13 de nov 2015

Eu amo tatuagens, já pensei em fechar um braço com elas, tenho mil ideias na cabeça (que envolvem aquarela, corujas, vintage e etc) e só não executei ainda por falta de grana. Mas ultimamente, me bateu uma vontade de fazer uma frase.

Eu já tenho uma frase no pulso “Never Forget” que tem um super significado para mim e quase nunca aparece porque tá é toda cagada, sim, foi meio que mal feita e deu merda (Uma dia eu apago ou faço outra por cima, mas isso não vem ao caso agora). Estive no pinterest procurando inspirações para uma nova tattoo, vou mostrar as que mais gostei.

tattoo frases

Acho que minha próxima será no ombro. Se você tem alguma frase tatuada ou gostaria de ter, me conte qual nos comentários! <3

Sigam meu álbum de tattoos no pinterest para encontrar as imagens reais: AQUI

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

22 de ago 2015

Me pediram muito esse post contando quando e como comecei a desenhar para tentar ajudar quem está começando.

Senta que lá vem a história, tentem não dormir até o fim do post.

Eu comecei a desenhar bem pequena, tinha mania de desenhar as pessoas a minha volta, copiava os desenhos da tv, passava por cima de ilustrações de livros, ficava muito esquisito e torto, mas na época eu achava sensacional e como não saia muito de casa – nunca fui de brincar na rua – e era bem sozinha (filha unica), me cercava de papel e desenhava e escrevia o tempo inteiro.

Meu livro de recém nascida, a partir dos 3 anos de idade já tentava copiar os desenhos passando por cima.

Lembrei recentemente de um “curso por correspondência” que fiz quando criança, enviando desenhos pelo meu pai para um amigo dele e os recebendo de volta com dicas. Foi a primeira vez que recebi críticas sobre algo que eu desenhei, eu tinha 10 anos e fiquei um pouco triste na época, mas não parei de desenhar.

Nessa época eu tinha 9-10

A coisa ia e vinha em intervalos, meses e meses, eu desenhava bonequinhas e criava roupas para elas para ficar trocando, depois comecei a desenhar personagens de livros e filmes, então minhas amigas e eu começamos a fazer cadernos de desenhos para dar notas umas pras outras. Até tentei “dar aulas” para a Patê (colaboradora e bff).

12 anos

Witch – 13 anos (sempre fui a Irma <3 )

Tentei desenhar mangá também, por influência dos animes, então comprei revistas ensinando e pratiquei bastante, foi meu primeiro contato com proporções e os primeiros passos para desenhar figura humana.

Claro que até ai não tinha intenção de seguir profissão nenhuma, nem cheguei a cogitar, afinal não é uma profissão que as pessoas costumem levar a sério, muito menos família. Mesmo que as pessoas da escola e amigos da família dissessem que eu tinha talento “óh, vai ser desenhista”.

Tive fakes no orkut dos 15 aos 20 anos, editei tantas fotos e criei tantos layout para o perfil que acabei aprendendo muito sobre photoshop e design. Esse era meu hobbie na internet, inclusive a única coisa que me motivava em um período de depressão.

Continuei desenhando eventualmente depois que comecei a faculdade, bem menos e nada a sério. Algumas pessoas sabem que fiz 1 ano de jornalismo e depois 1 ano de farmácia e abandonei. Foi quando estava em farmácia, depois de desenhar uma amiga que me aconselhava muito e que sabia o quão atormentada eu estava com o curso, que realmente ouvi o “Você deveria ser desenhista” como uma real possibilidade.

Desenhei olhando imagens do google.

Logo que entrei em Publicidade arrumei um estágio na própria faculdade, na área de criação e pronto, minha cabeça explodiu, com o tempo acabei vendo que o design, que eu gostava e comecei a estudar mais logo que entrei, não era bem a área que eu queria, mas sim ilustração.

Aprendi a mexer no ilustrator e achei sensacional pela praticidade, mas eu já era apaixonada pelo Photoshop e foi na pintura digital que me encontrei. No trabalho os estagiários não tinham direito a tablets e eu ainda não tinha em casa, por isso eu pintava com o mouse.

