19 de dez 2014

Oie gente!
Hoje vou falar sobre o que importa: dinheiro. Quanto custa fazer um intercâmbio?
Bem, vou dar uma resposta beeeem clichê, que eu cansei de ler em blogs por aí: depende. Depende do que? Depende do seu estilo de vida, se você pretende cozinhar, se vai morar em casa de família ou acomodação compartilhada, etc., etc., etc…. Todos esses fatores fazem uma diferença danada no orçamento e também variam de acordo com o país escolhido.

Por exemplo, nos pacotes que eu orcei para fazer um intercâmbio em Montreal, Canadá, a opção mais em conta era ficar em casa de família com meia pensão (café da manhã e jantar inclusos). Entretanto, no meu pacote para Malta, ficar numa acomodação compartilhada self-catering (comida por sua conta), era a opção mais em conta, mesmo calculando o valor que eu gastaria com alimentação.

A cozinha/sala do apartamento compartilhado. Como dá pra ver, ele é equipado e dá pra você preparar suas próprias refeições

A cozinha/sala do apartamento compartilhado. Como você pode ver, ele é equipado e dá pra você preparar suas próprias refeições

Ok, Juliana, mas e os valores? Sim, eu sei que essa é a parte que realmente importa, o que todo mundo quer é ter uma noção de quanto realmente irá gastar para fazer um intercâmbio. Então anota aí:

8 Semanas de Curso de inglês + Acomodação em apartamento com quarto duplo + transfer de ida e volta pro aeroporto = R$ 4.800,00

Passagens de avião = R$ 3.300,00 (Paguei bem caro nas passagens porque deixei pra comprar em cima da hora, mas dá pra encontrar passagem por cerca de R$ 2.700, se você ficar de olho nas promoções)

Seguro saúde/viagem para 8 semanas (obrigatório) = R$429,00

Euros para gastar com alimentação, passeios e afins = € 1.000,00 (com a cotação do Euro, na época paguei em reais R$ 3.560,00)

FACADA TOTAL = R$ 12.089,00

Como já citei num post anterior, esse pacote foi o mais barato que achei e foi todo fechado online com a agência Descubra o Mundo Intercâmbiosque é uma agência online. Eu gostei bastante do atendimento deles, não tenho do que reclamar. Muita gente tem entrado em contato comigo pedindo referências deles, por terem medo já que é uma agência online, mas vai na fé! Eu fui e não me arrependi, e eles têm pacotes de intercâmbio para o mundo todo e os preços são realmente bons! Se você entrar em contato com eles, conta que ficou sabendo da agência por mim, vou chorar pra ver se eles me dão um desconto num próximo intercâmbio. Quem não chora não mama, né? haha (O post não é patrocinado não, viu? Mas tenho indicado tanta gente, que acho que mereço um desconto, né?)

St. Julians ou em bom maltês, San Gilian =P

St. Julians ou em bom maltês, San Gilian =P

Ah! Talvez você esteja se perguntando se os € 1.000,00 foram suficientes para ficar os dois meses. Sim e não. Oi? Bem, se eu tivesse ficado só em Malta, teriam sido suficientes, mas como eu viajei para Espanha e Itália durante o intercâmbio, fora as quinhentas lembrancinhas que comprei para familiares e amigos, eu precisei pegar mais 400 euros quando já estava lá.

Mas alerto novamente, tudo depende de você. Do seu estilo de vida. Conheci pessoas em Malta que gastavam quase 300 euros numa semana só. Como? Comendo todos os dias em restaurantes, indo sempre pra balada, bebendo muito, etc…

Encontre a Juliana na foto oeeee! Pessoal querido da escola durante o intervalo.

Encontre a Juliana na foto oeeee! Pessoal querido da escola durante o intervalo.

E aí? Achou que era mais caro ficar 2 meses na Europa estudando inglês? Bom, honestamente, eu achava que era mais caro! Acredito que se eu soubesse o investimento antes, teria começado a economizar mais cedo… Se quiserem saber mais sobre gastos, comentem aí que eu respondo, ou até faço um post mais detalhado sobre gastos específicos.

See you!

