03 de dez 2014

Oi oi gente!

Vamos a 10ª edição dos looks ilustrados, que está um pouco atrasada devido a procrastinação (Para quem ainda não conhece o projeto, clique aqui).

Logo no começo, deixei claro que as meninas eram propositalmente cabeçudas, pescoçudas e magrelas, mas ultimamente resolvi deixá-las mais parecidas com a versão humana, que acham?

O primeiro look da vez é da Clarine, do Clarine Stuff. Fiquei sabendo do blog da Clarine pela Yas, que contou que ela também ilustrava e foi o que me fez ir fuçar o blog dela, hahaha. Logo de cara fui procurar looks por motivos de COMO PODE SER TÃO LINDA?

Só para esclarecer, esse ruivo é natural.

18

  Referencia: aqui

O segundo look de hoje é da Karen do Normalidade Incomum, que está arrasando com o cabelo novo. Amei esse look, mas resolvi tirar o black friday da camiseta para que não ficasse datado, hahahaha. Ainda estou incomodada com a expressão da ilustração, mas ficou horas só nela, tentando resolver e foi o melhor que saiu.

19

 

Referencia: aqui

Gostaram? Usariam?

Como semprem estão convidadas a mandarem seus looks e indicarem amigas para que eu adicione a minha listinha. <3

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

02 de dez 2014

Olá, pessoal!

Para quem acompanha o blog, viu recentemente um vlog da Carla reclamando da vida. Com isso, decidi fazer um post sobre distopias para mostrar pra ela que a vida podia ser imensamente pior. Afinal, ela não mata ninguém para sobreviver (acho). Distopia é um pensamento filosófico de uma sociedade imaginária, baseia-se no mundo atual, mas com alguns aspectos ao extremo, como o governo e a população. Como constantemente reclamo aqui no blog, é difícil escolher alguns filmes de um determinado tema. Minha escolha foi meramente por gosto e na esperança de indicar pra vocês filmes novos.

Seria um desrespeito começar essa lista sem mencionar 1984, baseado na obra de George Orwell, não comentarei mais porque a adaptação não é boa. Para interesse de vocês, um remake está em processo e com rumores (pelo menos da última vez que ouvi) que a Kristen Stewart ia participar. Fiquem ligados.

Filme que se influenciou muito de 1984 é V de Vingança, de 2005, onde mostra uma Inglaterra futurística e totalitária. Every, Natalie Portman, é salva por V, que planeja, com a ajuda dela, libertar a sociedade e criar uma anarquia. O filme é baseado em uma HQ da DC Comics que retrata a temática de forma mais bruta e explícita. Se vocês não assistiram ao filme, pelo menos conhecem a figura do V, que foi máscara para muitos manifestantes, inclusive em junho do ano passado.

v-for-vendetta

Laranja Mecânica, de 1971, também é um nome famoso dentre as distopias. Filme de Stanley Kubrick, baseado na obra de Anthony Burgess, retrata a história de Alex, um líder de uma gangue que foi preso e submetido a um tratamento “contra a violência”. O método do tratamento tem uma cena icônica com o Alex com os olhos abertos a força e que nos possibilita a criticar o modo que o governo condena os “criminosos” sem se importar com a ética humana.

orange-clockwork

Outro filme que instiga a ética é O Show de Truman, de 1998, que mostra o personagem de Jim Carrey crescendo diante das câmeras 24h por dia sem saber. Todos os seus conhecidos são atores e a produção do show criou traumas de infância para que ele ficasse com medo de sair da cidade. O filme é belíssimo e com uma crítica fortíssima desses Big Brothers da vida. Vale a pena conferir, por mais que o Jim Carrey não nos faça rir nessa vez.

truman-show

Meu filme favorito dessa lista, mas igualmente crítico e chocante, é Não me abandone Jamais, de 2010. No filme, presenciamos uma sociedade que cria clones para, se a pessoa eventualmente precisar, consiga novos órgãos de si mesma. Por ser uma sociedade que provavelmente deve abusar das químicas, eles precisam rapidamente de novos rins, pulmões e afins. Essa parte, contudo, não é explorada, nós acompanhamos três clones que vivem um triângulo amoroso, mas são obrigados a passar por estas cirurgias durante o pouco período de vida que eles têm. O triângulo é formado pelos lindos Andrew Garfield, Keira Knightley e Carey Mulligan. Recomendo muito esse filme para aqueles que ainda não assistiram.

never-let-me-go

Deixarei aqui uma reflexão à la redação de vestibular: É possível afirmar que as distopias perderam seu caráter imaginativo e estão cada vez mais realísticas? Aliás, para quem fez FUVEST, espero que tenha ido bem!

E para quem leu até o final (meu muito obrigada), tem surpresa! A mais recente distopia que chegou aos cinemas é Esperança – Parte 1 e eu ganhei inúmeros pôsteres que o Cinemark (olha eu de novo falando deles) deu na compra dos ingressos antecipados. O que vocês acham de rolar um sorteio aqui no blog? Acham que a Carla deveria fazer?

É isso, pessoal! Até daqui duas semanas!

Um beijo e até a próxima!

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

Página 7 de 71234567
 
ir ao topo