16 de mar 2015

Olá, pessoal!

Eu disse que voltava com mais girl power aqui, né? Hoje vou falar de filmes baseados em histórias reais. Tentei ao máximo criar uma lista bem diversa para mostrar que existem mulheres fortes em todos os lugares, basta procurar.

Olga

Começo pelo Brasil com Olga, de 2004, que conta a história de Olga Prestes, interpretada por Camila Morgado, uma comunista judia alemã que vai ao Brasil junto com Luís Carlos Prestes para liderar a Intentona Comunista em 1935 contra o governo Vargas. Entretanto, a revolução não deu certo e os dois foram presos. Por ser alemã, ela é deportada para a Alemanha; e, por ser judia, ela é imediatamente levada para o campo de concentração de Barnimstraße, grávida de Luís Carlos Prestes. A história é emocionante e vale muito a pena. Tem uma cena super desesperadora quando ela está no campo, pois ela pode amamentar sua filha até conseguir e quando ela não consegue mais produzir leite, eles tiram sua filha dela. Quem não viu, veja!

Frida

Passamos para o México com o filme chamado Frida, de 2003, que retrata um pouco a história da Frida Kahlo, importante pintora mexicana interpretada por Selma Hayek. O filme mostra o casamento dela com Diego Rivera e seu caso com o político Leon Trotsky. Não só isso, o filme percorre toda a sua vida e o que a influenciou nas suas pinturas tão famosas. Eu particularmente não gostei muito do filme, mas a sua fotografia é incrível, cheio de cores fortes tão típicas do México.

Coco antes de Chanel

Coco antes de Chanel, de 2009, como o nome já diz, conta a história da Coco, interpretada por Audrey Tautou, antes de ser a maior estilista da história, pois, para quem não sabe, ela foi a pioneira em criar roupas mais confortáveis para as mulheres, que antes só usavam espartilho. Foi ela que fez as primeiras calças femininas. O filme mostra o começo da sua carreira, quando ela trabalhava no fundo de uma alfaiataria e as dificuldades que ela teve para quebrar vários paradigmas da época para se afirmar como estilista. Algumas pessoas criticam o filme por não mostrar acontecimentos importantes da vida da Coco como seu suposto envolvimento com o governo nazista, mas independente disso, é legal ver uma conquista que temos graças a ela.

Erin Brockovich

Julia Roberts interpretou Erin Brockovich em 2000 no filme de mesmo nome pelo qual ganhou o Oscar de melhor atriz. Erin tem três filhos e trabalha em um escritório de advocacia. Ela começa a investigar uma cidade que está com a água contaminada e espalhando doença para seus habitantes. O processo engrandece e o filme mostra os problemas que ela teve para convencer os moradores e para lutar pela causa contra uma enorme corporação.

Grandes Olhos

Para finalizar a lista, cito um filme recente, de 2014, de Tim Burton. Grandes Olhos conta a história da pintora Margaret Keane, que fez muito sucesso nos anos 50s por ter seu trabalho largamente comercializado. Contudo, quem recebia os créditos da sua obra era seu marido, que decidiu comercializar com seu nome pois ninguém iria levar a sério o trabalho de uma mulher. Insatisfeita com a situação, Margaret foi à justiça contra seu próprio marido para legitimar seu próprio trabalho.

Como sempre, várias ideias surgiram ao criar esse post e quem sabe mais para frente eu não faça um com personagens históricas? Maria Antonieta, Elizabeth, Joana D’arc, ah, já tenho uma lista! Esperem!

Por enquanto é só! Comentem o que acharam e sobre novas dicas, elas são sempre bem vindas!

Beijos e até a próxima!

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

 
Comentários publicados somente após a aprovação.
  • Fransciane

    16 de mar de 2015

    Cada vez mais temos a presença forte de mulheres em nossa sociedade!
    Olga é um dos meus filmes preferidos! E Coco avant Chanel é sem dúvidas muito bom!

    Responder

    Pate Akemi responde:

    março 19th, 2015

    @Fransciane, adoro Olga também, fiquei com muita vontade de rever xD

  • Erika

    16 de mar de 2015

    Amei o post, simplesmente maravilhoso!
    Olga é um filme divino. Eu chorei tanto, mas tanto, que minha mãe entrou no quarto e falou pra eu parar de ver o filme, que tava me fazendo mal HUEAHUEAHUA é muito comovente. Na cena em que o leite dela seca, eu quase desmaiei de chorar. Muito triste, mesmo.
    Frida também e lindo. A Selma está irreconhecível, maravilhosa de Frida, a semelhança é crazy. A melhor parte é quando as cenas dos filmes se transformam em pinturas dela *-*
    Muito amor o post, amei.
    Beijos!
    http://www.canseidesernerd.com

    Responder

    Pate Akemi responde:

    março 19th, 2015

    @Erika, Obrigada, Erika! Muito obrigada de verdade, fiquei super feliz!
    Sim, essa cena de Olga, meu deus, desidrata o ser humano! Lembro que chorei muito no filme também, nossa ~;
    E é verdade, eu vejo a Frida e vejo a Selma HAHAHAHA aliás, quando eu procurei a foto, tava quase confundindo HAHAHAHA idênticas!

    Beijos!

  • Lua

    16 de mar de 2015

    Ah!!! Olga! Gente, vi esse filme na oitava série e ela é um absurdo de foda. Muito, muito bom ver que alguém preza as mulheres DE VERDADE! Dorei!

    Responder

    Pate Akemi responde:

    março 20th, 2015

    Faz tempo que vi Olga também, só lembro que é maravilhoso! Preciso rever, haha

 
ir ao topo