16 de jul 2018

Passei toda a vida acompanhando filmes e séries de tv e admirando as mulheres incríveis que atuavam neles.

Quando se gosta de algo é natural que o mesmo te inspire e nutra em você um desejo de ser como o objeto de admiração, é meio estranho, porém comum, principalmente quando criança já que estamos aprendendo tanto através da observação de outros. Já na adolescência procuramos nos identificar com algo, nos encaixarmos em uma tribo, saber quem somos e quando não vemos representatividade nos sentimos deslocados e rejeitados.

Esses dias estava pensando em quantos filmes assisti com protagonistas cacheadas e resolvi perguntar no Facebook se as pessoas conheciam alguns títulos para indicar, pois não consegui lembrar de muitos. Vários citaram Valente e De onde vem os monstros, que são animações e uma pequena lista de outros filmes, tão pequena que me deixou um pouco triste, ainda hoje com tanta desconstrução e empoderamento, não há nos cinemas muitos cabelos como os meus, o cacheado ou crespo nos filmes é ondulado ou babyliss, mas espero que no futuro meninas como eu fui tenham outras referências.

Obsessiva

Esse é um filme sobre a Beyoncé, digo, estrelado por Beyoncé, mas depois de Lemonade até parece história real. Obsessiva é um filme de 2009, e conta a história de Derek Charles, um empresário bem sucedido e casado, com sua ex-secretária Sharon (Beyoncé), eles tem um filho pequeno e acabaram de se mudar para uma nova casa, tudo parece bem, até que nova secretária temporária começa a assediá-lo.

10 Coisas que odeio em você

Esse é um dos meus filmes favoritos. Baseado no clássico: A megera domada, o filme transita entre dois casais Cameron e Bianca, Kat (Julia Styles) e Patrick. Bianca e Kat são irmãs, com personalidades e interesses totalmente diferentes, porém com um pai super rígido em comum. Ele impõe que só deixará que a mais nova namore, se a mais velha também o fizer, porém Kat, a mais velha, se recusa.

O som do coração

Outro dos meus filmes favoritos, tem a combinação perfeita para que eu ame um filme: História de amor quase impossível+música.

O filme conta a história de Evan, que vive em um orfanato e sonha em encontrar os país, acredita que poder senti-los através da música. Os pais, que não se conheciam até a noite da concepção do filho, apesar de apaixonados, nunca mais se viram. O filme é simplesmente incrível!

Uma linda mulher

Com seu cabelo ondulado e volumoso, em plenos anos 90, Julia Roberts chamou muita atenção e inspirou vários permanentes, hahaha. No filme Vivian (Julia Roberts) uma prostituta, é contratada por Edward, para passar uma semana a seus serviços, ele é um executivo super rico e acaba apresentando a ela outro mundo, o filme é antigo, mas não vou dar mais spoilers.

Chamada de emergência

Jordan (Halle Berry), é uma atendente do serviço de emergência e recebe a ligação de uma garota que diz ter sido sequestrada. A atendente reconhece a voz do sequestrador de outro caso de sequestro e o filme trabalha o desenrolar dessa história.

Tudo e todas as coisas

Maddy (Amandla Stenberg) é uma adolescente de 18 anos que vive confinada em casa devido a uma doença, mas se apaixona pelo garoto que mora ao lado.

Alguns desses filmes já estão disponíveis no Netflix.

Vocês conhecem outros filmes com protagonistas cacheadas/crespas? Me contem nos comentários :)

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

 
Comentários publicados somente após a aprovação.
  • Anilyan

    16 de jul de 2018

    Whaaaaaa um blog que fala de representatividade, coisa mais linda! :3

    Ok, eu posso explicar xd Eu há uns anitos comecei a aprender sobre a importância da representatividade e agora é-me impossível não ver o que aprendi a ver. E os meus posts começaram a ficar cheios de referências a questões relacionadas com feminismo interseccional, mesmo quando o tema do post era uma resenha de livros/animes/filmes/séries/jogos, variedades ou quando era um post pessoal – ao ponto de eu decidir criar um novo blog, que já tenho há mais de um ano e que sinto que me reflete muito melhor. Mas confesso que não esperava ver um blog que fala de beleza a tratar de assuntos destes, já que não é uma combinação que encontro muito, e isso deixou-me feliz. Seja como for, no Caixa de Sapinhos eu falo especialmente de questões lgbt+ (eu próprie sou uma pessoa não-binária designada mulher à nascença bissexual), mas tento tratar de tudo um pouco, mesmo que não fale tanto de coisas que não experienciei por causa daquela questão do lugar de fala. Então encontrar um blog sobre empoderamento negro também contribui para eu aprender mais – decididamente não conhecia estes filmes!

    Eu também ando a tentar divulgar o meu blog e fazê-lo crescer, já que estive um ano stressade com a faculdade a incapaz de procurar blogs novos que me interessassem, e eu nao queria estar a fazer trocas de seguidores sem ter verdadeiramente interesse no blog que estava a seguir. E é assim que em mais de um ano, continuo quase sem seguidores nenhuns >.< Portanto pode ser que você se interesse pelo meu blog também e o possa seguir. Mas, se não, em todo o caso quero conhecer este cantinho melhor :) Eu ando a fazer uma coluna de recomendações diárias onde partilho um artigo, um video e um artista do meu interesse, e tento variar os assuntos. Ao domingo faço um post especial e extra longo, então poderá ter interesse por esses – ainda recentemente fiz um guia zero waste inclusivo, e já agora, também sou vegetariane (não sou vegan tho). Sei lá, só para ter uma ideia de por onde começar ;) Vou seguir o seu blog no bloglovin também.

    Diga-se de passagem que embora eu esteja a correr para comentar em muitos blogs, eu estava a babar pelas suas fotografias dos posts de moda até mesmo porque está quase sempre a combinar as duas cores que mais amo, vermelho-cobre e azul claro. E depois de ver o post sobre como combinar cores, percebi porquê ^^

    Jaa!

    Responder

 
ir ao topo