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

05 de dez 2014

Hello! No post de hoje vou listar alguns lugares que visitei durante o período em que estive em Malta. Infelizmente, dois meses não foram suficientes para eu visitar tudo que eu queria, ficaram faltando alguns lugares na minha lista, mas ainda assim visitei lugares maravilhosos e que, se você tiver a oportunidade de ir pra Malta, go! Junte suas moedinhas aí e anote:

MDINA – A cidade silenciosa
Morri de amores por essa minúscula cidade com arquitetura medieval, andar por suas vielas faz você se sentir dentro de um filme! As portas coloridas, as imagens e cerâmicas de santos ao lado de quase todas as portinhas, as janelas, tudo tudo tudo <3 Você se pergunta como um celular pode estar funcionando naquele lugar tão…antigo! Sendo assim tão linda e encantadora, Mdina já foi cenário de alguns filmes e séries, como Game of Thrones.

O Portão de Mdina.

O Portão de Mdina.

As vielas de Mdina são apenas fascinantes. Na foto, com minhas flatmates.

As vielas de Mdina são apenas fascinantes. Na foto, com minhas flatmates.

O que eu mais gostava na Cidade Silenciosa eram os seus pequenos detalhes.

O que eu mais gostava na Cidade Silenciosa eram os seus pequenos detalhes.

BUGIBBA
Ouvi boatos de que Bugibba tem o pôr do sol mais lindo de Malta. Infelizmente no dia em que fui lá, o céu não estava tão limpo e o sunset não foi o mais maravilhoso que vi na ilhota, mas ainda assim, eu amei aquele lugar. Além disso, Bugibba é conhecida por ser o lugar mais em conta para se comprar souvenirs em Malta!
IMG_6158

COMINO ISLAND
A menor das três ilhas maltesas foi set do segundo filme A Lagoa Azul. Ela não é uma ilha habitada, mas está sempre lotada de turistas e é um verdadeiro paraíso! Para ir até lá, você tem que pegar um barco em Malta, que custa 10 euros o trajeto de ida e volta. Lá você encontra alguns trailers vendendo lanches, cerca de 2 ou 3. O preço de um “kit” sanduíche + batata + Coca sai por 7 ou 8 euros.

A ilha de Comino é a menor das três ilhas maltesas, e não possuí habitantes.

A ilha de Comino é a menor das três ilhas maltesas, e não possuí habitantes.

IMG_6035

A parte dos guarda-sóis à beira-mar costumam ser lotaaados, então muitos turistas, como eu se acomodam nos morros da ilha.

A parte dos guarda-sóis à beira-mar costuma ser lotaaada, então muitos turistas, como eu se acomodam nos morros da ilha.

GOZO ISLAND
A terceira ilha maltesa é maravilhosa e cheia de história. Na verdade, se você gosta de História, você vai ficar louco em Malta! Mas voltando a Gozo, é uma ilha cheia de igrejas lindas, e nela está o lugar mais lacrador de Malta: a Blue Window ou Azurre Window, como alguns chamam. Na primeira vez que estive em Gozo fiz um passeio naqueles ônibus de turismo de 2 andares (bem tiazona mesmo) e não me arrependi. Mas infelizmente, eu naquele dia não consegui descer e ver a Blue Window, vi só de longe e prometi que antes de voltar para o Brasil eu retornaria naquele lugar. Bem, voltei lá no meu último dia em Malta, e não sei se por causa do saudosismo que eu já sentia e a sensação de “eu consegui!” que tomavam conta de mim, mas aquele lugar é abençoado. Eu não queria sair dali, fiquei até o sol se pôr e saí de lá refazendo a promessa de um dia voltar (e voltarei!).

Blue Window, o lugar mais incrível que visitei em Malta.

Blue Window, o lugar mais incrível que visitei em Malta.

Vista de cima da Blue Window.

Vista de cima da Blue Window.

Mas Gozo não é só mar, e a ilha também é habitada e linda, cheia dos típicos balcões de madeira malteses.

Mas Gozo não é só mar, e a ilha também é habitada e linda, cheia dos típicos balcões de madeira malteses.

