16 de dez 2014

Olá, pessoal!

Como eu escrevo aqui quinzenalmente, já entro em clima natalino pra vocês! Selecionei cinco filmes, novamente, baseado no meu gosto pessoal. Deixei de fora muitos dos clássicos (Grinch, Esqueceram de mim), porque procuro mostrar novos filmes a vocês!

Vou fazer em ordem cronológica, então começo com Felicidade não se compra (It’s a Wonderful Life), de 1946. O filme mostra a história de George que, na véspera de natal, está a ponto de se jogar da ponte. Clarence, um quase anjo, pois ainda não conseguiu suas asas, tenta mudar a opinião de George. Para isso, ele mostra a George como seria a vida de todos de Bedford Falls se não o tivessem conhecido. A história é lindíssima e, mesmo muitas pessoas não gostarem de filme preto-e-branco, é super gostoso de assistir.

its a wonderful life

O Estranho Mundo de Jack (A Nightmare before Christmas), de 1993, também se passa no natal. Na verdade, Jack vive na cidade do Halloween, mas após entrar em um portal e ver o natal, ele decide comemorar a data em sua cidade. O problema é que, para isso, ele decide sequestrar o Papai Noel. O filme é um musical, um alerta pra quem não gosta do gênero. Ah, pra curiosidade de vocês, vale lembrar que esse filme não é do Tim Burton, o diretor é Henry Selick, o mesmo de Coraline (sim, esse também não é do Burton). No entanto, Jack foi criado por Burton em um poema e ele esteve presente em alguns dias da produção. A confusão é muito normal pelo filme ser semelhante a A Noiva Cadáver, tudo mórbido e de massinha.

nightmare before christmas

Um dos meus filmes favoritos, e que assisto todo ano nessa época, Simplesmente Amor (Love actually), de 2003, conta a história de diversos moradores de Londres nas vésperas do natal que, de alguma forma, se interligam. São histórias de vários temas, sobre amores de casais, de pai e filho, de casamentos, de divórcios, tudo, não consigo escolher uma história favorita. Fora a diversidade de histórias, o elenco é de aplaudir de pé. Hugh Grant, Colin Firth, Keira Knightley, Alan Rickman, Laura Linney, Emma Thompson, Liam Neeson, Bill Night, Rowan Atkinson, Martin Freeman, Andrew Lincoln e até o nosso Rodrigo Santoro. Sério, quem ainda não assistiu, veja!

Love-Actually

O Expresso Polar (The Polar Express), de 2004, mostra o que talvez todos nós passamos algum dia. Na véspera de natal, um garoto está acordado porque desacredita em papai noel. Contudo, ele ouve um barulho e vê um enorme trem a sua espera para leva-lo ao Pólo Norte (ok, essa parte acho que ninguém passou). Durante sua viagem, ele presencia momentos inusitados como, por exemplo, a aurora boreal. A fotografia do filme é lindíssima e embora seja um desenho, Tom Hanks faz a maioria dos personagens masculinos, inclusive o menino e o condutor do trem, e suas expressões faciais estão contidas em cada um dos personagens; essa tecnologia se chama captura de performance e é praticamente um Tom Hanks animalizado.

polar-express_1280x1024_www-gdefon-ru

Para terminar, baseado no livro de Charles Dickers, Um Conto de Natal, Os Fantasmas de Scrooge, de 2009. Esse livro é super famoso, principalmente pela moral da história. Scrooge é um velho que sua riqueza é proporcional à sua arrogância. Na noite de natal, ele recebe a visita de três fantasmas: o do passado, o do presente e o do futuro. Os fantasmas têm o intuito de mostrar para Scrooge como ele acabará se continuar a pessoa fria que foi e continua sendo. Decidi mostrar essa adaptação por ser a mais conhecida, mas essa história não deve ser totalmente estranha pra vocês, a Disney, por exemplo, já fez várias paródias, lembro-me de um com o Mickey antiguíssimo.

"DISNEY'S A CHRISTMAS CAROL"

Se vocês já assistiram a esse filme e ao Expresso Polar, perceberam muitas semelhanças, como o mesmo estilo de captura do ator, nesse caso do Jim Carrey. A resposta dessa coincidência é que os dois filmes são do Robert Zemeckis, diretor do excelentíssimo e so-called meu filme favorito, Forrest Gump. (Desculpem-me pelo excesso de favoritismo aqui). Também como curiosidade (tô um poço de conhecimento, gente), Scrooge é o nome em inglês do Tio Patinhas, alusão direta à personalidade do pato.

É isso aí, pessoal! A mensagem dos filmes de natal, geralmente, é de esperança, seja para encontrar alguma coisa nova, seja para reconstruir o que foi perdido. Eu adoro e acredito que as pessoas ficam mais bondosas nessa época do ano. E vocês, o que acham?

Coloquei muitos desenhos e espero que vocês não se importem. Ainda volto esse ano pra mais um post, então se vocês quiserem algum tema específico aqui, podem dizer nos comentários! Adoro ler os comentários de vocês!

Ótimo natal a todos!

Beijos e até a próxima!

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

 
Comentários publicados somente após a aprovação.
  • Nicole

    16 de dez de 2014

    Nossa Pate,
    Sempre tinha achado esse velhinho do filme Expresso Polar parecido com o Jim Carrey, mas tinha achado que era coincidência. Agota fiquei feliz e surpresa de saber que era ele mesmo :)

    Beijos

    Responder

    Pate Akemi responde:

    dezembro 19th, 2014

    @Nicole, que bom que consegui informar alguma coisa :D

 
ir ao topo