14 de mar 2017

Hey pessoas, aqui é a Bia, nova colaboradora do blog para a categoria TV e Cinema, e para o meu primeiro post eu resolvi trazer para vocês uma pequena listinha de documentários que podem ajudar a entender o movimento feminista é a importância dele na nossa sociedade. Escolhi falar um pouco sobre essa temática por duas razões principais:

1ª: Dia oito foi o dia das mulheres e considero que é uma época bastante importante para a gente pensar o quanto ser mulher significa ser um ser de luta. Luta por espaço, por voz, por direitos…
2ª: Até hoje o feminismo é um assunto que incomoda muita gente, principalmente pela grande quantidade de “desinformação” que circula na internet, então considero de extrema importância a gente buscar e mostrar materiais que possam desconstruir isso. E acredito que esses documentários podem ajudar.

Agora chega de razões do porque desse post e vamos a lista, ela não é muito grande pois não é tão fácil encontrar documentários sobre mulheres ou temas da nossa vivencia. Aquela coisinha chamada representatividade já tá em falta nos filmes/séries, imagina nos documentários.

THE HUNTING GROUND

Um dos documentários que aborda, na minha opinião, uma das maiores lutas do movimento feminista e um dos maiores problemas sociais que a gente tem no mundo, a cultura do estupro. O foco do documentário é mostrar, através do relato de alguns vitimas, os inúmeros casos de estupro nas universidades americanas. Mesmo que a nossa realidade seja um pouco diferente, eu acredito que a grande questão ao assistir esse documentário é que ele mostra como a cultura do estupro é algo que está internalizado na nossa sociedade. Como é comum culpabilizar a vitima e esconder o que aconteceu. Além disso, ele também aborda uma outra questão bastante importante ao discutir essa temática, que nem sempre o agressor será alguém que a gente não conhece, pode ser alguém da família, alguém que estuda na sua sala, enfim, alguém que é da sua convivência social.

Uma curiosidade é que a cantora Lady Gaga foi quem produziu a musica tema e a musica, inclusive, foi indicada ao Oscar. Ela abraçou o projeto pois foi estuprada enquanto estava na universidade, então a apresentação da musica para a cerimonia também é bastante emocionante, recomendo vocês assistirem depois do documentário.

Ah! O documentário está disponível na Netflix.

CLANDESTINAS

O aborto ainda é considero crime no Brasil, mas isso não impede que ele seja realizado. E esse documentário vai relatar exatamente isso, historia de mulheres que, por diferentes motivos, já realizaram um aborto. É um documentário incrível e emocionante que com os seus vinte e poucos minutos de duração consegue quebrar muitos preconceitos.

Ele está disponível no youtube gratuitamente, então vou deixar o vídeo aqui para vocês.

SHE’S BEAUTIFUL WHEN SHE’S ANGRY

E claro, não poderia deixar de fora dessa lista um documentário que falasse um pouco sobre a historia do movimento. Esse é um documentário que eu já adoro desde o seu titulo, She’s Beautiful When She’s Angry (ela é linda quando está brava), que é super provocador. Nele vamos conhecer um pouco da luta das mulheres contra o feminicídio, estupro, aborto nos anos de 1966 a 1971. Mas, pra mim, as duas grande questões dele é que:
1. Mostrar grandes mulheres que lutaram para que hoje pudêssemos estar aqui falando de questões tão importantes da vida das mulheres e 2. Dá um choque ao mostrar como algumas questões ainda são tão atuais.

O documentário é realmente muito bom, pois também mostra que uma luta sempre está atrelada a outra quando faz o recorte para questões das mulheres negras e das mulheres lésbicas.

Ah! E esse também está disponível na netflix.

Então é isso, espero que vocês tenham gostado e não deixem de me contar nos comentários qual ficou mais interessado em ver ou se já viu algum. xoxo :*

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

24 de dez 2016

o-som-do

Quem já não sentiu aquela vontade de morrer quando está assistindo alguma coisa com a família e passa uma cena imprópria ou constrangedora e você não tem para onde fugir?