Leia mais

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

07 de nov 2014

Olá! O post de hoje será um pouco longo porque quero tentar explicar algumas coisas sobre o processo de planejar um intercâmbio. Algumas pessoas planejam com um ano de antecedência, bom, eu planejei o meu em 1 ou 2 meses…Aí você pensa: Então você não planejou porra nenhuma, Juliana? Eu planejei o máximo que eu pude, juro! E acho que se eu tivesse planejado por mais tempo teria surtado!

Malta <3

Malta <3

Primeira dúvida linda que surge: PARA ONDE EU VOU?
A menos que você já tenha um destino definido em mente, aquele sonho de criança (aposto que meio mundo aqui quer ir pra Londres), você assim como eu, só quer ir para algum lugar legal e “barato” que fale inglês. Eu fiquei realmente louca pesquisando os preços dos destinos, pedindo orçamento para mil agências diferentes, etc. As perguntas que eu mais levava em conta eram:

Esse país precisa de Visto? – É fácil obter este visto? É caro tirar o visto? Leva muito tempo? Se você não está planejando com muita antecedência, isso é bem importante. Outra coisa, saiba que se você pretende ir pro Canadá e está indo pela America Airlines, eles farão conexão nos EUA e apenas para a conexão nos EUA você precisa ter um visto de lá. Sim, só para pisar no aeroporto deles você é obrigado a ter um visto. Então, nesse caso você teria que tirar visto pros EUA e visto pro Canadá.

Balluta's Bay - E a igreja da Balluta, a minha favorita em Malta

Balluta’s Bay – E a igreja da Balluta, a minha favorita em Malta

Eu quero morar nesse país por um tempo? – De um modo geral esses países que são destino de intercâmbio são sempre lindos e aí vai muito de você decidir se aquele país seria um bom destino. Eu adoro grandes metrópoles tanto quanto gosto de paisagens naturais, então isso para mim não importava muito. Em compensação, entre frio x calor, eu sou mais o calor. Às vezes seu sonho é estudar em Dublin num inverno rigoroso da porra e tirar mil fotos na neve. Beleza, você vai mesmo gostar de sair todo dia de casa embaixo de neve? Se pergunte isso.

– Qual o custo de vida nesse país? Isso é muuuuuuito importante! Londres, por exemplo, se não me engano está entre as 3 cidades mais caras da Europa para se viver. Em compensação, Malta é um dos países europeus com o custo de vida mais em conta<3

– A passagem para esse raio de lugar é cara? As passagens costumam entrar em promoção as vezes, mas geralmente os destinos têm um preço meio tabelado.

As ruas de Valletta, e as casas com o típico balcão de madeira maltês.

As ruas de Valletta, e as casas com o típico balcão de madeira maltês.

– As escolas e as opções de  acomodação são caras? Isso varia bastante. Eu sempre orcei 2 meses de estudo + acomodação nos países que pesquisava, e as vezes o orçamento de um para o outro variava em até 4 mil reais. É grana demais! Então essa parte do processo é beeeem chata.

– Nesse país/cidade têm bastante coisa que eu queira ver? Afinal, você não vai querer ficar entediado durante o seu intercâmbio, né? Outra coisa que pesou muito na minha decisão foi o fato de Malta estar na Europa e eu queria aproveitar alguma companhia low cost (baixo custo) de avião para viajar para um outro país. E consegui visitar a Espanha e a Itália durante os 2 meses em que estive em Malta.

SmartCity - Lugar onde foi realizada a OktorberFest maltesa

SmartCity – Lugar onde foi realizada a OktorberFest maltesa

Bom, levando essas coisas acima em questão, você percebe que as vezes um país como Inglaterra, no qual você não gastará nada com visto, você terá mais gastos no dia-a-dia e as escolas e acomodações lá também costumam ser mais caras. Então tente fazer essa conta, as vezes o destino parece ser barato porque você achou uma escola legal com um preço bom, mas as passagens pra lá podem ser bem mais caras e o custo de vida também.

Levando tudo isso em conta, eu optei por Malta e não me arrependi. No próximo post vou falar sobre outras decisões importantes quando você está planejando um intercâmbio: acomodação, escola e agência. Ah! Se você tiver alguma pergunta, deixa aí nos comentários que eu respondo!

See you!

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

Página 1 de 212
 
ir ao topo