11 de abr 2014

Sim, sei que estou atrasada com a tag, peguei essa do depois dos quinze (a primeira que faço de lá). Pelo nome já deu para entender mais ou menos como é a brincadeira. Meus amigos vivem mandando links de coisas que viram e lembra de mim, aparentemente meus gostos estão estampados na minha cara hahaha. Talvez eu fale tanto das coisas que gosto, que as pessoas acabam decorando. Vou postar aqui e vamos ver se vocês, que me conhecem, concordam comigo nos itens que selecionei.

Jaqueta de couro – Desde que comprei a primeira é um item que não pode faltar no meu guarda roupa. Costumo usar muito, todas as que tive pareciam meio agressive, mais estilo motoqueira mesmo.
Coturno – Antes era preto, mas ultimamente, ando mais com o vermelho, às vezes em dias quentes (me julgue), sou apaixonada por coturnos.
Batom vermelho – Por que a minha revolta permite sair as 5 da manhã de casa com ele. É a unica cor de batom que uso.
Corujas – Bolsas, camisetas, blusas de frio, brincos, colares, sapatilhas, pelúcias, bibelôs, desenhos, futura tattoo (não essa da foto, a minha será um desenho meu). Amo corujas.
Harry Potter – De tanto falar, ler, assistir, usar brincos, marca páginas e colares, algumas pessoas se lembram de como sou irritante com meu amor por Harry Potter (outra futura tattoo).
Cases de celular – Como compro pelo ebay, acabo por acumular várias cases diferentes para o iphone. Sempre me perguntam onde comprei ou me mandam mais modelos diferentes.
Colares – Mesmo motivo do ebay, me perguntam bastante sobre onde comprei e mandam modelos diferentes.
Cabelo azul – No ano passado pintei partes do meu cabelo de azul, algumas pessoas ainda me mandam fotos de cabelos azuis. Penso que a minha verdadeira personalidade tem o cabelo azul.
O açúcar e a falta dele – Desde que comecei o blog as pessoas comentam, me mandam coisas e fazem trocadilhos com o açúcar e a falta dele na minha vida.
Assim como a camiseta também faz referência a jogos vorazes, do qual também me tornei fã e começo debates sobre, do nada, com as pessoas.
Minions – Assim como muitos, caí na febre dos minions, há vários no meu quarto, para mim são as “criaturinhas” mais engraçadas e fofas já criadas em animações.
Pugs – Sou obcecada por pugs, suas expressões e comportamento, a ponto das pessoas me mandarem tudo que acham sobre pugs hahaha.
Stitch – Por gostar muito do stitch desenho ele em vários lugares, tenho também uma pelúcia muito linda dele.

E vocês? conseguem citar 12 coisas que lembram você?

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

12 de dez 2013

Vi no Vlog da Lully e decidi fazer o mesmo.

A idéia é indicar 9 livros de acordo com 9 emoções. Enfim, percorri meu Skoob para lembrar de todos os livros e acabei em algumas situações escolhendo séries, enfim, vamos lá.

Alegria – Série A mediadora 

Desde a primeira página eu me identifiquei muito com a Suzannah, e nossa, ri e me apeguei muito a ela ao longo da série, como se ela fosse uma das minhas melhores amigas, um dia lerei novamente.

Tristeza – A menina que roubava livros 

A própria narradora, a morte, trás um charme trágico a história e gera uma ansiedade, afinal, aonde poderia chegar uma história contada pela morte em plena Alemanha nazista?
Eu chorei muito no fim desse livro, mas mesmo assim recomendo que vocês leiam.

Angústia – Anjos e Demônios 

Esse livro me provocou um desespero muito grande, não lembro quanto tempo eu demorei a ler, mas não foi muito. Por causa dos ambigramas e a morte dos cardeais, eu não consegui dormir sem antes terminar.

Apego – Série Harry Potter 

Harry Potter é o livro da minha vida, a quantidade de vezes que li cada livro é incontável. Não posso dizer que ficamos órfãos com o “fim” da série, pois pelo menos, para mim, o mundo que J.K. criou nunca terá fim.

Nostalgia – A droga da Obediência  (Série os caras)

 

Alguém aí lembra dos Karas? Por causa deles eu tentei decorar o código do exercito, o morse e tramei clubinhos e esconderijos secretos com minhas amigas.

Raiva – Série House of Night 

Porque a Zoey tem que ser tão vagabunda? Tantos caras legais na vida dela e ela só passa por cima e magoa todos eles, pedindo novas chances e caindo de novo e de novo. A Stevie Rae também me fez passar muita raiva com sua ingenuidade e gosto estranho, de forma que minha personagem favorita acabou sendo a Aphrodite. Quem me vê falando assim acha até que não gosto do livro, mas não se engane. A história realmente me prendeu, não terminei de ler, parei em Burned, mas pretendo terminar um dia.
Ps: O livro me deixou viciada na trilha sonora de Memórias de Uma Gueixa.

Indiferença – Brida 

Eu tentei, juro que tentei me interessar por Brida, terminei de ler com muito esforço achando que seria tão bom quanto o Alquimista, mas não.

Compaixão – Wake (Fade, gone) 

A história de Janie é realmente dolorida, ela esta sozinha para cuidar de si mesma, mãe bêbada e ainda por cima começa a ficar presa nos sonhos dos outros. Sem saber direito quem é e com as coisas dando cada dia mais errado a vontade que se tem é de dar um abraço nela e dizer que vai ficar tudo bem, mesmo que não seja verdade. Eu me identifiquei com a solidão de Janie, ainda que minha vida seja muito mais fácil do que a dela.

Reflexão – O segredo do anel 

O segredo do anel me trouxe uma reflexão de vida, e me fez desacreditar ainda mais em minhas crenças, que já não eram lá essas coisas. Toda a minha família é da religião católica, e depois de um tempo estudando as coisas percebi que não era aquilo que realmente acreditava. Acabei achando o segredo do anel mais crível que a bíblia e se uma obra de ficção teve esse poder imagine com informações que poderiam realmente ser confirmadas. Enfim, esse livro foi o início do meu “ateísmo”.

Espero que tenham gostado e não vou indicar ninguém mas quem gostou pode seguir a tag :)

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

Página 21 de 21«1 ...1718192021
 
ir ao topo