09 de abr 2016

Bem vindos ao meu guia de “Como é que ilustra?”
Vocês vivem me pedindo/perguntando como é que ilustra, por onde começa, o que que faz, então vou falar do meu ponto de vista. Já aviso que ninguém vai sair daqui o melhor ilustrador do mundo, é só o básico, pra quem tem curiosidade, quer começar e não faz ideia de como os ilustradores fazer.

ilus

É importante começar no papel, treinar treinar e treinar, usar referencias e estudar proporções, linhas, luzes e sombras. Ainda que ninguém seja obrigado a seguir um estilo, pois cada um tem o seu traço e até que ele seja desenvolvido com naturalidade, deve-se estudar as proporções básicas, é preciso haver uma construção para depois lapidarmos, desconstruirmos. Ninguém vai pegar na tua mão e te ensinar a fazer ou passar por osmose, é seu esforço, você por você mesmo, vamos lá!

Eu desenhei desde pequena, como qualquer criança, sem saber mesmo, por diversão, não tinha internet, as referências eram livros e a vida real, recebi dicas de pessoas para quem perguntei e muitas criticas de pessoas que não sabiam do que estavam falando, tem um post sobre minha história no desenho aqui. Só fui fazer um curso (um ano, até curto) depois que comecei a trabalhar em um lugar onde haviam ilustradores.

Quando eu comecei, eu usava o mouse – eu não tinha a tablet e na empresa não me deixaram usar por um bom tempo. A tablet é uma mesa digitalizadora que junto com a caneta facilita nossa vida na hora de ilustrar, faz TODA A DIFERENÇA. Ela te dá mais controle para traços, pintura e tudo o mais e também toma o lugar do mouse (o que também agiliza).

Mas não se engane, não é a mesma coisa que desenhar no papel, tem que treinar muito para pegar prática e se acostumar com uma. Fazer dela realmente uma extensão do seu braço, como o lápis no papel.

Onde se ilustra?

Há vários programas em que é possível ilustrar, os que uso são Photoshop e Illustrator, mas não podemos esquecer do Corel Draw (querido por muitos designers gráficos), Paint tool sai (onde pretendo aprender em seguida), etc (porque não lembro mais nenhum, me lembrem migas ilustradoras).
Eu utilizo a tablet para ilustrar no photoshop, principalmente por que gosto de pintura digital, traços mais naturais e a possibilidade de criar camadas, apagá-las, trocá-las de lugar, facilita minha vida. Para o illustrator, muitas vezes prefiro até usar o mouse, para fazer pontos.

Aliás, essa é a principal diferença entre os dois programas da Adobe, enquanto o photoshop, que era um programa mais visado por fotógrafos e é usado para imagens (em pixels, apesar de também ter como fazer vetor nela, porém infinitamente mais pesados), o Illustrator trabalha com vetor, que é criado em pontos vetoriais e considerado melhor para impressões.

Precisa de curso? Faculdade?

Não necessariamente, hoje em dia com a internet, o céu (ou o inferno) é o limite, se você for disciplinado, pode aprender muita coisa sozinho. Mas é sempre bom fazer cursos, porque você tem contato com pessoas mais experientes que você, que podem te explicar direito e te dizer se você está fazendo certo ou não, coisa que no começo não temos tanta noção, além de conhecer outras pessoas que também estão começando (ou não) e trocar figurinhas.

Como se desenha dentro do Photoshop?

Abrindo um arquivo novo, usando o pincel e selecionando os próprios brushs, já presentes no programa. Por vezes crio novos ou baixo alguns disponíveis online. Dependendo da técnica, outros resources como texturas, padrões e estilos podem ser usados.

Qual meu traço?

Seu traço é a sua identidade, logo de cara não sabemos como ele é e ficamos muito tempo tentando descobrir, tentar vários estilos e ver a qual você se adapta melhor, por vezes ajuda.

Entre os estilos estão: Mangá, cartoon adulto, cartoon infantil, realista, hiper realista, caricatura, charge, entre outros que variam de área, técnica utilizada, escola, etc. Não tem um prazo para você descobrir seu traço, se você e outras pessoas conseguem notar as mesmas características na maioria dos seus desenhos, provavelmente é um indicio de que seu traço está por ali e tu ainda não notou.

Quanto tempo demora pra aprender a ilustrar?

Olha, depende, se você brincou bastante de desenhar quando criança, se treinou bastante no computador depois, se você é um bom observador, sua persistência e dedicação, ao contrário do que muitos pensam, falta de talento não é desculpa para ninguém deixar de fazer nada. São habilidades que se desenvolvem.

Quanto ao sentido literal, depende da ilustração, leva horas e horas, mas por vezes durante o processo de produção é preciso haver pausas para planejamento, pesquisa, sketchs (rabiscos), um todinho, hahaha, como eu faço semppre, varia com a complexidade.

Quando posso começar a vender?

As vezes tenho a impressão de que as pessoas acham que é festa, hahaha, ocorre um equivoco aqui assim como na fotografia e nos blogs, algumas pessoas vêem como um dinheiro que vem fácil ou sem esforço. Você tem que ser honesto, não tem um tempo certo para começar a vender, vai da demanda e da sua consciência, eu te aconselho a pensar:

  • Você compraria aquilo que está desejando vender?
  • O que você fez tem qualidade o bastante para ser vendido?
  • Sua consciência está tranquila, você fez o melhor que podia?
  • O valor cobrado está de acordo com as técnicas, tempo e estudos aplicados?

