07 de set 2016

o mundo de dentro_12

Nome: O mundo de dentro
Autoras: Bruna Vieira e Lu Cafaggi
Editora: Nemo
ISBN: 9788582861707
Número de páginas: 80
Sinopse:Bruna ainda não conseguiu fazer amizade com nenhum de seus colegas na nova escola. Ela vislumbra, então, uma boa oportunidade para começar a se enturmar na primeira festa da turma, que acontece naquela noite. Contados pelos pontos de vista dos outros personagens da história, cada capítulo desta HQ revela um pouco de como foi a festa, que acabou trazendo para Bruna uma grande surpresa.

Oi gente, essa foi uma das minha aquisições da Bienal e era também lançamento do livro. Esse é o segundo livro da parceria entre Bruna Vieira e Lu Cafaggi.
Tem resenha do primeiro livro aqui.

Por mais que tenha sido na Bienal e lá tenha vários stands de descontos, paguei carinho nesse livro (R$36,00), imagino que por conta da estréia, mas se houverem outros hq’s na série, o valor realmente deveria ser menor. É uma leitura rápida, li todo durante o almoço na Bienal mesmo.
No livro anterior tive a impressão que a Bruna ainda era uma criança, mas nesse já temos a Bruna pré adolescente, isso fica claro nos detalhes das ilustrações.
É legal reparar também nas referencias nos quadros do cenário e nomes de capítulos.

A história gira em torno de uma festa em que algo deu errado e no decorrer a história passa pelo ponto de vista de vários personagens, quase como um episódio de série de tv.
As ilustrações estão impecáveis, amei principalmente esse efeito de pintura negativo.

Algo que achei muito legal foi essa página no meio do livro, onde é possível cortar as roupinhas e encaixar na Bruna. Eu adorava brincar disso nessa idade (11-12 anos), engraçado como na época não tinha nem internet e nós fazíamos as mesmas coisas sem saber.


O final do livro aborda menstruação, que as vezes é tratado como um tema polemico, mas pras meninas que estão nessa fase, é super útil. E apresentaram o coletor menstrual como opção também, palmas. :D

Uma coisa que me incomodou um pouco foi descobrir como funcionou o processo de co-autoria, que a história do livro não aconteceu bem como contado. Ainda tenho um pouco de dificuldade para entender, porque essa série de livros parece tão biográfica, mas se for pensar a Bruna do livro é um personagem baseado na vida da Bruna real.

Enfim, me contem se gostaram nos comentários. ♥

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

04 de jan 2016

Nome: Quanto tudo começou em Quadrinhos
Autora: Bruna Vieira e Lu cafaggi
Editora: Nemo
ISBN: 9788582861318
Número de páginas: 80
Sinopse: Bruna tem uma lista secreta de sonhos que nunca contou para ninguém. Em uma cidade tão pequena que você provavelmente nunca ouviu falar, sua história começa. Nem tão alta, nem tão magra, nem tão divertida. Dizem que ela queria fazer as malas e explorar o mundo, mas antes disso vai precisar lidar com a timidez e enfrentar os primeiros dias na nova escola. Viajando com andorinhas e descobrindo as pontes que ligam a vida de uma garota comum aos seus sonhos, Bruna Vieira encontra o traço delicado da premiada ilustradora e quadrinista Lu Cafaggi, nos presenteando com a história de uma jovem que aprendeu a amar a vida e a si mesma antes de conhecer o mundo lá fora.

Desde o lançamento estou querendo esse livro, sou mega apaixonada pelo trabalho da Lu Cafaggi e super me inspiro na historia da Bruna Vieira, a parte que conheço pelo menos, porque apesar de acompanhar online, ainda não tinha nenhum de seus livros.

Faz um tempo também que não comprava nenhum livro em livraria física, porque online é bem mais barato (Paguei R$25,00, online está R$18,00), mas não consegui me segurar vendo os detalhes do livro em mãos. Foi tudo muito bem pensado.

