11 de jun 2015

minhascoisas3

Desde que decidi pintar partes dos meus cabelos de cores fantasia, já ouvi muitas ofensas do tipo “não soube me expressar” e lições de moral.
Quando as pessoas não sabem lidar com o diferente, ou tem vontade de fazer as coisas, porém se sentem intimidados pelos que não aceitam mudanças e diversidade, acabam julgando a aparência das pessoas que “não se encaixam no padrão”.

Em algumas conversas com amigos e conhecidos, o assunto cabelos coloridos surgiu e perguntei:
– Você pintaria os cabelos de alguma outra cor?

E recebi respostas ofensivas, por vezes de propósito de algumas pessoas.

– Acho que minha fase da adolescência já passou.

– Já passei do tempo de fazer essas coisas. Aproveita enquanto você tá nova.
– Isso é coisa de criança.

minhascores6

Pra começar, desde quando pintar o cabelo com cores, digamos, “mais lúdicas” sugerem infantilidade ou falta de maturidade?
A única coisa que sugere é que a pessoa se sentiu a vontade, ou se identificou com a cor, o bastante para colocá-la nos cabelos, assim como algumas pessoas pintam o cabelo de loiro, ruivo, castanho ou preto.
O quanto as cores fantasias pode dizer sobre o caráter da pessoa? Nada, assim como tatuagens e piercings, nada disso faz a menor diferença.

– Acho meio escandaloso, prefiro ser discreta.

– Isso é coisa de gente que gosta de chamar atenção, só falta amarrar uma melancia no pescoço.

Realmente algumas pessoas gostam de chamar atenção, sem nenhum problema, mas não torna uma regra geral. Se pinto meu cabelo é porque gosto, me faz feliz, não é uma espécie de show para os outros, não é sobre você, é sobre mim.

– Você pinta porque é doida – porra louca, rebelde – eu por exemplo não posso fazer uma coisa dessas.

IMG_4016

Manda mais cor que tá pouco.

Desde quando você deve ser considerado insano por fazer algo que teve vontade, apenas porque parte da sociedade não aprova?

Confesso que disso até gosto, sinto certo reconhecimento quando ouço frases mais assim, não pela parte da loucura, mas por saber que eu tive coragem de seguir o que eu queria e busco incentivar pessoas a fazerem o mesmo.

– Meu chefe/trabalho/igreja/namorado me mata, não vão mais me respeitar.

Se as pessoas do seu convívio vão deixar de te respeitar por conta de uma cor de cabelo, meu bem, desculpe dizer, mas pode ser que eles nunca tenham te respeitado ou levado a sua opinião em consideração. O medo de ser julgado pelos amigos/familiares mostra muito da sua relação com eles. Por que eles não te apoiariam em uma coisa que te faria feliz?

Tem que ter muita coragem pra ser você mesmo!

E tem os comentários de quem fala sem saber.

– Mas também destrói o cabelo né?

– Nossa cagou o cabelo, raspa logo.

– Depois que cair tudo não reclama.

É possível falar sobre isso de forma educada, respeitosa e mantendo a cabeça aberta?
Sim! Isso é válido para qualquer assunto, vamos exercitar, por favor.

minhascores2

Vou tentar ficar mais azul ainda gente, me desejem sorte!

ps: As fotos do post foram retiradas do Pinterest, para velas no original visite o álbum.

ps2: Assistam esse vídeo para verem o que é um cabelo sensacional.

ps3: Obrigada todo mundo que participou da conversa sobre isso no facebook. :D

ps4: Postem fotos no instagram com a hashtag #nãojulgueminhascores. <3

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

10 de jun 2015

Desgraça, Snapchat e “ser performatica”

1
Olá gente, esse é o segundo Carlouquices em vídeo, novamente contando coisas aleatórias da minha vida. Para ver os anteriores clique aqui.

Sigam o canal para acompanhar os próximos vídeos :D
E meu snap: carlaccns .-.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

09 de jun 2015

Olá, pessoal!

Dia dos namorados chegando e sua timeline do Facebook cheia de casais e fofuras, não é? Ótimo pra quem tá namorando e deixa eu contar? Ótimo pra quem não está também. Então em homenagem ao dia, selecionei alguns filmes que se passam no dia dos namorados. Engraçado que quando fui pesquisar, as listas são sempre com filmes fofos, como se você fosse obrigado a ver romance nesse dia. Confiram a lista pra ver que não precisa ser necessariamente água com açúcar!

Eu odeio o dia dos namorados

Primeiro, tem dois filmes com o nome semelhante. O primeiro se chama Eu odeio o dia dos namorados, no original I hate Valentine’s day, de 2009. Genevieve gosta e não gosta da data, por possuir uma floricultura, adora o lucro que consegue; no entanto, pessoalmente detesta a ocasião por já ter sofrido muito com antigos relacionamentos. Ela elaborou um plano infalível para não se apegar: seu limite é apenas 5 encontros. Até aí, vocês sabem, vem o clichê. Ela conhece um cara com certas dificuldades para se relacionar com mulheres e eles tentam o plano dos cinco encontros, mas né, já sabem.

Odeio o dia dos namorados

O outro filme é nacional e se chama Odeio o dia dos namorados, sem o “eu”. Ele é mais recente, 2013, e é com a Heloísa Periseé, que interpreta uma publicitária dedicada que abdicava da sua vida amorosa para se dedicar à carreira. Sua vida é balançada quando precisa trabalhar em uma campanha para o dia dos namorados com seu ex-namorado, interpretado pelo Daniel Boaventura. O filme não foge dos clichês de comédia nacional, mas dá pra ter boas risadas.

Dia dos namorados macabro

Dia dos namorados macabro é de 2009 e tem no elenco Jensen Ackles, que interpreta um cara que retorna a sua cidade após dez anos, quando teve um assassinato de 22 pessoas no dia dos namorados. Ao retornar, ele se torna o principal suspeito do crime. Esse filme na verdade é um remake de outro de 1981 e foi um dos primeiros filmes a usar a tecnologia 3D que embora bem simples, davam uns sustos legais.

Idas e Vindas de amor

E para fechar, talvez esse seja o filme que mais vem a mente das pessoas quando se fala em dia dos namorados. Idas e vindas de amor é de 2010 e é um daqueles filmes que intercalam várias histórias. Eu não vou resumir todas aqui porque senão o post vai ficar enorme, vale mais a pena comentar os atores e atrizes que estão no filme: Ashton Kutcher, Jessica Alba, Anne Hathaway (♥), Jennifer Garner, Patrick Dempsey, Emma Roberts, Jessica Biel, Topher Grace, Bradley Cooper, Julia Roberts, Taylor Lautner, Jamie Foxx, Taylor Swift, ufa! Tem mais, mas vou parar por aqui. O filme é uma comédia romântica fofíssima e aposto que vocês vão se identificar com pelo menos uma história.

É isso aí, gente. Meu recado é: aproveite o dia da forma que quiser. Se quiser assistir romance, tá aí; se quiser rir com as amigas, tá aí também; se quiser algo mais descontraído, voilá! O que não vale é ficar triste.

Até a próxima, pessoal!
Beijos!

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

Página 5 de 71234567
 
ir ao topo