12 de jan 2015

ferias1

Contagem regressiva para minha viajem de fim de férias. Na próxima segunda estarei desembarcando em Pernambuco, vou passar uns dias no Recife e depois vou para o interior ficar com a família. Sou super ansiosa e já estou me retorcendo para que chegue logo. Resolvi montar minha playlist de viajem, composta em sua maioria por Indie Folk, espero que gostem e conheçam novas músicas.

A playlist está no spotify, faz tempo que contei aqui a minha vontade de criá-las por lá. Se ainda não tem, tá na hora de fazer, é mágico e grátis :D

ps: essa foto foi tirada nas férias de janeiro do ano passado, achei hoje. “Ah Carla, sua robona, não vale foto antiga”, vale sim, porque sim!

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

15 de dez 2014

 

clip3

Morro de vontade de fazer aulas de dança contemporânea, porém, me falta verba (se alguém souber de algum lugar bondoso, que as ofereçam de graça, só falar). Fico louca assistindo esses clipes, os dançarinos demonstram tantos sentimentos em seus movimentos, dá até um aperto no coração. Alguns dos clips misturam vários estilos de dança, uns tem apenas fragmentos de coreografias, outros a coreografia inteira, enfim, é legal observar como os artistas montaram tudo.

 

Tenho certeza que esses não são os únicos clipes com dança, se conhecer algum outro, deixe nos comentários.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

18 de nov 2014

Hoje vim cumprir minha promessa e falar sobre um dos gêneros que mais gosto do cinema: o musical. No entanto, fiquei indecisa sobre como abordar o tema aqui no blog; se falando sobre a origem, se comentando alguns dos que mais gosto. Depois percebi que qualquer uma das duas abordagens resultaria em um post enorme, então me contentei com selecionar cinco filmes que são importantes para o gênero e que me marcaram.

Começo por O Mágico de Oz (The Wizard of Oz), de 1939, baseado no livro infantil de L. Frank Baum, e conta a história de Dorothy que, graças a um tornado, vai parar na terra de Oz. Dorothy deseja voltar para casa e para isso procura o mágico de Oz que dizem realizar pedidos. Junto a sua jornada, ela encontra seres que também estão à procura do Mágico para atender seus desejos: um espantalho que deseja um cérebro, um homem de lata que procura um coração e um leão que precisa de coragem.  O filme começa em com tons de marrom, mas após Dorothy chegar a Oz, torna-se colorido, mostrando cores vivas e os famosos sapatinhos vermelhos da protagonista. A música mais famosa desse musical ocorre ainda em Kansas, antes do tornado, por isso a cor. Quem quiser ver o vídeo:

De 1965, dou destaque ao filme A Noviça Rebelde (The Sound of Music). Ganhador do Oscar de melhor filme, é baseado em um musical da Broadway e conta a história da família Von Trapp. A vida dessa família muda quando Maria, interpretada por Julie Andrews, é contratada como governanta dos sete filhos do pai viúvo. O capitão Von Trapp educa os filhos de forma muito rígida e Maria revoluciona essa educação, aliás, ela ensina as notas musicais em forma de música, confira aqui. Para quem desejar, também vou deixar aqui a cena de abertura com a lindíssima Julie cantando.

the-sound-of-music

Agora cito um filme que quem não viu pode conferir no Cinemark naquela iniciativa que comentei semana passada (quem perdeu, o link é esse). Grease de 1978 vai passar nos cinemas dia 20 e 21 de dezembro. Para quem não conhece, o filme conta a história de dois estudantes que se apaixonam no verão, mas se separam no mesmo período. O que eles não esperavam é que Sandy se muda para a mesma escola que Danny, mas eles não ficam juntos devido aos comportamentos infantis dos dois. (Atire a primeira pedra quem não se identificou) John Travolta está em seu auge e o filme tem uma música conhecidíssima, Summer Nights. Não colocarei links do youtube na esperança de vocês irem conferir no cinema (não estou recebendo comissão do Cinemark, ok, gente?).

grease-poster

Chegando no século XXI, Chicago de 2002, também ganhador do Oscar de melhor filme, mostra a história de Roxie (Renée Zellweger), que vai pra prisão por ter matado seu amante. Lá, ela conhece Velma (Catherina Zeta-Jones), que assassinou seu marido e a amante dele. Roxie ainda não foi condenada e para que isso não ocorra, ela contrata Flinn (Richard Gere), que pretende manipular a impressa para vê-la como inocente e torna-la uma celebridade. Deixo aqui a primeira música do filme, All that jazz. Também deixo a minha cena favorita do filme, Cell block tango. Confiram quem ainda não assistiu, é sensacional.

Para finalizar essa lista, cito Os Miseráveis (Les Misérables), de 2012, pois é o musical que recentemente mais teve prestígio pelo Oscar. O protagonista do filme é Jean Valjean (Hugh Jackman), que foi preso por roubar um pão para alimentar sua irmã. Após cumprir sua sentença, ele reconstrói a vida, mas constantemente é perseguido pelo Inspetor Javier (Russell Crowe). Ele conhece Fantine (Anne Hathaway) que, após sua morte, decide criar sua filha, Cosette (Amanda Seyfried). O filme é um poço de talento e tragédias, super recomendo para aqueles que ainda não viram. Deixo aqui a performance que concedeu o Oscar de melhor atriz coadjuvante à Anne Hathaway, I dreamed a dream.

A lista de musicais que adoro é imensa, então foi muito difícil escolher cinco filmes. Quem sabe algum dia eu não seleciono mais cinco e posto aqui. Por enquanto é só, não esqueçam de me dizer quais são os seus musicais favoritos!

 

Um beijo e até a próxima!

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

Página 7 de 12«1 ...34567891011... 12››
 
ir ao topo