Poisé, é bem fácil chocar a família tradicional (ou não, rs) Brasileira, então aproveitei que estava aqui procurando uns filmes para assistir com a minha mãe no Natal. Todos os filmes estão atualmente no Netflix, alguns são antigos, mas para quem não assiste a muito tempo pode ser divertido. Inclui algumas animações, mas elas são tão adultas, sério, um amor. ♥

A lenda dos guardiões

O estranho mundo de Jack (The Nightmare Before Christmas)

Wall.e

Encantada (Enchanted)

A invenção de Hugo Cabret (Hugo Cabret)

O som do coração (August Rush)

Uma manhã gloriosa (Morning Glory)

Operação Cupido (The Parent Trap)


Hair Spray

O todo poderoso (Bruce Almighty)

Se você quiser maratonar uma série de tv em família, eu recomendo Stranger Things e Raising Hope.

Feliz Natal pra vocês, espero que curtam os filmes, beeijo.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

27 de set 2016

Sabe aquele mini ataque cardíaco que temos ao começar um filme de terror que diz ser baseado em fatos reais? E conforme o filme vai rolando você fica tentando descobrir qual parte ali foi verdade, porque se for mesmo, o monstro pode vir te pegar, hahaha. Sabendo do efeito que essa frase causa nas pessoas, cada vez mais filmes a carregam e nem sempre a história realmente aconteceu. Separei alguns filmes, os mais recentes, conhecidos e que lembrei de cabeça.

Contatos imediatos de 4º grau

Demorei para ver esse filme, justamente pelo medo que as pessoas me colocaram e talvez por ter esperado alguns anos e aprendido umas coisas sobre vídeo, não acreditei na veracidade do mesmo. Quando o filme começa, a primeira cena é, na verdade, a atriz Mila Jovovich – Sim, a atriz, que já era bem famosa na época, dizendo que aquela história era baseada em fatos reais, que haviam provas documentadas e estatísticas. Durante o decorrer do filme, muitas vezes a tela se divide para mostrar a cena do filme e a tal evidência documentada.

A cidade Nome, no Alasca, onde eles dizem ter acontecido a história e a cidade que aparece nas imagens no filme, nem é a mesma. Nome é cercada por neve (Hello, Alasca) e teve casos de desaparecimentos, geralmente de viajantes, o que fez famílias se preocuparem que houvesse um serial killer a solta. E as pessoas que aparecem da filmagem “real” no filme, que eu já tinha achado muito bem enquadradas para serem verdadeiras, são atores, depois de um tempo apareceram no imdb e tudo, ou seja, tudo falso. Mas não quer dizer que os alienígenas não existam, só acho que se eles realmente vierem pra cá, estamos perdidos de vez.

A bruxa de Blair

Acho que da Bruxa de Blair todo mundo sabe, mas já que lançou o segundo filme, vamos reforçar. A história do filme não é real, ainda que os diretores tenham criado um background histórico super convincente, sobre uma mulher acusada de tirar sangue de crianças, crianças desaparecidas e equipes de resgate mortas ao tentar encontra-las. O filme parece tão real porque foi filmado em primeira pessoa, pelos próprios atores, que praticamente improvisaram as cenas e falas. Ele foi gravado em 8 dias em um parque estadual em Maryland, os três atores realmente dormiram lá e durante a noite a produção do filme os assustava de verdade. E criaram um site, na época que a internet mal existia, que acabou divulgando.

Os estranhos

Quando perguntado a respeito o diretor do filme disse que se inspirou em casos em que pessoas tocam a campainha de casas e no caso de não haver ninguém, furtam a casa, ou seja, não existe uma história de terror ou semelhante de serial killer em que o filme tenha se baseado.

Possessão

Apesar de bem simples e assustador, a história do filme não aconteceu, a única coisa de real é que as caixas que guardam Dybbuks realmente existem, espalhadas pelo mundo.

Bom gente, é isso, se souberem de mais algum filme, me contem. :D

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

Página 1 de 3123
 
ir ao topo