não quis procurar por essas respostas, sinto que já invadi demais a vida de Craig, só espero que hoje ele esteja feliz.
A obra foi vencedora de três prêmios Harvey (melhor artista, melhor graphic novel original e melhor cartunista), dois prêmios Eisner (melhor graphic novel e melhor escritor/artista), e, em 2005, do prêmio da crítica da Associação Francesa de Críticos e Jornalistas de Quadrinhos.
Recomendo o submarino caso queiram comprar, é onde esta mais em conta: clique aqui.

Site/blog do Autor: Clique.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

 
Comentários publicados somente após a aprovação.
  • Clara Vasques

    27 de jul de 2014

    Nossa Carla que livro incrível!!
    A capa também me chamou muita atenção mas as ilustrações que me conquistaram ♥♥. A história parece ser liinda e muito boa! Gostei muito, fiquei tipo “preciso lê-looooo” hhahahahahahaha. Já estou seguindo!
    Beijosss

    just-light.blogspot.com

    Responder

    Carla Nascimento responde:

    julho 30th, 2014

    Ele é muito bom, principalmente se você tem a cabeça aberta :)

 
ir ao topo