23 de mar 2017

Hello guys, how are you doing?

Não, não tão no site errado não, ainda estamos aqui nessa coisa maravilhosa! E SIM, hoje falaremos um pouco sobre como treinar esse seu Inglêzinho! Vocês fazem curso de inglês? Aprenderam sozinhos? “Nossa Sue, mas dá pra aprender sozinho? SIM, MUITA COISA!

“Mas tá muito difícil!”

As pessoas tem o costume de achar que aprender inglês é só pagar um curso, mas tem muito mais envolvido. Mesmo quando você faz curso – o que vale muito a pena! – você ainda precisa cuidar do seu self learning, que é a prática de aprender sozinho. Por isso, antes de começar qualquer coisa, um aviso importante: NÃO DESISTA FÁCIL.

Se você ainda está num nível básico e quiser tentar, TENTE! Uma boa sugestão é pegar aquele livro que você já leu 500 vezes e ler ele em inglês. Você já vai saber 80% do que tá acontecendo ali, e só associar na sua cabeça as ideias, só que agora em outra língua.

Se você já está num nível intermediário ou avançado, ótimo! Ler vai ser uma coisa muito legal, mas só se você sentir que não deve depender de tradução!

“Como assim não é pra traduzir?”

Ao invés de ler traduzindo (o que obviamente vai levar mais tempo do que deveria), é sempre bom imaginar a cena que tá rolando, igualzinho com um livro em português! Saiba que vão surgir palavras que você nunca viu na vida, é normal! Ao invés de procurar traduzir essas palavras, tente entendê-las pelo contexto.

Por exemplo:

“I know you didn’t like me as much I liked you. I know you would rather been with him, and I dealt with that a long time ago. I’m over it.”
Anna and the French Kiss, Stephanie Perkins

Preste atenção na parte em negrito. Pode ser que você não faça ideia do que essa frase significa, pois trata-se de algo que você só aprende nos livros avançados. Porém perceba o contexto! A pessoa está comparando um personagem com o outro. Pensando nisso, não dá a impressão que esse “you would rather been with him” é a preferência de com quem a pessoa está dialogando?

Nisso você não precisou de tradução e nem de dicionário e nem de nada. A dedução vai ser uma importante arma, principalmente em estruturas gramaticais. E, se você preferir, você pode colocar um post-it pra pesquisar sobre aquela estrutura mais tarde e estudá-la! Viu que bonitinho e fácil? Não tem erro!

O mesmo se dá com palavras. Tente entendê-las, mesmo se não estiver certo do que está lendo. E aí marque a palavra pra depois pesquisá-la em um dicionário de definição.

Com qual livro devo começar?

Os livros mais tranquilos de se ler em uma língua estrangeira são aqueles que tem adolescentes como protagonistas. Esse tipo de livro é geralmente ambientado na escola ou na casa do protagonista, o que indica vocabulário tranquilo de lembrar e, caso necessário, deduzir.

Os diálogos também são, em sua grande maioria, informais. Portanto, as frases são estruturadas de maneiras simples.

E, por fim, eles usam muitas gírias! Isso pode ser útil – e muito! – pro seu desenvolvimento linguístico.

Uma ferramenta amor!

Depois que eu descobri o Kindle minha vida mudou. Eu lia muito em inglês, mas era muito dependente de post-it pra ir lembrando as palavras que aprendi.

O Kindle tem uma função que te dá a definição das palavras, chamado Dicas de Vocabulário, então a leitura fica mais dinâmica e certa.

Além disso, você tem um dicionário de definição ali na mão, só apertar a palavra que ela fica em negrito e você já pode ser feliz. :)


E, tratando-se de loja virtual, os livros em inglês são sempre mais baratos do que a versão traduzida. Tipo muito mais baratos! Tipo uns 20 reais mais baratos, dependendo do livro claro!

Mas se ainda preferir a versão física, as coisas ficam ao contrário. Ainda assim, vale a pena pagar um pouquinho mais caro na versão em inglês! Em livrarias grandes, como Saraiva Mega Store e Livraria Cultura, você pode achar vários títulos legais.

