30 de ago 2017

Um série incrível que todos deviam conhecer: Happy Valley. Achei no Netflix e comecei a assistir sem pretensões, sem indicações, pura sorte.

Happy Valley é uma série britânica de drama criminal, ou seja, uma série policial com choradeira, hahaha. Ela começa no ponto em que Catherine, que trabalha para a polícia e mora com sua irmã desde que se divorciou do marido, cria seu neto, Ryan, fruto de um estupro que sua filha adolescente sofreu. Becky (A filha), cometeu suicídio após o nascimento do filho e o homem responsável acaba de ser solto após cumprir sua pena.

A relação de identificação com Catherine Cawood é automática, porque a mesma não poupa sentimentos, da mesma forma que ela corre pra porradaria, chora quando precisa. De certa forma de fez pensar como outros personagens femininos de séries foram trabalhados de forma rasa, seguindo apenas uma vertente, ou durona, emotiva, sensível, dramática, quando na realidade todas as mulheres tem muitas versões de si.

A série não subestima a inteligência do espectador

A cenas acontecem de forma que nós surpreendemos de acordo com os acontecimentos, não são muitas as cenas em que conseguimos prever o que vai acontecer antes dos personagens. A construção do roteiro é muito inteligente. Ainda que haja momentos de violência, sabemos que outros aconteceram na história e foram ocultados, imagino até como uma forma de não atrapalhar o desenvolvimento dos personagens futuramente.Sabe as vezes que você estava assistindo um filme e ficou indignado com os personagens “Mas porque ela não foi pelo outro lado”? Você não vê esse problema aqui.

Mulheres reais
A  personagem principal é uma mulher beirando a terceira idade, sexualmente ativa, que trabalha fora, avó e fora da linha “bela recatada e do lar”. A maioria das personagens são mulheres e incríveis, chegou a ser patético como os homens pareciam fracos perto delas, uma vez que a série não tenha seguido a linha machista.

Se ainda não foi o bastante:

  • Inglês britânico é muito legal
  • Dirigida por uma mulher
  • Passa no teste Bechdel (O teste questiona se a obra de ficção possui pelo menos duas mulheres que conversam entre si sobre algo que não seja um homem) fácil e sem esforço.
  • São duas temporadas com 6 episódios cada, está no Netflix e você não tem desculpas para não ver.
  • Se você já assistiu The Fall e gostou, provavelmente vai amar, caso não, assista em seguida, porque também é incrível.
  • Pros fãs de Harry Potter ainda temos duas participações de atores na segunda temporada, quando assisti não sabia, então imaginem o meu susto ao ver Neville (Matthew Lewis) e Murta que geme (Shirley Henderson), hahaha.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

17 de ago 2017

Não cheguei a falar aqui no blog, mas fiz vídeos no canal contando sobre a minha reeducação alimentar (aqui e aqui). E nesse processo as bananas tem se tornado um dos meus principais alimentos, sério, são muitas possibilidades. Trouxe então 3 opções de receitas fit com bananas.

Biscoitinhos de banana com canela

Fiz essa receita para um piquenique e esqueci de fotografar, como dá um pouco mais de trabalho, não refiz para fotografar para o post. Mas já adianto que os biscoitinhos ficam fofinhos com consistência de bolo.

Ingredientes

1/2 xícara de chá de aveia em flocos;
4 bananas nanicas bem maduras;
1/2 xícara de chá de farinha de trigo integral;
1/2 xícara de chá de óleo de coco;
1/2 xícara de chá de farinha de trigo branca;
1/2 xícara de chá de açúcar mascavo;
2 ovos;
1 colher de sopa de fermento em pó;
2 colheres de chá de canela em pó.

Modo de preparo:

Misture as farinhas, aveia, canela e fermento. Bata no liquidificador as bananas com o óleo, ovos e açúcar. Depois incorpore as duas misturas. Com uma colher faça os biscoitinhos, em uma assadeira untada e coberta com papel manteiga. Leve ao forno pré-aquecido por 20-30 minutos.

(Essa eu achei no blog mundoboaforma.com.br)

Bolo de caneca de banana com cacau

Ingredientes:

1 banana;

2 colheres de farinha integral;

1 pitada de café solúvel;

2 colheres de açúcar mascavo;

1 colher de cacau em pó (ou chocolate 50%);

1 colher de óleo de coco;

1 colher de linhaça;

Modo de preparo:

Amasse a banana e misture os outros ingredientes. Leve ao microondas por 2 minutos.

Crepioca doce de banana

Ingredientes

1 ovo;

2 colheres de polvilho;

1 banana;

1 colher de semente de linhaça branca;

Modo de preparo:

Amasse a banana, bata o ovo, junte a banana, adicione a linhaça e o polvilho e misture.
Despeje numa frigideira já aquecida, vire quando desprender da panela (ou depois que dourar).

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

07 de ago 2017

A busca desesperada por controle é natural no ser humano, e as pessoas acabam divididas em dois grupos básicos. Os controladores que se preocupam demais e as almas livres que vivem um dia de cada vez.

Claro que dentro desses dois grupos tem diversas variações, afinal nenhuma pessoa é como outra, mas com certeza temos muito que aprender uns com os outros.
Talvez por conta da ansiedade, pressão social e a observação constante que fazemos da vida de terceiros, tentamos controlar coisas totalmente fora do nosso alcance. Prever como situações acontecerão, antecipar movimentos, mas, ao contrário de um jogo de xadrez, independe do que eu ou a pessoa a minha frente, façamos, há uma corrente interminável de fatores influenciando cada pequena coisa.

Portanto, tentemos sim pensar do ponto de vista lógico para tomar decisões, porém quanto mais tivermos consciência de que pode ser que nossa decisão não faça a menor diferença em nada, menos sofreremos por antecipação, já que, como disse Xuxa em Lua de Cristal: Tudo o que tiver que ser, será!

Agora que terminei meu textinho posso falar do look. Gente, Carla basiqueira presente nesse look, por motivos de: Estava frio e esse suéter é peça chave.

Estou completamente apaixonada nesse suéter de tricot, já tirei foto até demais com o coitado, fora que estou orgulhosa do potencial dele já que paguei R$5,00 no brechó (tem mais infos sobre os brechós em um dos últimos vídeos do canal, go!). A legging faz tempo que eu não tirava do guarda roupa, mas quando o frio chega eu percebo como tenho pouca calça, hahaha.

Tênis baixo para poder andar bastante e a bolsa nude que já mostrei e falei a respeito no último look, que apesar de bem legal, tem alças fracas.

Quem fotografou esse look foi a Emi linda, ahasou amiga. E esse fundo é da frente da Galeria Melissa na Oscar Freire, lá é tão lindo, amei demais ♥

Espero que tenham gostado! ♥

Tricot: Brechó Calça legging: Acervo Bolsa: Dafiti Tênis: Petite Jolie

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

Página 1 de 212
 
ir ao topo