16 de mar 2015

Olá, pessoal!

Eu disse que voltava com mais girl power aqui, né? Hoje vou falar de filmes baseados em histórias reais. Tentei ao máximo criar uma lista bem diversa para mostrar que existem mulheres fortes em todos os lugares, basta procurar.

Olga

Começo pelo Brasil com Olga, de 2004, que conta a história de Olga Prestes, interpretada por Camila Morgado, uma comunista judia alemã que vai ao Brasil junto com Luís Carlos Prestes para liderar a Intentona Comunista em 1935 contra o governo Vargas. Entretanto, a revolução não deu certo e os dois foram presos. Por ser alemã, ela é deportada para a Alemanha; e, por ser judia, ela é imediatamente levada para o campo de concentração de Barnimstraße, grávida de Luís Carlos Prestes. A história é emocionante e vale muito a pena. Tem uma cena super desesperadora quando ela está no campo, pois ela pode amamentar sua filha até conseguir e quando ela não consegue mais produzir leite, eles tiram sua filha dela. Quem não viu, veja!

Frida

Passamos para o México com o filme chamado Frida, de 2003, que retrata um pouco a história da Frida Kahlo, importante pintora mexicana interpretada por Selma Hayek. O filme mostra o casamento dela com Diego Rivera e seu caso com o político Leon Trotsky. Não só isso, o filme percorre toda a sua vida e o que a influenciou nas suas pinturas tão famosas. Eu particularmente não gostei muito do filme, mas a sua fotografia é incrível, cheio de cores fortes tão típicas do México.

Coco antes de Chanel

Coco antes de Chanel, de 2009, como o nome já diz, conta a história da Coco, interpretada por Audrey Tautou, antes de ser a maior estilista da história, pois, para quem não sabe, ela foi a pioneira em criar roupas mais confortáveis para as mulheres, que antes só usavam espartilho. Foi ela que fez as primeiras calças femininas. O filme mostra o começo da sua carreira, quando ela trabalhava no fundo de uma alfaiataria e as dificuldades que ela teve para quebrar vários paradigmas da época para se afirmar como estilista. Algumas pessoas criticam o filme por não mostrar acontecimentos importantes da vida da Coco como seu suposto envolvimento com o governo nazista, mas independente disso, é legal ver uma conquista que temos graças a ela.

Erin Brockovich

Julia Roberts interpretou Erin Brockovich em 2000 no filme de mesmo nome pelo qual ganhou o Oscar de melhor atriz. Erin tem três filhos e trabalha em um escritório de advocacia. Ela começa a investigar uma cidade que está com a água contaminada e espalhando doença para seus habitantes. O processo engrandece e o filme mostra os problemas que ela teve para convencer os moradores e para lutar pela causa contra uma enorme corporação.

Grandes Olhos

Para finalizar a lista, cito um filme recente, de 2014, de Tim Burton. Grandes Olhos conta a história da pintora Margaret Keane, que fez muito sucesso nos anos 50s por ter seu trabalho largamente comercializado. Contudo, quem recebia os créditos da sua obra era seu marido, que decidiu comercializar com seu nome pois ninguém iria levar a sério o trabalho de uma mulher. Insatisfeita com a situação, Margaret foi à justiça contra seu próprio marido para legitimar seu próprio trabalho.

Como sempre, várias ideias surgiram ao criar esse post e quem sabe mais para frente eu não faça um com personagens históricas? Maria Antonieta, Elizabeth, Joana D’arc, ah, já tenho uma lista! Esperem!

Por enquanto é só! Comentem o que acharam e sobre novas dicas, elas são sempre bem vindas!

Beijos e até a próxima!

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

15 de mar 2015

a qualidade das fotos sumiu porque peguei pelo face T.T

Oi oi gente, sei que você me viram postando por ai que ia no encontrinho da Karol Pinheiro e, poisé, acabei desistindo de vê-la, ao me deparar com a fila gigantesca. Então Simone, do Agridoce Cereja, Cami, do A mesma essência, e eu, fomos passear (o máximo que deu, com nossos pés cansados), comer, conversar e fotografar nossos looks.

Esse vestido é da Forever 21 (FINALMENTE FUI ATÉ LÁ), quase entrei em crise na loja, por não poder comprar tudo. Enfim, o vestido dá a impressão de ser uma saia e um cropped, o tecido é suuper leve e confortável, o que me deixou bem a vontade. Faz alguns meses que estava procurando uma peça listrada para chamar de minha e esse vestido foi perfeito para preencher essa minha necessidade de listras. A parte de cima do vestido é como se fosse uma capa, por baixo é forrado e tem um ziper invisível nas costas, onde essa capa é aberta.

A parte de cima aberta nas costas e o ziper. // Esse foi o cenário do meu primeiro look, ali atrás do Masp, lembra? ♥

Há uma certa polemica quanto a listras horizontais, dizem que engorda e blá blá blá, eu já havia desencanado com isso, realmente não estou me importando se a estampa da roupa está me engordando, não entendo muito porque eu deveria me preocupar com isso, estou feliz com meu vestido, assumiu o posto de favorito. :D

Esse é o único sapato de “bico fino” que eu tenho. Prefiro pontas redondinhas, ou sei lá.



E ILUSTREI, YAY!
look giz 1

Escolhi fazer esse look ilustrado em um estilo mais giz. Esta menos realista, mais para uma versão da Carly adulta, gostei e vocês?

Vestido: Forever 21 :D

Sapatilha: Beira Rio

Bolsa: Renner

Batom: Quem disse, Berenice? (Vermelito Mate)

Anel: Acervo (oi .-. )

Quem tirou as fotos desse look foi a Cami, ela trabalha com isso, qualquer coisa chamem ela.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

12 de mar 2015

Confesso que nunca havia ouvido falar dessa marca, fiquei pensando se vocês também não conheceriam e então decidi fazer a resenha. Descobri, pesquisando, que a marca não vende apenas esmaltes, dá uma conferida no site.

Quem apareceu com esse kit de degradê para unhas aqui em casa foi minha mãe. De cara assustei um pouco com o valor (R$33,75), mas por serem 3 esmaltes e depois de perceber a qualidade deles, superei, hahaha.

Claro que você pode escolher usar os esmaltes separadamente, mas a brincadeira aqui é fazer um degradê de forma simples, não que o meu tenha ficado 100%, mas vamos lá!

passo 1: Aplicar duas camadas no esmalte 1

passo 2: Aplicar uma camada do esmalte 2, apenas em 3/4 da unha e

passo 3: Com o 2 ainda molhado, aplicar o esmalte 3, apenas em 3/4 da unha, também.

Optei por não passar uma base finalizadora, achei o acabamento bem suave.

A espessura dos esmaltes 1 e 2 é bem mais fina do que estou acostumada para esmaltes cintilantes, que geralmente não gosto. O aroma de ambos deixam na unha, é bem agradável. O terceiro é bem leve para um esmalte com glitter, não deixa a unha muito cascuda e os brilhinhos não ficam escapando depois que o esmalte seca.

Amei o design dos vidrinhos, não parece que um dia terei problema para abrir por excesso de esmalte nas bordas, o formato garante isso. O pincel de aplicação é comum, não tive problemas quanto a isso.

Também tem vermelho, amarelo e preto. :D

O azulzinho me passou uma impressão meio Frozen ♥

Enfim, recomendo, se tiver interesse em degradê e uma graninha a mais. ♥

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

Página 4 de 71234567
 
ir ao topo