23 de nov 2017

Esse post contém muitos questionamentos, se prepare.

Já reparou como a gente se mistura? Nós somos bolos de ingredientes e referências. Sempre que vemos uma série com muita referências e entendemos ficamos impressionados e passamos a procurar se não perdemos alguma, mas se o objeto de observação fosse você, será que saberia dizer de onde veio cada pedaço. O discernimento e honestidade do meu pai, a temperança e mania de mudar os móveis de lugar da minha mãe.

Onde você aprendeu a gostar de algo, fazer algo ou até parar de fazer algo. Comecei a roer as unhas por causa da minha tia Ana, que ficava comigo de babá.

Qual foi a ultima vez que você se sentiu dessa forma?” foi a pergunta e o habito, já que sempre me pergunto agora, que aprendi com o pai da minha amiga Juliana, que é hipnoterapeuta. O senso de aventura e a sensação de pode contar sempre com a própria Juliana.

Esse colar lindo comprei na feirinha do Embu das Artes

Se cada pessoa realmente se divide entre quem é e quem gostaria de ser, como vou saber em qual dessas partes essas informações foram armazenadas e onde o outro termina e onde eu começo. A bobeira, simplicidade, espontaneidade, vontade de defender os ideais e Legião Urbana da minha amiga Karina do ensino médio.

Mas talvez nem todas as pessoas sejam assim, esponjas ambulantes, que sentem tudo e precisam absorver gostos e costumes de tantos para entendê-los. Os livros e filmes, Harry Potter e Londres da Patê.Sabe aquela sensação quando você termina um namoro e não consegue mais ouvir a música tema do casal, imagine isso com tudo na sua vida. O amor por algo menor que eu e a sensação de estar sempre alerta por alguém que não eu, ao Cherry, meu cachorro.

Realmente acredita e gosta do seu time, sua religião, seu partido político ou só seguiu o gosto da maioria, da sua família e amigos e não questionou? O misticismo e vontade de conhecer tudo da minha melhor amiga de infância Andressa.  

Você quer conhecer o lugar ou comprar determinada coisa porque gosta de conhecer lugares novos e fazer compras ou porque viu alguém fazendo e ficou com inveja? A inspiração pra criar um blog, treinar aquarela e fotografia da Melina Souza.

Você se parece na vida real com a versão vende nas redes sociais ou faz um personagem e torce pra ninguém descobrir? Como trabalhar em conjunto com pessoas que você ama e odiá-las ao mesmo tempo com Bruno e Everton.

Nos estados unidos hoje é dia de ação de graças, onde as pessoas costumam agradecer por coisas, é uma pena que nós não temos isso aqui, sinto que esse dia de gratidão faz falta, que deixamos as coisas passarem sem dar os devidos créditos, o mérito das ações e aprendizados.

Tentamos saber de onde viemos, nossas origens, quem são nossos descendentes, mas reparamos pouco em quem realmente nos influenciou a sermos quem somos. Não os ídolos, semi-deuses da tv, mas as pessoas que passaram pelas nossas vidas. Obrigada todo mundo, inclusive os não citados, até quem me machucou me ensinou algo. ♥

O look de hoje foi fotografado pela Simone, Bárbara e Paula, no feriado da consciência negra, nos encontramos para comer/conversar/fotografar e apesar da garoa de São Paulo que desanima rolês, foi bem divertido. Escolhi um look confortável que era para parecer grunge anos 90, mas cansei da camisa e acabei tirando, se transformou em preto básico e jaqueta jeans.

As luzes nas fotos são da decoração de Natal do Shopping Center 3, para quem tem interesse em fotografar nelas também, as fotos ficam lindas.

Nesse look usei: Blusa de alças: hering Camisa: Brechó Samburá Saia e jaqueta: C&A Sapato: Via Uno

Look Ilustrado da vez:

 

 

Você pode encontrar um look como esse ou muitas outras peças legais para presentear as pessoas que te fizeram quem você é, usando o Lounge A, um site de buscas com 500.000 peças  de mais de 3.000 marcas diferentes. E com o sale alert você ainda encontra as melhores promoções, aproveita que amanhã é black friday!

Esse post contém propaganda paga, todas as opiniões no mesmo são sinceras.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

 
ir ao topo