São poucas páginas, mas muito bem detalhadas, quem acompanha a Bruna pode pegar facilmente as referências nos desenhos, como por exemplo as andorinhas distribuídas ao longo dele.

É fácil se identificar, ele conta a história de quando Bruna trocou de escola e todo mundo que já teve que fazer essa passagem, sabe como foi difícil, me lembrou inclusive o dia meu primeiro dia de aula na faculdade.

Apesar do livro ter pouco tempo, a representatividade das ilustrações o completa muito bem. Como essa cena abaixo, onde ela caminha por um corredor cheio de gente, se sentindo pequena e entra na sala se sentindo enorme, conforme as pessoas a notam ou não, muito bem sacado.

45454545545

Unhas cagadas, olhe para o desenho

Mais algumas doses de fofura e de repente, uma receita de bolo:

IMG_1708

Além de espaços em que o leitor pode interagir com o livro, anotando suas próprias experiências em situações semelhantes, há uma playlist com músicas da época (tem um qr code e um link para ela no Spotify, mas acho ela não existe mais), fotos, algumas com intervenções em desenho, da infância da Bruna e comentários da Lu Cafaggi no final.

IMG_1323

Vi criticas negativas a ele, mas não concordo com as mesmas, o livro entrega o que promete, apesar de não seguir as características de um hq comum, principalmente porque a maioria dos desenhos não se prendem a quadros.

No geral valeu a pena compra-lo e estou muito feliz com ele, recomendo. <3

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

25 de set 2014
1

Nome: O Fantasma de Anya (Anya’s Ghost)
Autora: Vera Brosgol
Editora: Jangada
ISBN: 9788564850323
Número de páginas: 224

Como sou super protetora com vocês, vou novamente esconder a sinopse cheia de spoilers, hahahha. Me agradeçam depois!

 

Atribuí: 3
Olá, vim apresentar mais um HQ para vocês.
Nunca fui de ler muitas histórias em quadrinhos (tirando turma da Mônica e um pouco de Naruto), mas quanto mais me aprofundo na ilustração mais tenho vontade de ter trabalhos de outros artistas guardados.
Confesso que novamente me deixei levar pela capa e adivinhem, o conteúdo não decepcionou.
O livro conta a história de Anya, uma adolescente russa nos Estados Unidos.
Meio crisada, já começa o livro de dieta e luta para se integrar na escola. O problema dela é o mesmo que eu passei no ensino médio, sim, aquele negócio do bulling e de tentar mudar para ser aceita.
Um belo dia, depois de pagar um mico colossal por ser ingênua ela se afasta do ponto de ônibus e cai em um buraco. Fim!
Ok, mentira, ela cai no buraco e encontra a fantasminha Emily e é aí que tudo começa a mudar!
Emily começa a “ajudar” Anya na escola (colando nas provas) e a conquistar o carinha perfeito (que já é comprometido).
Anya também tem uma melhor amiga revolts e confesso: pensei que era um menino até quase o meio do livro.
2
O livro tem quase uma “moral da história”. Que é, resumindo, não deixe de ser você mesma por causa dos outros, pare de desejar ter a vida de outras pessoas, você nem mesmo sabe como realmente é.
Ah, tem também uma espécie de “A vingança nunca é plena, mata a alma e a envenena”, mas chega, sem spoiler, hahaha!
O papel das páginas é como o de revista, só que com a gramatura um pouco maior, mas ainda assim tem que tomar bastante cuidado na hora de virar. O livro é todo em tons de roxo, mas por um momento me perguntei se inicialmente a intenção era ser preto e branco, seja lá o que for, o resultado ficou lindo.
4 3
Descobri que a autora, Vera Brosgrol, é uma premiada cartunista e animadora russa e emigrou para os Estados Unidos quando pequena, ou seja, ela baseou a história de Anya em sua própria. Fiquei muito feliz ao encontrar o blog dela e descobrir ainda mais ilustrações lindas.
Blog da Autora

Comprei esse livro na Bienal, saiu por R$ 19,00, e até o presente momento está por R$ 19,90 no Submarino.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

Página 1 de 212
 
ir ao topo