13 de mar 2016

CARLOOO cópia

Faz tempo que eu não escrevia um Carlouquices, por motivos de: Não estava rolando nada extraordinariamente fantástico em minha vida, mas dai eu percebi que é essa a beleza:
A desesperadora mesmice do ser.
Quando a gente está sobrecarregado com uma coisa, fica implorando pra um pouco de mesmice, pra se jogar na cama e fazer nada, sem ser incomodado pela rotina movimentada.
O problema é que eu sai do movimento, do período em que eu trabalhava fora e fazia faculdade ao mesmo tempo, para o que eu trabalhava em casa nos freelas, blog, e fazia faculdade (em período de TCC) e depois para trabalhar em casa nos freelas e blog. Logo de cara a gente ainda tá pronto pro movimento, fica esperando o furacão vir e levar sua casa para o caos, barulho e corre corre da cidade, mas dai quando ele não vem você fica…Ok!
São esse períodos também, quando entro no banho e na minha cabeça, telefones tocam, meteoros caem, assaltantes invadem a casa, extraterrestres dominam o planeta, dai quando você saio do chuveiro ensaboada correndo pra verificar, tá tudo na mesma.

CARLOUQUICES1
As pessoas acham que trabalhar de casa é glamour, já que temos autonomia para fazer o que quisermos, quando quisermos, porém esse é exatamente o problema. Quando você tem um prazo para entregar algo, mas sabe que o netflix tá ali, o facebook, umas comidas na cozinha, enfim, fica bem difícil se concentrar, hahaha.
Fora isso nos não temos os geradores e nobreaks das empresas, pra segurar a onda quando a chuva aperta.

Eu costumo perder a noção dos dias quando estou muito concentrada em alguma encomenda, mas busco ficar o mais confortável possível, mal percebo mas passo a semana toda alternando entre pijamas e como só tenho roupas cinzas, parece que não tomo banho, hahaha, tirando os dias de gravar vídeo e fotografar look, claro.

CARLOUQUICES2

Os vizinhos provavelmente acham que viajei ou morri, tirando meus parentes que não entendem nada e acham que eu preciso pedir emprego para os políticos, enfim, as coisas estão tranquilas e eu estou felizinha, carloucando por aqui.
Comprei um celular, estou rezando para que ele chegue ok (depois conto porque estou preocupada com isso), para que eu possa voltar para o snapchat, que parou de pegar porque meu iphone 4 já não aguenta.

Espero que tenham gostado, até!

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

07 de fev 2016

Oi genteee, finalmente os looks ilustrados voltaram do hiato, com o mesmo objetivo de sempre, inspirar as pessoas a se sentirem bem consigo mesmas e postarem seus looks, sem vergonha e mostrando seu estilo próprio. ♥

Talvez vocês já conheçam as meninas maravilhosas do post de hoje, caso não, acho válido darem uma olhada!

Conheci a Endy, do blog Endy Benittis, no We love fashion blogs 3, ano passado. Ela é uma amorzinho de pessoa, super simpática e criativa, só observando o blog/canal já podemos dizer o quão cuidadosa com detalhes ela é. Tinha prometido que o próximo look seria dela e bom, espero que agrade. ♥

Referência: aqui

A pessoa maravilhosa do segundo look é a Ana Lídia do Apenas Ana, mega inspiração cacheada da minha vida, hahaha. Aninha está tombando cada dia mais em suas fotos, não sei mais lidar, foi realmente difícil esperar os looks voltarem para ilustrá-la, ela já estava na minha lista desde o ano passado. A mensagem de aceitação e positividade que temos no blog dela, é realmente forte e enfim, amor. ♥

Referência: aqui

Bom gente, é isso, espero que tenham gostado e espero que logo logo tenhamos mais looks por aqui, beeijo.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

30 de jan 2016


Quem ilustra, ou quem gosta de ilustrações, sempre tem seus artistas favoritos para se inspirar, confesso que tenho uma pasta no meu computador só para ficar admirando.
As artes de Beijamin Lacombe – Autor e ilustrador Francês, me chamaram atenção desde a época em que fazia curso de desenho e depois treinei bastante aquarela usando os padrões dele como referência.

Assim como a Camille Rose Garcia, é meio sombrio, algumas pessoas podem achar meio perturbador, mas a expressividade dos olhos, pra mim, diz tudo.

Frida Kahlo

Releitura de “O balanço” Jean-Honoré Fragonard.

Para verem mais artes, acessem o Porfólio do artista.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

Página 3 de 291234567... 29››
 
ir ao topo