11 de ago 2014
Essa é a primeira resenha de produto do blog, nunca tinha nem pensado em fazer isso aqui, mas preciso contar minha experiência (esse post não foi patrocinado).
Há quase um ano eu pinto partes do meu cabelo de azul. Por que partes, Carla? Por que eu tenho os cabelos quimicamente tratados (alisamento e progressiva de três em três meses) e o medo de que eles caiam inteiros, por causa da descoloração, me assola.
Até esse final de semana eu usava Azul de Metileno (Misturado a Violeta Genciana) para tingir os cabelos, mas dizem que ele resseca os fios, então eu misturava com creme branco e depois de aplicar, esperava duas horas (sim, literalmente) para ele fazer sua mágica. Além dessa demora, ele sujava TUDO em que encostava, sério! Não sabia que alguma coisa conseguia fazer isso com tanta eficácia, hahahaha!
Agora vamos falar do Keraton HARD Colors. Eles têm 12 cores, eu escolhi o Ecstasy Blue.
keraton
O que vem? A caixa, a bisnaga com a tinta e um par de luvas (não tirei foto antes, pois não sabia que ia fazer o post). O modo de usar e todas as informações necessárias estão impressas na caixa.
Descolori os cabelos até sei-lá-que-tom (a tinta pede no mínimo um loiro palha, mas não acho que cheguei nele), não passei a camada recomendada para pré-pigmentar, fui direto aplicando o produto. Esperei os 20 minutos. Surpresa! Ficou exatamente como eu queria, pela primeira vez, o azul ficou perfeito, coisa que não acontecia com o azul de metileno, ficava mais verde que azul.
As partes em que meu cabelo não estavam descoloridas ficaram preto azuladas, se forem pintar sem descolorir, tenham consciência de que o efeito não será o mesmo.
Eu costumava pagar R$11 no Azul de Metileno e o tonalizante me custou R$ 24 então se forem pintar, pensem bem. Hoje eu aconselharia um tonalizante, parece complicado, mas no fim, facilita a vida.
Não gastei nem a metade do produto, acredito que ainda renda mais umas duas ou três aplicações.
Claro, isso comigo, talvez varie de pessoa para pessoa.
Já tingiu o cabelo com alguma cor fantasia?
O que usou? Azul de Metileno, Violeta Genciana, anilina, tonalizante?
Me conta.

Editado: No meu cabelo, o azul só durava mesmo duas lavagens, depois ficava verde.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

09 de jul 2014
Pois é, lá vou eu tentar cozinhar de novo. Fiz cupcakes esse final de semana e resolvi passar a receita, caso vocês também queiram se aventurar na cozinha.
Massa:
150g de manteiga
1 e 1/2 xícara de açúcar
3 ovos
2 xícaras de farinha de trigo
1 colher de bicarbonato de sódio
1 colher de fermento químico em pó
1/2 xícara de leite.
1 colher de essência de baunilha
Recheio:
1 Lata de leite condensado cozida ou doce de leite.
Cobertura:
Chantili
Anelina comestível
Confeitos de sua preferência
Modo de preparo:
Bata junto a manteiga, o açúcar e os ovos. Peneire junto a farinha de trigo, o bicarbonato e o fermento e adicione aos poucos a massa, juntamente com o leite e a essência de baunilha.
Encha as forminhas até a metade e leve ao forno por 40 minutos à 200°C.
O ideal seria colocar a forminha de papel dentro da de silicone, usei as duas separadamente, pois as de silicone são pequenas.
A massa geralmente esparrama na de papel e os bolinhos saem deformados, porém na de silicone os bolinhos dificilmente saem inteiros.
Depois que os bolinhos esfriarem faça um furo no meio e adicione o doce de leite.

Eu comprei chantili no mercado, recomendo que façam o mesmo hahaha. Para quem quiser tentar em casa, clique aqui para uma receita.

Quanto a decoração dos cupcakes, teremos de confiar na capacidade de vocês, sou um desastre confeitando, hahaha.

Colori o chantili com anilina comestível azul e usei confeitos de estrela, bolinhas coloridas e mini morangos para enfeitar :D

Essa massa rende até 25 cupcakes.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

 
ir ao topo