22 de nov 2017

Desde o ano passado comecei a me interessar por plantinhas no quarto, comprei então alguns vasinhos porque acho meio triste assistir os buquês de flores morrendo. Mas ai é que está, tive que assistir meus vasinhos de flores morrerem também.

Parti então para plantas que conseguiria cuidar melhor, mini cactus, pelo menos foi o que pensei, só um sobreviveu e até hoje não sei o que fiz de errado. Ainda que não tenha desistido dos cactus, comecei a prestar mais atenção nas plantas verdes, folhagens e ramos  que dão tanta vida a ambientes.

Quando fui a casa da Bárbara (Like old times), que também tem várias plantinhas espalhadas pelo quarto e apartamento, comentei com ela, que essa era uma das marcas de virar adulto, começar a gostar das folhas assim como as flores. Minha mãe sempre amou folhas, pelo menos desde que a conheço, hahaha, e só agora comecei a reparar nas várias que temos em casa.

Portando comecei a pesquisar inspirações e conceitos de se ter plantas dentro de casa, ainda estou no processo de entender qual planta é melhor e qual ambiente é o mais adequado para cada planta. Com as pesquisas de inspirações encontrei sites incríveis, ainda estou lendo os posts, mas pelo que vi até agora, são realmente bons, como o: Histórias de casa. O antes e depois abaixo vem de uma matéria deles, vale a pena acompanhar os compartilhamentos da comunidade botânica (?) para aprender mais.

Fui apresentada ao termo Urban Jungle (Selva urbana ou Jardim Urbano) e estou completamente apaixonada pelo contraste do verde com os ambientes. Plantas trazem relaxamento e frescor, deixam tudo muito mais confortável e aconchegante. Já comecei a planejar as mudanças no quarto para realocar plantas de outros cantos da casa para cá, fiquem de olho no meu instagram (@faltouacucar) para ver como está ficando, enquanto isso, ficamos com as inspirações.


Espero que tenham gostado e se quiserem acompanhar mais do que ando vendo, sigam a página no pinterest.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

22 de mar 2017

Por um tempo fugi no clean, me enxergava nas cores e não entendia as cores claras, sóbrias, até as julgava como uma certa ausência de personalidade em ambientes. Até que recentemente minha cabeça deu uma sacodida e tudo mudou. A partir dai, não conseguia mais tolerar as cores fortes no meu quarto, acabei tirando tudo.
Vou mostrar para vocês minhas inspirações da vez no Pinterest e deixar no final do post o vídeo para que vejam como ficou. <3.

Preto e branco

Reprodução: Pinterest

Reprodução: Pinterest

Sempre achei muito clique ambientes em preto e branco, sejam quartos, salas, cozinhas. Sempre quis fazer algo do tipo. Só de pintar as molduras de quadros e espelhos de preto faz uma super diferença.

Mantas – Pelo e crochê

Reprodução: Pinterest

Reprodução: Pinterest

Acho essas mantas um charme, dá para colocar na cama, no sofá e não há decoração melhor do que a que vocês pode se esquentar com ela. <3

Rose gold e rosa claro

Reprodução: Pinterest

Reprodução: Pinterest

Como já havia pintado tudo de dourado aqui no quarto, acabei não deixando as coisas rose gold, mas amo tanto a tom que estou dando um jeito de usar o rose em tecido.

Caixotes como criado mudo

Reprodução: Pinterest

Reprodução: Pinterest

Aproveitei os caixotes que já tinha para fazer um criado mudo. Por conta deles quase fiz um cama de pallets, hahaha, as fotos são muito inspiradoras. <3


Meu álbum com muitos ambientes cleans legais: aqui.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

29 de jan 2017

Há um tempo atrás postei esse vídeo no canal, mas realmente achei que é um conteúdo que pode adicionar aqui no blog. Sei que vocês adoram decoração e nada como reformar economizando e faltou uma cabeceira depois da minha reforminha do quarto, como falei no post do tour.

Consegui resolver com menos de 20 reais e alguns minutos.

Materiais utilizados:
Papelão;
Estilete;
Tesoura;
Lápis;
Régua;
Manta acrílica;
Tecido;
Cola quente.

Como fiz:

Desenhei, com o lápis, no papelão, o formato de cabeceira que queria, me baseando nessa foto do pinterest: clique

Cortei usando tesoura e estilete.
Em seguida, usando o papelão já cortado como molde, cortei a manta acrílica, deixando alguns centímetros sobrando. Os centímetros sobrando foram usados para colar a manta na parte de trás do papelão com cola quente.

Fiz a mesma coisa com o tecido, usando a parte já montada como molde, deixei centímetros sobrando para colar.

Caso tenha restado alguma dúvida, só assistir o vídeo (nesse caso não se esqueça do like).

Se inscreva no canal para não perder nenhum vídeo! <3

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

Página 1 de 71234567
 
ir ao topo