25 de out 2014

 

terr

Antes de começar a falar, gostaria de explicar que quando penso sobre filmes de terror costumo dividi-los em 3 segmentos:

  • Casa abandonada/local misterioso que guarda algum mal;
  • Terror em qualquer parte (espíritos, demônios, maldição por objeto etc);
  • Serial killer.

Annabelle

Invocação do mal foi o clássico ‘Casa Abandonada’ e conseguiu dar a volta por cima, apresentando seu clichê de forma envolvente e surpreendente, com jogos de câmera e cortes secos.

Annabelle é o ‘terror em toda parte’, pois pode ser transportada para outros lugares, como influenciar objetos e pessoas a fazer várias coisas. Os momentos de pausa em que a cena fica suspensa e o som de fundo é totalmente cortado, premeditando o momento do susto, que foram essenciais para os gritos de medo no cinema (não só os meus, pois foi uma gritaria louca).
Eu já havia contado a história da Annabelle no mesmo post em que resumi a história dos Warren (clique aqui), logo após ter assistido Invocação do Mal, um dos meus filmes de terror favoritos.
Fui assistir Annabelle e o filme não deixou a desejar, voltei do cinema rouca de tanto gritar. É preciso lembrar que ele foi baseado/inspirado na história real da boneca e não fielmente reproduzido, superando as expectativas dos fãs ansiosos pelo primeiro filme.

Óculus

Esse filme começa bem, logo me prendeu a atenção, mas não pelos sustos desde o começo e sim por eu não ter conseguido entender a história, coisa que é intencional, pelo que entendi, os últimos dois minutos que fecham o filme. É um ‘terror em toda parte’ pois o foco do filme é um espelho.
A fotografia do filme é muito boa e quando as cenas entre os personagens, crianças e adultos, começam a se misturar da até dor de cabeça de pensar no trabalho que deu para fazer.

The Quiet Ones

Mais um ‘terror em toda parte’, porém que se passa em uma casa.

O filme fala de uma menina que acredita ser possuída e um grupo de médicos tenta curá-la. Por acreditar que ela tenha um distúrbio mental (combinado com telecinese), eles a levam para uma casa de campo, onde tentam tratá-la. É um filme bem interessante, achei realmente diferente e para quem se interessa por psicologia é um prato cheio.

Haunt – A face do mal

Mais um ‘Casa abandonada’. Logo de cara eles já mostram que a casa tem algum problema sério: Os espíritos dos ex moradores que morreram tragicamente. Há uma reviravolta no final que me lembrou American Horror History (a 1ª temporada). Esse é o meu segundo favorito dessa lista!

Apesar dos clichês eu gosto muito de filmes de terror, acho que a questão não é procurar pelo clichê e sim observar como aquele filme foi trabalhado para fugir do padrão ou chocar com algo que você não esperava.

Espero que tenham gostado, já assistiram algum desses filmes?

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

 
Comentários publicados somente após a aprovação.
  • Clay

    25 de out de 2014

    Como eu ama filme de terror, adorei a publicação.. Não gostei desse Annabelle, pra mim aquilo não foi terror, mas enfim.. Não assisti A Face do Mal ainda e foi bom vc ter me “lembrado” =D

    Responder

  • Ana Borges

    25 de out de 2014

    Faz tempo que eu não assisto filme de terror, rs.
    Acho que atrai muita energia negativa.

    http://preservesuasraizes.blogspot.com.br/

    Responder

  • Katherine Farias

    25 de out de 2014

    Eu adoooro filmes de terror, sério. Quanto mais eu me assustar melhor, mas ultimamente tem ficado a desejar sabe. Tô bem interessada no Annabelle, Oculus e claro, o A Invocação do Mal! Uiiii, só de pensar já fico apreensiva, mas essa é a parte legal, né? kkkk :****

    Responder

 
ir ao topo