31 de ago 2014

Olá gente, hoje é o Blog Day!
Olha eu já tenho 22 anos, estou velhinha e confesso que não lembrava desse projeto. A iniciativa de revivê-lo foi do grupo de postagem coletiva Rotaroots, como uma forma maior de incentivo a blogagem de raiz, na época que todo mundo era feliz e não sabia hahaha.
Foi MUITO dificil escolher esses 15 blogs. Encaixar apenas 5 na categoria ‘Blogs que não saem do meu feed’ foi o pior, muitos blogs que gosto ficaram de fora, mas vamos lá.

Blogs que não saem do meu feed:


 Madly LuvSerendipityNão ProvoqueJuliana RabeloRosto de Neve


Vou falar sobre eles:
Eu, bicho do mato, sempre estive por trás do monitor caladinha. Não sei vocês, mas sempre tive medo de comentar alguma coisa estupida e pagar mico. As poucas vezes que comentei nos meus blogs favoritos fiquei preocupadissima hahaha.
♥ Os dois que acompanho a mais tempo são o ‘Madly Luv’ e o ‘Serendipity’, ambos lindos e inspiradores. Desde a primeira visita nunca esqueci o nome deles e não sairam do meu feed, provavelmente pela personalidade das meninas.
Sempre via nos comentários as pessoas falando sobre a Ana e a forma como ela escrevia sempre tão gentil e atenciosa. Tive a confirmação recentemente, depois que comecei a frequêntar o grupo do ‘MadlyLuv’ no facebook, de que ela é exatamente assim. <3
O ‘Series of Serendipity’ no começo me deixava frustrada, por que tenho gosto bem parecidos com os da Mel e chateava por não poder ter as coisinhas que ela postava hahaha. Me acostumei a acompanhar a vida dela e percebi que o bom de ter os mesmos gostos é que sempre vou encontrar coisar de que gosto por lá. :)
♥ Depois de passar muito tempo pelo ‘Depois dos Quinze’ vendo as aparições casuais da Paula, acabei por visitar mais o blog dela que o da Bruna hahaha. Morro de rir com as duas juntas e dos vídeos do Não Provoque’.
♥ A Juliana Rabelo arrasa na aquarela, fico besta “MAS COMO QUE ELA FEZ ISSO”. Aprendi muito observando-a, várias dicas úteis e ilustrações lindas <3
♥ A Suelen me mata, morro de rir com os posts dela, dei de perturbar ela um dia no face falando sobre capivaras e cotias e ela ainda não me odeia, já ganhou vários pontos. As ilustras dela são lindas e se eu não desenhasse também provavelmente encomendaria uma para mim.

Blogs que eu conheci no Rotaroots:

21

Conspirantes  Depois que crescemos Danielices ♥  Chovendo algodão doce

Não faz muito tempo que estou no Rotaroots, nesse tempo foi muito difícil para mim conseguir atualizar o blog e interagir ao mesmo tempo (pretendo mudar isso em breve). Porém esses são alguns blogs que eu costumo visitar (ainda que nem sempre comente em todos).
Blogs para sair da rotina:


Hyperbole and a Half Sarah Andersen Como eu realmente Jovem Nerd Inspiradouro


Esses blog eu visito quando estou entediada e preciso rir um pouco. Sei que foge do publico alvo do blog e etc mas quis compartilhar com vocês.
♥ Os três primeiros são blogs de ilustradoras que contam suas vidas, experiências e pensamentos em tirinhas muito engraçadas <3
♥ O ‘Jovem Nerd’ é super conhecido, confesso que vou mais lá pelo Nerdcast que fico ouvindo no trabalho, muito bom <3
♥ O ‘Inspiradouro’ é um blog novo, que tem como objetivo inspirar pessoas hahaha

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

30 de ago 2014

Esse é um projeto fotográfico criado pelo Rotaroots, vamos postar todo último dia do mês (exceto por Agosto já que tem blogday) com um tema determinado pelo grupo. O tema de agosto é Inspiração.

