07 de nov 2014

Olá! O post de hoje será um pouco longo porque quero tentar explicar algumas coisas sobre o processo de planejar um intercâmbio. Algumas pessoas planejam com um ano de antecedência, bom, eu planejei o meu em 1 ou 2 meses…Aí você pensa: Então você não planejou porra nenhuma, Juliana? Eu planejei o máximo que eu pude, juro! E acho que se eu tivesse planejado por mais tempo teria surtado!

Malta <3

Malta <3

Primeira dúvida linda que surge: PARA ONDE EU VOU?
A menos que você já tenha um destino definido em mente, aquele sonho de criança (aposto que meio mundo aqui quer ir pra Londres), você assim como eu, só quer ir para algum lugar legal e “barato” que fale inglês. Eu fiquei realmente louca pesquisando os preços dos destinos, pedindo orçamento para mil agências diferentes, etc. As perguntas que eu mais levava em conta eram:

Esse país precisa de Visto? – É fácil obter este visto? É caro tirar o visto? Leva muito tempo? Se você não está planejando com muita antecedência, isso é bem importante. Outra coisa, saiba que se você pretende ir pro Canadá e está indo pela America Airlines, eles farão conexão nos EUA e apenas para a conexão nos EUA você precisa ter um visto de lá. Sim, só para pisar no aeroporto deles você é obrigado a ter um visto. Então, nesse caso você teria que tirar visto pros EUA e visto pro Canadá.

Balluta's Bay - E a igreja da Balluta, a minha favorita em Malta

Balluta’s Bay – E a igreja da Balluta, a minha favorita em Malta

Eu quero morar nesse país por um tempo? – De um modo geral esses países que são destino de intercâmbio são sempre lindos e aí vai muito de você decidir se aquele país seria um bom destino. Eu adoro grandes metrópoles tanto quanto gosto de paisagens naturais, então isso para mim não importava muito. Em compensação, entre frio x calor, eu sou mais o calor. Às vezes seu sonho é estudar em Dublin num inverno rigoroso da porra e tirar mil fotos na neve. Beleza, você vai mesmo gostar de sair todo dia de casa embaixo de neve? Se pergunte isso.

– Qual o custo de vida nesse país? Isso é muuuuuuito importante! Londres, por exemplo, se não me engano está entre as 3 cidades mais caras da Europa para se viver. Em compensação, Malta é um dos países europeus com o custo de vida mais em conta<3

– A passagem para esse raio de lugar é cara? As passagens costumam entrar em promoção as vezes, mas geralmente os destinos têm um preço meio tabelado.

As ruas de Valletta, e as casas com o típico balcão de madeira maltês.

As ruas de Valletta, e as casas com o típico balcão de madeira maltês.

– As escolas e as opções de  acomodação são caras? Isso varia bastante. Eu sempre orcei 2 meses de estudo + acomodação nos países que pesquisava, e as vezes o orçamento de um para o outro variava em até 4 mil reais. É grana demais! Então essa parte do processo é beeeem chata.

– Nesse país/cidade têm bastante coisa que eu queira ver? Afinal, você não vai querer ficar entediado durante o seu intercâmbio, né? Outra coisa que pesou muito na minha decisão foi o fato de Malta estar na Europa e eu queria aproveitar alguma companhia low cost (baixo custo) de avião para viajar para um outro país. E consegui visitar a Espanha e a Itália durante os 2 meses em que estive em Malta.

SmartCity - Lugar onde foi realizada a OktorberFest maltesa

SmartCity – Lugar onde foi realizada a OktorberFest maltesa

Bom, levando essas coisas acima em questão, você percebe que as vezes um país como Inglaterra, no qual você não gastará nada com visto, você terá mais gastos no dia-a-dia e as escolas e acomodações lá também costumam ser mais caras. Então tente fazer essa conta, as vezes o destino parece ser barato porque você achou uma escola legal com um preço bom, mas as passagens pra lá podem ser bem mais caras e o custo de vida também.

Levando tudo isso em conta, eu optei por Malta e não me arrependi. No próximo post vou falar sobre outras decisões importantes quando você está planejando um intercâmbio: acomodação, escola e agência. Ah! Se você tiver alguma pergunta, deixa aí nos comentários que eu respondo!

See you!