Nota da Carla:
Oi gente, invadi o post para fazer uma sugestão ótima envolvendo livros e inglês. Uma coisa que me ajudou muito foram os audiobooks em inglês, para melhorar o listening, comecei a ouvir os livros que já havia lido, acabei viciando e passei para séries inteiras (como Harry Potter, Divergente, Jogos Vorazes e Vampire Academy). Dessa forma, quando estou lendo algo em inglês, se não entendo a palavra ou expressão, leio ela em voz alta e pela sonoridade lembro seu significado. Beijo beijo.

Se  joga!

Migxs, o negócio é meter a cara e não ter medo não! Você pode até combinar com seus amigos e montar um clube do livro, onde cada um contribui com um título e depois vocês brincam de ensinar um ao outro tudo o que aprenderam.

E vai ter muito a aprender! Só não ter medo e seguir seu coraçãozinho, sempre.

Se você gostou desse post e quiser algumas indicações de o que ler em inglês, só deixar aqui nos comentários! :)

Um peixo no core,

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

08 de out 2015

what

Não é todo mundo que tem grana pra pagar um curso de inglês, falo por mim, quando tinha um dinheiro sobrando, trabalhava tanto que não tinha tempo ou escolhia outros cursos no lugar. O que acabou acontecendo, depois de tanto adiamento foi que aprendi muito sozinha.
Hoje, apesar de ainda ter dificuldades na escrita e ser super medrosa ao responder em diálogos, compreendo muito, tanto ouvindo quanto lendo.download

Assista filmes e séries

Pode parecer besteira e quando eu estava lá pelos meus 12 anos e ouvi essa dica pela primeira vez, não achei útil. Mas conforme os anos foram passando, assistir coisas legendadas, fez com que eu conseguisse entender muito do que se fala, a ponto de hoje eu não precisar mais das legendas, entendo o que eles estão dizendo.
Assistir uma série que tenha muitas temporadas, como FRIENDS e House, pode ajudar, porque você pode observar o dia a dia dos personagens, pegar sotaques e piadinhas, entender referências de outros países com mais facilidade.
Assistir filmes de gêneros diferentes também, para pegar termos técnicos que não são ensinados em cursos, só se aprendem com a vivência.
Muita gente aprende também com jogos, tudo é válido, mas não vou citar diretamente, porque não foi o que aconteceu comigo.

Ouça Audiobook em inglês

O próximo passo para mim, foi me desvincular da imagem, dessa forma eu não teria escolha a não ser entender. Peguei audiobook de livros que já tinha lido em português. Dica: Se puder pegar Harry Potter, foi o mais legal que já ouvi até hoje.

Duolingo

Para as coisas que não consigo compreender e um pouco de gramática, de forma mais interativa, uso o duolingo, o site vem do básico e funciona como um joguinho. Quando mais responde, mais troféus. O ideal é estudar um pouco por dia, mas como quase nunca dá tempo, vira e mexe entro e passo algumas fases. Ele também permite que você faça um teste de nivelamento e adicione o resultado ao linkedin.

Cante/fale sozinho

Para ajudar na pronuncia, cante, nem sempre temos coragem ou com quem falar inglês, então cante, pegue a letra das músicas e tente, com o ritmo é bem mais fácil. Tente repetir frases/diálogos de personagens de filmes e séries que você gosta, também. Eu Usava o Karaokeparty para cantar, mas atualmente ele está desativado para o Brasil. O Smule – Aplicativo karaokê em que dá até mesmo para fazer duetos e cantar em grupos – também mostra as letras,  é bem legal (era lá que a Jessie J cantava com a galera, lembra?).

Leia livros em inglês

Começando por livros que você já leu em português ou usando o auxílio de um dicionário, fica mais fácil. Estou nessa fase, hahaha, é mais difícil de encontrar os livros em inglês para vender, porém, edições muito mais bonitas que dos livros traduzidos. Vale lembrar que lendo melhoramos nossa escrita, além da capacidade de compreensão.

Essas são as alternativas para quem não tem muito tempo ou paciência para pegar apostilas e livros de inglês e treinar regularmente. Insira o idioma na sua vida, logo você estará pensando em inglês e algumas vezes sabendo o que a palavra significa no outro idioma, mas não sabendo traduzir para o seu, hahaha, acontece.

Ainda assim acho que se você tem a disponibilidade de fazer um curso, não há porquê não. Quando eu puder farei e sei que isso tudo que fiz por fora, vai me ajudar quando chegar lá, espero que tenham gostado das dicas, beijo.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

Postado por:
Carla Nascimento

Posts relacionados:

5 comentaram

 
ir ao topo