31 de ago 2015
foto original: ashleyelladesign

foto original: ashleyelladesign

Oi oi, esse é meu segundo Blog Day! Iniciativa do Rotaroots novamente, vou indicar meus blogs do amor no momento, hahaha. ♥

Fiz o possível para não indicar os mesmos que indiquei ano passado, o que foi bem complicado, pois vários são favoritos. Portanto, vejam também o post com as minhas indicações do ano passado, que ainda são super válidas.

Achei válido mudar um pouco os números por puro problema de preenche-los, alguns amigos não estão aparecendo nessa lista, mas espero que não me esquartejem, amo vocês também!

4 blogs que não saem do meu feed

blogday20153

 

Mulher Vitrola ♥ Depois dos quinze ♥ AML – Avec mes Louboutin ♥ Sernaiotto

A Mulher Vitrola foi um um caso de amor né, não tem como não gostar, dela, do blog, das ilustras, das histórias de vida, dos gatinhos. Pessoa maravilhosa! ♥

Eu já acompanhava o Depois dos Quinze, mas no último ano me senti cada vez mais próxima da Bruna, dos sonhos, viagens e do quanto essa menina é empreendedora, um dia, quando eu crescer, espero ser visionária.

O AML– Avec mes Louboutin (Olha só como eu gosto do treco, pra decorar esse nome foi difícil, tá?) é da Patty, uma querida, miga vilã de novelas mexicanas da vida real. Converso com ela e me sinto numa festa de pijama nos anos noventa, debatendo vários babados. Aliás, é a MELHOR PESSOA para os temas do Rota, ok? Melhores posts!

O Sernaiotto é simplesmente sensacional, é o paraquedas para quando teu avião tá caindo de bico no mar. Lominha, amor do mundo, nos mostra como fazer as coisas direitinho e não desistir. No momento está na Coreia, passando por experiências louquíssimas ♥

4 blogs que eu conheci no Rotaroots

blogday20151

Borboletando ♥ Celle Coelho ♥ Sai da minha lente ♥ Agridoce Cereja

Pasmem, eu não conhecia o Borboletando antes do Rota, poisé, quanto glamour não perdi. Olha, hoje em dia tá complicado achar blogs com temas, design e estilo, tão legais quanto esse, se ainda não conhecem, passem por lá pra ouvir uma Mixtape. ♥

A Celle é uma graça, dá até vontade de ser amiga – mas também, Carla maluca quer conhecer todo mundo em off. Cheia de luas, looks góticos, chá e temas variados, o Celle Coelho (antigo Cerise n’ pepers) vale a visita.

O Sai da minha lente, da Clay, é um blog muito amor que conheci timidamente e mesmo pensando “mas eu não entendo nada de jogo”, me encantei. Acabo acompanhando o Link Zuero, as fotografias super criativas (me empresta essa criatividade pelo amor de deus) e o conteúdo geek, ♥. Já convidei ela também pra conhecer em off, um dia vai dar!

O Agridoce Cereja deve ser o que mais apareceu aqui na história do blog, hahaha, por ser o blog da Simone e termos saído mil vezes, para mil sessões. O blog dá muitas indicações legais, lugares pra fotografar, aplicativos, músicas, filmes, me identifico com o conteúdo e ca dona doida, vão lá conhecer!

4 blogs para sair da rotina

blogday20152

Meninices da vida ♥ Misturista ♥ Antena Antenada ♥ Blog do Math

O Meninices da vida é uma graça, morro com os looks, cabelo, e simpatia da Camila, deve ser a pessoa que mais acompanho no snap, hahaha. ♥

O Misturista da Emi é diferente, estiloso e um amor, assim como a dona. Não sei, me sinto realmente próxima, como que lendo colunas de revista sobre a vida dela. ♥

A Karly nos ensina como é sambar na cara da sociedade através do Antena Antenada, essa eu não recomendo seguir só no blog, siga no face, no insta, no youtube, que a bicha é destruidora.

O blog lindo, céus. O Blog do Math nos dá um tapa na cara com tanta coisa linda em design, decoração e ilustrações. Impossível não se encantar.

***

Cês perceberam que eu estraguei meu BEDA né? perdi uns 6 dias, hahaha, mas tá valendo e com esse post, encerro o mês mais longo da vida, beijo beijo!
badge_post_01

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

01 de ago 2015

stalker

Lembra quando a Beyonce lançou Crazy in love naquela versão super lenta e sensual para 50 tons de cinza? Bom, ela não foi a única. Até onde vi, criou todo um movimento. E é incrível como algumas músicas ficam até melhores que suas versões originais.
A primeira coisa que me chamou atenção na série Stalker foram os covers sensacionais. Já sai quinem doida procurando, achei uma playlist no spotify, mas todas as músicas mesmo, só encontrei no youtube.

Eu já conhecia a maioria das músicas, por elas terem sido usadas como soundtracks de filmes e séries. Tentem reconhecer. :D

Espero que gostem!
Link da playlist no spotify.

badge_post_01

O que é BEDA?
Vocês lembram do VEDA? (Vlog everyday April/August), é o mesmo conceito, só que com o blog. Então vai ter post todos os dias em Agosto – pelo menos eu espero. A iniciativa partiu do Rotaroots. <3

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

29 de jul 2015

Essa é um postagem coletiva do Rotaroots e o tema é: 5 vezes em que a vida me fez rockeira. Bom, pelo menos a intenção era citar 5 vezes em que a vida me fez rockeira, escrevi mais que isso, pois emo, gótica, rockeira, vampira e rainha das trevas.

Tudo começou quando eu tinha 13 anos, mas não sei datas e idades das outras coisas, então só leiam e imaginem:

  • Pintar a boca de preto com lápis de olho e uma estrela na cara de guache e tentar puxar uma franja colada na testa do meu cabelo cacheado empapado de creme.

  • Evanescence representando toda a minha vida de tristezas e sofrimentos na época do bulling e traição “dazamiga” na escola.
  • Primeira vez que passei lápis de olho depois de chorar e ouvir a Pitty dizer que houve uma pane do sistema (meu primeiro cd da vida).

  • Cantar ‘Um minuto para o fim do mundo’ indo pra excursão na escola. Berrar Nx Zero e Fresno pensando em como era emo e incompreendida. Ouvir Legião, Nirvana, Green Day, Simple Plan, etc, até quase cortar os pulsos. Não saber e cantar mesmo assim ‘I write sins not tragedies’ e ‘This Ain’t A Scene, It’s An Arms Race’ fazendo só ruidos.
  • Colar posters na parede, comprar revistas para recortar e representar minha rebeldia, pois meus pais não aprovavam as colagens fantásticas. Nessa época também ouvi muito Avril, pois maravilhosa, mas depois de Girlfriend ficou muito ‘princesa do punk’ pra mim.
  • Baixei toda a soundtrack de Supernatural (Classic Rock) e comecei a ouvir mais Metal sinfônico (Within Temptation, We are the following, etc), me senti em outra época. ♥

Já na faculdade e trabalhando, quando o ódio pululava meu coração, passei para coisas mais pesadas como Slipknot e System of a down. Aaah, essas dorgas. ♥

3

Dai para minha surpresa um dia percebi que eu não precisava “fazer a rockeira” para ouvir e gostar de rock, que eu podia gostar de outras músicas e admitir que gostava delas sem “trair o movimento”.

5

Fotos de 2012: Rockera suave vida loka / Emo com o olhar perdido de incompreensão

Mas parte da minha alma ainda é negra (o resto é um arco-íris). ♥

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

Página 1 de 512345
 
ir ao topo