Gostaria de ter tirado fotos de mais coisas, infelizmente, devido ao tempo, não consegui enfiar todo o mundo na minha câmera, mas peguei o principal.

As duas primeiras fotos representam memórias, sou muito apegada com meus momentos, costumo me lembrar de como me senti naqueles dias, isso me faz bem demais. Portanto escolhi minhas fotos de criança e algumas de agora (poucas porque não costumo imprimir fotos).

Esse é o mural do meu quarto:

Fotos soltas, retiradas dos vários albuns, que minha mãe guarda:

Busco bastante inspiração nos próprios sonhos que ainda não realizei, países que não conheci.

Sempre gostei de ler e escrever, comecei livros quando adolescente e nunca terminei, porém devo isso as minhas referênciaas literárias. <3

Não sou a pessoa mais natureba do mundo, me deixe sem computador e celular que eu piro, odeio insetos, porém a natureza me atrai de alguma forma. Costumo esquecer do mundo quando estou entre as árvores ou no meio de um gramado. Meu cenário favorito é o parque do Ibirapuera.

Me inspiro no céu. As cores quando o sol está nascendo e se pondo, quando a noite chega, as nuvens, a chuva, sonho em poder captar tudo isso em fotográfia ou desenho um dia. O próprio blog blog tem cores que peguei emprestadas do céu. :)

É isso, espero que tenham gostado :)

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

29 de ago 2014


Livro: Emily, the strange
Autor: Rob Reger
Editora: Galera Records
ISBN: 978-850-1086-778
Número de páginas: 275

Sinopse:
Emily é uma menina de 13 anos bem diferente. Ela adora preto, gatos, música e, principalmente, fazer coisas estranhas. Porém um dia ela acorda e, subitamente, descobre que não lembra mais nada sobre si mesma… Amnésia! Tudo o que sabe é que usa preto da cabeça aos pés e as pessoas olham de um jeito estranho para ela na rua. Emily vai se lançar em uma aventura para saber quem ela é e, no caminho, talvez faça amizades, descubra mentiras e consiga até se lembrar de alguma coisa.

Atribuí: 4

Vim falar de um livro que achei que muita gente conhecia, por já ter visto a Emily em tantos produtos, descobri que não é tão conhecido assim aqui no Brasil.

A imagem de Emily surgiu na década de 90 na época usava como gráficos de Skateboard (em Santa Cruz, Califórnia), logo, com sua cara fechada, Emily ganhou milhões de fãs pelo mundo e os produtos estampados com ela se multiplicaram (loja). Depois de tanto tempo sendo usada como uma marca, em 2005, finalmente Emily finalmente ganhou uma história, quando a editora Dark Horse comprou seus direitos. Ao todo são quatro livros, só encontrei esse no Brasil.

O livro é lindo, cheio de ilustrações de Rob Reger e Buzz Parker.
Hardcover, bem diagramado, todo em preto, branco e vermelho.

A jacket é preta e a capa dura vermelha <3

Nenhuma página é igual, o que me deixava muito curiosa por saber o que iria encontrar a seguir.

O livro é apresentado como um diário da Emily, onde ela desenha, cola fotos e conta as coisas que descobriu andando pela cidade de Blackrock desmemoriada e tentando saber quem é.

Eu achei a Emily muito engraçada, mais por sua personalidade do que por qualquer coisa em especial. As situações do livro eram muito irônicas, não posso contar nenhuma em especial porque seria muito spoiler.
Se você gosta de gatos também vai amar, são quatro.

Sim, eu gostaria de ler os outros, porém a história é bem amarrada no final do primeiro, então consigo não arrancar meus cabelos.

Ganhei esse livro do meu namorado que o encontrou quase perfeito num sebo. Alias, obrigada a você que deixou esse livro seminovo lá para mim. <3
Quem quiser comprar tem na Saraiva.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

Página 1 de 6123456
 
ir ao topo