31 de ago 2015
foto original: ashleyelladesign

foto original: ashleyelladesign

Oi oi, esse é meu segundo Blog Day! Iniciativa do Rotaroots novamente, vou indicar meus blogs do amor no momento, hahaha. ♥

Fiz o possível para não indicar os mesmos que indiquei ano passado, o que foi bem complicado, pois vários são favoritos. Portanto, vejam também o post com as minhas indicações do ano passado, que ainda são super válidas.

Achei válido mudar um pouco os números por puro problema de preenche-los, alguns amigos não estão aparecendo nessa lista, mas espero que não me esquartejem, amo vocês também!

4 blogs que não saem do meu feed

blogday20153

 

Mulher Vitrola ♥ Depois dos quinze ♥ AML – Avec mes Louboutin ♥ Sernaiotto

A Mulher Vitrola foi um um caso de amor né, não tem como não gostar, dela, do blog, das ilustras, das histórias de vida, dos gatinhos. Pessoa maravilhosa! ♥

Eu já acompanhava o Depois dos Quinze, mas no último ano me senti cada vez mais próxima da Bruna, dos sonhos, viagens e do quanto essa menina é empreendedora, um dia, quando eu crescer, espero ser visionária.

O AML– Avec mes Louboutin (Olha só como eu gosto do treco, pra decorar esse nome foi difícil, tá?) é da Patty, uma querida, miga vilã de novelas mexicanas da vida real. Converso com ela e me sinto numa festa de pijama nos anos noventa, debatendo vários babados. Aliás, é a MELHOR PESSOA para os temas do Rota, ok? Melhores posts!

O Sernaiotto é simplesmente sensacional, é o paraquedas para quando teu avião tá caindo de bico no mar. Lominha, amor do mundo, nos mostra como fazer as coisas direitinho e não desistir. No momento está na Coreia, passando por experiências louquíssimas ♥

4 blogs que eu conheci no Rotaroots

blogday20151

Borboletando ♥ Celle Coelho ♥ Sai da minha lente ♥ Agridoce Cereja

Pasmem, eu não conhecia o Borboletando antes do Rota, poisé, quanto glamour não perdi. Olha, hoje em dia tá complicado achar blogs com temas, design e estilo, tão legais quanto esse, se ainda não conhecem, passem por lá pra ouvir uma Mixtape. ♥

A Celle é uma graça, dá até vontade de ser amiga – mas também, Carla maluca quer conhecer todo mundo em off. Cheia de luas, looks góticos, chá e temas variados, o Celle Coelho (antigo Cerise n’ pepers) vale a visita.

O Sai da minha lente, da Clay, é um blog muito amor que conheci timidamente e mesmo pensando “mas eu não entendo nada de jogo”, me encantei. Acabo acompanhando o Link Zuero, as fotografias super criativas (me empresta essa criatividade pelo amor de deus) e o conteúdo geek, ♥. Já convidei ela também pra conhecer em off, um dia vai dar!

O Agridoce Cereja deve ser o que mais apareceu aqui na história do blog, hahaha, por ser o blog da Simone e termos saído mil vezes, para mil sessões. O blog dá muitas indicações legais, lugares pra fotografar, aplicativos, músicas, filmes, me identifico com o conteúdo e ca dona doida, vão lá conhecer!

4 blogs para sair da rotina

blogday20152

Meninices da vida ♥ Misturista ♥ Antena Antenada ♥ Blog do Math

O Meninices da vida é uma graça, morro com os looks, cabelo, e simpatia da Camila, deve ser a pessoa que mais acompanho no snap, hahaha. ♥

O Misturista da Emi é diferente, estiloso e um amor, assim como a dona. Não sei, me sinto realmente próxima, como que lendo colunas de revista sobre a vida dela. ♥

A Karly nos ensina como é sambar na cara da sociedade através do Antena Antenada, essa eu não recomendo seguir só no blog, siga no face, no insta, no youtube, que a bicha é destruidora.

O blog lindo, céus. O Blog do Math nos dá um tapa na cara com tanta coisa linda em design, decoração e ilustrações. Impossível não se encantar.

***

Cês perceberam que eu estraguei meu BEDA né? perdi uns 6 dias, hahaha, mas tá valendo e com esse post, encerro o mês mais longo da vida, beijo beijo!
badge_post_01

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

29 de ago 2015


Oláá, vamos para mais um post da série “Quero ter um blog”.
Hoje vou falar de design, lembrando que não vim cagar regra, adoro design, apesar de não ter me formado nisso (ainda, pretendo um dia) e curto um estilo mais livre – algumas pessoas usam inspiração como pretexto para copiar tudo de outro lugar ou de alguma tendência que tenha acabado de surgir.

Nós conhecemos o design de cada rede social e elas nos possibilitam aprender um pouco com isso, mesmo sem perceber. Lembrem-se quando o orkut trocou as letras estranhas por normais e depois quando ele começou a virar g+ e perdeu a característica azulzinha e foi ficando menos arredondado. Estranhamos os formatos do facebook logo que chegamos nele e ainda reparamos nas pequenas mudanças de design que eles tem de vez em quando.

Criar um layout pro blog/site é uma tarefa complicada, porque ele tem que durar um tempo, não é muito recomendável mudar toda semana. Acarreta grande carga visual, uma pessoa que conheceu agora seu blog, precisa se lembrar dele quando voltar daqui a uma semana, daqui a um mês. Por isso é importante que ele seja único, que tenha uma identidade visual.