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

31 de out 2014

Olá, na última quinta-feira não consegui postar porque estava muuuito sem tempo, pois era a minha última semana em Malta e eu precisava aproveitar ao máximo. Mas tô aqui agora, e como prometi no último post vou contar como fui parar Malta…

Andando por Mdina, a Cidade Silenciosa.

Andando por Mdina, a Cidade Silenciosa.

A princípio, eu estava com um intercâmbio quase fechado para Montreal, Canadá, quando li alguns relatos em fóruns e blogs a respeito dos problemas que brasileiros estavam enfrentando para tirar o visto canadense e fiquei surtada, morrendo de medo de não conseguir o visto. Então decidi pesquisar um pouco mais e vi “Malta” num site de uma agência de intercâmbio, e ao contrário do que eu imaginava era um destino bem barato comparado aos demais na Europa, e tinha um investimento equivalente ao do Canadá, mas com alguns “plus“: não precisava de visto, calor, praias, sol (não precisar comprar roupas de frio, oi) e estar na Europa, perto da Itália, país que eu sempre sonhei visitar (e visitei!).

Blue Lagoon, em Comino.  Essa ilha foi cenário do segundo filme A Lagoa Azul.

Blue Lagoon, em Comino. Essa ilha foi cenário do segundo filme A Lagoa Azul.

Após decidir que meu destino era Malta, encontrei a agência online de intercâmbios Descubra o Mundo,  que tem um site muito bacana e dá pra você já fazer seu orçamento lá na hora, sem precisar que alguém fique te ligando ou mandando mil e-mails com planilhas de Excel. Eu fechei meu pacote com eles, tudo online sempre, e foi tudo muito seguro, a agência é excelente e eu recomendo com certeza para quem quiser fazer um intercâmbio. Não tô ganhando nada pra falar deles, mas acho que é legal indicar, já que tive uma experiência legal e escolher uma agência entre as milhares que existem é um processo cansativo pra caramba.

Blue Grotto - mais um pedaço desse paraíso.

Blue Grotto – mais um pedaço desse paraíso.

Em Malta eu morei e estudei em Saint Julians, no bairro de Paceville – o mais badalado, com uma vida noturna agitada, entrada free nas baladas e drinks grátis, o que faz com que muitos alunos surtem um pouco e percam vários dias de aula =$
A minha escola era a Ace English, e ficava a uns 5 minutos andando do meu flat *-* O que era muito, muito, muito bom.

IMG_8442

A Ace English é uma escola nova e moderna.

No próximo post eu vou contar sobre o que você pode fazer na ilhota (apelido carinhoso pra Malta) e os lugares para visitar *-*

See you!

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

16 de out 2014

Olá! Você não faz ideia de quem eu seja, mas as vezes a Carla fala sobre mim aqui no blog. Meu nome é Juliana Carneiro, sou publicitária (as vezes faço cosplay de fotógrafa também) e no momento estou terminando um intercâmbio de dois meses em Malta, e a Carla me convidou para falar aqui sobre isso.

IMG_6158

Bem, se você se perguntou O que diabos é Malta?”, você assim como eu não entende muito de geografia…Mas fique tranquilo, eu também não tinha ideia de que Malta era um país no meio do Mar Mediterrâneo. Mais precisamente, a República de Malta é um arquipélago formado por 3 ilhas: Malta, Gozo e Comino. Você pode vê-las na imagem que tirei abaixo:

IMG_6977-2IMG_5470

Apesar de ser um pontinho no mapa que ninguém enxerga, Malta faz parte do continente europeu e está bem próxima de Sicília, na Itália. Ah sim, aqui em Malta se fala inglês britânico e maltês (uma mistura de inglês, italiano e árabe), porque a ilha foi colonizada pela Inglaterra, e é um país independente há 50 aninhos apenas. Inclusive, eu estava aqui no Dia da Independência deles e acabei encontrando o Príncipe William pelas ruas de Valletta, a capital da ilha.

IMG_65311601475_858558210821586_8846428929220998705_n

Para não fazer um post gigantesco, farei mais de um post sobre isso, falando sobre a ilha, como é estudar inglês em Malta, o custo de vida e todas essas coisas que podem ser úteis para quem quer fazer um intercâmbio também. Vocês podem mandar perguntas sobre o que têm curiosidade de saber =)
No próximo post falarei mais sobre a ilha e como diabos vim parar aqui.

See you!

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

Página 2 de 212
 
ir ao topo