Ess ilustra foi uma das primeira e feita no mouse:

O trabalho me incentivou a fazer um curso de desenho de um ano, na Quanta Acadêmia de artes. Lá estudamos os tópicos Anatomia, Anatomia detalhada, Composição, Composição cromática, Perspectiva, Animais, etc. Ainda me arrependo de não ter praticado tanto quanto deveria enquanto fazia o curso, mas na época eu trabalhava e estudava, mal tinha tempo para dormir. Gostaria de voltar lá para fazer mais cursos e recomendo fortemente!

No comecinho do curso

Usei o blog como desculpa para ilustrar aleatóriamente, treinando. A ilustra abaixo foi do post de contos de fadas não açúcarados.

Eu demorei demais pra gostar do que eu fazia, foi bem no final do meu estágio, o blog já tinha mais de um ano. E foi só quando comecei a gostar que me senti confortável para trabalhar com isso, produzir projetos e receber por eles.

Quando ganhei minha mesa digitalizadora tive um pouco de dificuldade, mas não tinha tanto tempo para treinar quanto gostaria, ela ficou encostada alguns meses. Deu problema na pressão, driver e tive de persistir muito para aprender e ainda acho que não estou 100%.

O resultado você acompanham aqui no blog em tempo, real, hahaha, mas tem mais ilustras no meu portfólio e na fanpage:

Behance | Fanpage

Mais dos meus sketchs (antiguinhos porque estou desenhando quase nada no papel ultimamente):

desenhos tortinhos de uns dois anos atrás

Aquarelado com lápis

Kate Winslet nada parecida em Pontilismo

Minhas páginas favoritas são as que usei valente como referencia

IMG_7577

Dicas para quem quer começar

  • Pratique;
  • Use referencias;
  • Se baseie na realidade
    Desde a época das cavernas o ser humano se baseia na realidade para desenhar (pinturas rupestres lembra?), desenhe as pessoas em volta, os cenários, objetos, tudo. Ter memória de como as coisas são, é o que faz que você esteja preparado para ilustrar sem referencias.
  • Desenhar montando estrutura por trás é bem chato, mas é necessário no começo, até que você aprenda onde cada coisa deve ficar;
  • Tenha disciplina, caso não tenha, procure cursos;
  • Nunca deixe de estudar, seja por meio de curso ou sozinho;
  • A comparação com outros ilustradores é comum, mas não se ponha para baixo com isso, continue treinando.
  • Não se abale com críticas e saiba diferenciar as construtivas das ofensivas.
    Muitas vezes achamos que o desenho está perfeito e outra pessoa nos diz que não está, comece a estudar a possibilidade de que seja verdade mesmo. Hoje em dia eu olho para trás, para esses desenhos acima, que eu achava perfeitos na época e consigo ver os erros gritantes que eu cometia. Não seja arrogante, aceite e estude.
  • Não use as palavras “talento” e “dom” como desculpa.
    Quase nada na vida vem de graça, é preciso esforço e determinação. Colocar a culpa do seu avanço não ter sido tão rápido quanto o de outra pessoa em dom, uma coisa fora do seu controle, ao invés de tentar mais e mais para conseguir, é errado e te atrasa. Se você quer mesmo, abra sua mente e se permita aprender, absorva os detalhes, nunca encare como perda de tempo, tudo é aprendizado.
  • Não desista!

Espero que tenham gostado e caso queiram encomendar comigo ou fazer um orçamento, pode entrar em contato pela fanpage, ou um dos emails abaixo:

contato@faltouacucar.com | carla_ccns@hotmail.com

ps: Tenho que citar também que esse post responde uma das perguntas da sdesara (snap) para o último vídeo de perguntas que fiz

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

02 de jul 2015

capa calendário 2015 cópia

Oláá, atrasei o calendário de Julho pelo motivo que a maioria já sabe, ontem foi meu aniversário (23 anos, :( ). Faz tempo que eu queria fazer esse calendário, mas esperei lançarem o filme dos minions, hahaha. Espero que gostem no calendário e novamente ele também vem em versão tablet e celular.

HD BIG-Recuperado cópia

1280×800 | 1920×1440 | 1560×1600

tablet 1280x800

1280×800

 SMARTH1 cópia

320×480

Espero que tenham gostado, beijo beijo! :D

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

Página 1 de 212
 
ir ao topo