Definições da Web
Identidade visual é o conjunto de elementos formais que representa visualmente, e de forma sistematizada, um nome, ideia, produto, empresa, instituição ou serviço. Esse conjunto de elementos costuma ter como base o logótipo, um símbolo visual e conjunto de cores.

O que é importante na sua identidade visual? que as pessoas reconheçam, o ideal é que elas olhem e já saibam o que é, sem ninguém precisar explicar. Vou dar um exemplo claro: Você reconhece a cor e os símbolos da Coca-cola, Mc Donalds, em qualquer lugar, mesmo quando o nome da marca não está escrito ao lado.

Por isso é importante traçar tudo que você quer e precisa expressar com sua identidade. É assim que o logo nasce e todo o resto deve acompanhar/casar.

Cores


É importante ter uma paleta de cores pré determinada para que o layout fique mais harmonioso. Imagina um layout com mil cores diferentes, nos boxes, menu, títulos, textos, fica uma bagunça. Pode acontecer das pessoas sentirem incomodo ao olharem e isso diminui o tempo de permanência delas no blog.
Acredito que as cores podem ser conciliadas (sempre uso no máximo 5), claro, cores que não briguem e é importante decidir onde as cores mais escuras vão ficar, se haverá sobreposições, o que deve ter destaque, etc.

Dica: Tente não colocar preto. Use um tom próximo, como um cinza bem escuro, o preto pode causar irritação. Isso também serve para outras cores vivas demais, usadas de forma chapada assim, vermelho, rosa choque, verde, tons florescentes ou muito fortes.

Há sites com paletas de cores prontas e formas de você estudar se as cores que você quer, formam uma composição agradável, olhando a própria escala cromática. Exemplos que uso:


Colour lovers – Color Trends

Color scheme design ou Paletton

Siga a mesma linha / Estilo


Tente estabelecer um padrão, já na identidade visual, para seguir, se fez uma curva em um box, faça em todos. É possível misturar estilos, como flat e aquarela, desde que não exageradamente e que se siga o padrão. Se você vai utilizar um tipo de ilustração no cabeçalho, tente seguir o mesmo padrão no resto (ícones, assinatura, etc).

Menos é mais
É o que dizem, tudo que é demais estraga, se não há como harmonizar, deixe o mais clean possível.
Muitas vezes

Espaçamento / Distribuição de elementos

Essa parte é bem mais clara para pessoas perfeccionistas ou com mania de organização. Nem todo mundo consegue perceber de olho se alguma coisa está torta, por isso é preciso ter atenção, usar uma régua para medir se for preciso.

Nessa questão de alinhamento, não é só centralizar que tudo fica bem. É preciso haver respiro, que os textos e ícones não estejam colados nas bordas das caixas.

Fontes

Eu vou parando por aqui, porque quero fazer um post só para explicar e indicar fontes para vocês, vou falar o básico.
Não use muitas fontes em um mesmo lugar. Em um layout, no máximo três e isso se duas delas forem da mesma família.
Fontes script ou fantasia, são preferíveis em títulos.
Fontes com serifa, são melhores de se ler em textos.

É muito importante que a fonte dê leitura. Isso não pode ser levado tão literalmente, com muito esforço é possível ler uma font muito zoada, mas a intenção é que esse esforço não seja necessário. Por isso escrita branca ou vermelha, no preto chapado, não dá leitura, incomoda.

Busque referencias


Para vencer o bloqueio criativo e garantir que ideias legais vão surgir, busque referências. Procure trabalhos de outros designers, layouts, infográficos, prédios diferentes, observe até mesmo a natureza, tudo é válido.

Além do próprio google, uso o Behance e o Pinterest.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

27 de ago 2015

MAOS cópia

Poucos conhecem a arte de imaginar situações que não aconteceram e que talvez não aconteçam, só para pensar em que bom que seria se acontecessem.
Afastar pessoas, fingir odiá-las, chegar a acreditar que odeia. Porque se acreditar que gosta, pode parecer que quer que aquela coisa aconteça. Porque não quero, puff.
Fugir, demonstrar incomodo mesmo pelas coisas que gosta. Vamos embora sem dar tchau, não gosto de pontos finais.
Porque se me conhecerem, podem me acusar de louca, paranoica, rir dos meus dramas, não entender como eu sinto esse amor estranho até por quem não conheço. Que na verdade eu ligo até demais para aquilo que trinquei o dentes e fingi não ligar.
Podem descobrir como eu me desmonto e como esse escudo de grosseria e alívio cômico que uso, cai fácil com um abraço. Porque eu não preciso de você, eu não quero precisar. Mesmo sabendo que com você talvez as coisas ficariam melhores.

Todos os meus pedaços estão amarrados, me fazendo quase inteira. E não sei se eu te emprestando um pedaço meu, ele voltaria da mesma forma para mim, quando você resolvesse devolvesse, se é que devolveria.

Mil conclusões podem ser tiradas a partir disso, o que só deixa mais claro que não há uma conclusão. Não sou eu quem concluo, estou ocupada levantando meu muro de tijolinhos indecisos.

To com fome. O que você vai pedir?

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

Página 1 de 71234567
 
ir ao topo