Para mim demorou para responder todas as perguntas com o sim, as vezes fico pendurada no “você fez o melhor que podia”, porque sempre podemos melhorar.

Se cansou antes mesmo de começar, pode encomendar comigo, hahaha, espero que o post tenha ajudado vocês, se tiverem mais alguma pergunta, deixe nos comentários que respondo. :D

Adendo 1: Quer saber quanto cobrar? aqui

Adendo 2: Não se engane, se você usa o illustrator para “criar ilustras” por cima de outras que pegou do google ou bancos de imagem, você não é ilustrador, é uma forma de plágio, não seja essa pessoa, pra treinar tudo bem, mas vender, dar de presente, é triste e criminoso.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

12 de nov 2015

SOFTBOX3

Oi gente, cês sabem como é importante ter uma iluminação legal, tanto para gravar vídeos, quanto para fotografar. Nem sempre o ambiente em que estamos oferece a luz necessária e uma softbox custa caro (R$300 pra cima, até onde vi), principalmente para quem está no começo e não pode investir de cara. Resolvi fazer sozinha, usei o tutorial em vídeo da Gabi e resolvi fazer um post com umas ilustrinhas pra vocês.

Você precisa de:
Tesoura
Caneta/Marcador
Estilete
Fita adesiva transparente
Papel manteiga
Papel alumínio
Cola Branca
Régua
Papel cartão preto
Uma caixa de papelão (Cheque as dimensões aqui para saber o tamanho necessário) ou Papel Paraná

Parte elétrica:
Fita isolante
Plug de tomada
Bocal para lâmpada já com fio
3 metros de fio
Alicate ou faca
Chave de fenda
Uma lâmpada (De preferencia de luz branca/fluorescênte)

Como fazer:

  • Comece cortando a caixa de papelão, você precisa de 4 quadrados de 40x40cm.
  • Em seguida meça o meio de uma das extremidades e marque 7cm para cada lado.
    Trace uma linha de cada ponto (dos 7cm) até as extremidades inferiores e corte (com a tesoura ou o estilete) fazendo um trapézio. Repita o processo nos 4 quadrados.
  • Você vai precisar de mais um quadrado de papelão de 14x14cm para a tampa, onde vai ficar encaixada a lampada.
  • Cole com cola branca o papel alumínio em um dos lados de cada uma das partes. O lado com papel alumínio vai ficar por dentro da softbox.

  • Junte os trapézios lado a lado com fita adesiva, não tenha dó, passe várias vezes para que não fique tão mole. Corte o papel cartão nas mesmas dimensões iniciais e cole em volta, caso queira que fique mais bonitinho.
  • No quadrado menor, fure um buraco do tamanho do bocal (ou um pouco menor, para que não fique tão folgado) para lâmpada.
  • A instalação elétrica é meio complicada, minha mãe que fez a minha, então qualquer pessoa consegue, pesquisem na internet ou chamem alguém que saiba (Aqui tem um vídeo ensinando a instalar tomada no fio: clique).
  • Depois de tudo instalado, enfie o bocal no buraco do quadrado menor e coloque a lâmpada por dentro (teste para ver se ela está acendendo) se ficar folgado, passe fita em volta do bocal. Junte com fita o fundo ao resto da softbox.
  • Na parte da frente, você vai precisar fixar o papel manteiga pelas laterais com fita, para que a luz do softbox não fique tão dura.

FIM, yay!

ps: Esse softbox é meio que “portátil”, por isso ele não tem o tripé, mas pela net tem vídeos ensinando a fazer um com cano.
pps: Não tem foto da minha pois sou um desastre com algumas coisas manuais, pasmem, e a minha ficou beem esquisita, mas funciona.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

03 de nov 2015

hfgkhh

Vejo muita gente pedindo dicas de assuntos e temas para postar, porque as ideias acabaram. Mas o segredo é justamente não deixar as ideias acabarem, vou dar algumas dicas, obvias para alguns, mas que servem de incentivo para quem estiver perdido.

Fale sobre tudo que tiver domínio

Pense em tudo que sabe fazer e faça uma lista do que as pessoas podem querer aprender dentro disso, o que seria legal passar para as pessoas. É importante que você tenha domínio do assunto, saiba realmente do que está falando, sem enrolar.

  • Descubra novas atividades/interesses

Quanto mais coisas você conhece e aprende, mais conteúdo para seu blog. Isso inclui buscar referencia em livros, filmes, séries, músicas, exposições, etc.

Frequente grupos de interação

Conversando com as pessoas, você pode descobrir novos temas para falar, sem ter que perguntar a elas o que fazer, o mesmo vale para conversas com seus amigos.

Listas

É possível transformar coisas do seu dia a dia em temas, compartilhando com as pessoas. Séries, filmes, músicas e até mesmo presentes que você gostaria de ganhar.

Inspiração em datas

Faça um calendário de datas comemorativas, não só as principais, mas as mais legais, como o dia da amizade, o início da primavera, etc. Usando isso como tema, some com as habilidades que você já tem e crie algo diferente.

Procure tags divertidas/crie uma

Vários blogs criam tags que contam mais sobre os autores para os leitores, você pode aproveitar uma delas, ou escolher um tema que goste e inventar uma (cheque se ela já existe e não se esqueça de creditar).

Espero que tenha ajudado, beijo :D

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

Página 2 de 6123456
 
ir ao topo