15 de dez 2016

Amo fotografia, sou facinada pelo fato de que podemos registrar momentos e até sentimentos, dependendo do ponto de vista de quem vê, com nossas lentes.

A primeira vez que tirei uma foto, foi com a câmera analógica da minha tia, durante uma viagem, eu tinha 4 anos. Estávamos no meio do mato, só as duas, em Pernambuco, uma das poucas vezes que viajei para lá e tudo estava verde, não havia mais ninguém para tirar aquela foto e ela não ficou tão ruim, ficou enquadrada e tudo, tenho um orgulhinho da Carla criança.

Depois, sempre que achava uma câmera analógica bolando sem querer, tirava umas fotos escondida, mas só fui me aventurar sozinha como fotografa, de foto no espelho do banheiro, lá pelos 14 anos, quando compramos uma câmera digital, que me acompanhou por muitas selfies. Eu era bem ruinzinha com ela, tirava foto de tudo e sem prestar atenção em enquadramento, luz, nada, me achava a diferentona fotografando na diagonal, hahaha, afinal era digital, não tinha filme limitando. Acho divertido pensar nessas histórias, porque assim como com os computadores, passei por esse período de transição enquanto estava crescendo.

Agora vou parar e enrolar e contar o que uso hoje para fotografar. O blog me motivou muito a fotografar mais, foi por causa do blog que comprei uma câmera melhor e depois essa melhor ainda que estou hoje. Nos primeiros 2 anos de blog, usei uma Samsung Nx1000, que era mirrorless, bem portátil e me salvou em diversos momentos, a lente da mesma era intercambiável (mas na época não havia outras opções de lente a venda no Brasil) e para quem não gosta de levar peso e quer investir um pouco em fotografia como hobbie, recomendo uma nesse estilo. Afinal de contas, quem faz o fotografo não é a câmera, mas o próprio fotografo de acordo com suas habilidades e experiências. Claro que conforme vamos evoluindo na fotografia, começamos a procurar por mais equipamento e desejar lente caras e enormes.

Quando minha Nx quebrou, depois de 2 anos, comprei minha Canon, de segunda mão, casamos, estamos juntas desde então, fim acabou o post, tchaau.

Ok, brincadeira, vou falar mais sobre os equipamentos que uso atualmente.

Câmera t3i

Foto tirada com o Iphone 7

Uso a Canon t3i tanto para fotografar quando para filmar os vídeos do canal, ainda que ela não seja uma câmera ideal para vídeos, como podem no canal, ela é bem boa. Me acompanha em todas as aventuras, porém é bem pesada – Principalmente quando está com a lente do kit a que veio na caixa, tem o visor giratório e as únicas coisas que faltam para mim, são foco automático nos vídeos e wifi (para conseguir passar as fotos direto para o celular, como eu fazia com minha Nx), funções que foram adicionadas em versões mais recentes lançadas pela marca. Ela também é intercambiável, ou seja, você pode trocar a lente por outra.

Tem quem prefira a Nikon, mas não entendo muito a respeito, sei que tem algumas diferenças, pela Nikon ser oriental e a Canon ocidental e em relação a cores, mas não posso me aprofundar, afinal só tive Canon até hoje.

Lentes

18mm – 55mm

A 18mm-55mm é a lente mais quebra galho que você respeita, hahaha. Essa é a lente que já vem com a câmera, ela é uma lente zoom, pode ser considerada tanto normal quanto grande angular, mas é bem escura, com a abertura máxima de f/3.5 (quando se está nos 18mm). Se for filmar com ela, tente usar sempre 50mm para cima, para que sua imagem não fique distorcida.

foto tirada com o Iphone 7

50mm

Desde que comprei a câmera, queria a lente 50mm, é minha queridinha até hoje. É uma ótima lente para retratos, detalhes, principalmente para quem gosta de desfoque, afinal a abertura dessa 50mm é de f/1.8. Acredito que, dentre as lentes Canon, essa seja a mais barata (em torno de R$600,00), porém há também as versões 1.4 e 1.2 com o preço bem mais salgado (R$1700 a R$6000). Há outras lentes mais versáteis, por ser uma teleobjetiva a distância focal é bem grande, então muitas vezes, você é obrigado a mover o objeto ou se mover para longe do objeto e geralmente precisa de um ambiente com bastante espaço para conseguir a foto do jeitinho que imaginou.

foto tirada com o Iphone 7

Morro de vontade de comprar outras lentes, trocar minha t3i por uma versão mais atual, porém no momento não posso (-$).

Quando não posso levar a câmera para os lugares, no dia a dia, me viro com o celular e desde que comecei o blog tive um Iphone 4, um Sony Xperia z3 e agora estou com o Iphone 7. Independente de preferencias entre Android e IOS, precisamos admitir que a qualidade da câmera do Iphone é sensacional, não por quantidade de pixels e coisas do tipo, porque sabemos que no final das contas, não adianta nada uma câmera com 20px, que aumenta o iso nas configurações, se a lente é escura.

Celular

A abertura da lente do Iphone 7 é de 1.8, e apesar de ainda operar no automático, não permitir que alteremos as configurações manualmente antes de fotografar, ela tem um auto ajuste e estabilização dificilmente superado (acredito que a câmera do Galaxy s7 seja a única que realmente pode bater de frente com a do Iphone no momento). Se eu pudesse mudar algo na câmera do Iphone seria adicionar um controle manual para balanço de branco.

foto tirada com a câmera usando a lente 50mm

Acessórios

Controle remoto para câmera e celular

Eu raramente lembro de usar meus controles, mas é sempre bom ter a opção, quando se está gravando/fotografando sozinho. Ambos funcionam a bateria e geralmente são bem baratos, o da câmera comprei no Ali (mas tem no Mercado Livre) e o do celular veio junto com meu pau de selfie e se conecta ao celular por bluetooth.

foto tirada com a t3i usando a lente 50mm e o controle remoto

Outros acessórios que tenho e/ou comprei e ainda não chegaram:

Lente fisheye e macro: Aquelas lentes que se acoplam ao celular ficaram famosas, hoje em dia vende em qualquer lugar, estraguei minha fisheye e perdi a macro, hahaha, mas pretendo comprar novamente, pois o efeito da lente é sensa.

Pau de Selfie: Recomendo ter porque o suporte do mesmo pode servir como um tripé para o celular em outras ocasiões (é só rosquear o suporte num tripé normal), além do que, se você gosta de fazer trilhas, quer tirar fotos com os amigos, etc, o pau de selfie quando bem utilizado é um ótimo acessório.

Ring light para celular: Comprei recentemente no Ali e estou ansiosa para quem chegue, nessa mesma categoria de iluminação, estão as capinhas com iluminação em volta.

Pop socket: Sei que quando tudo isso chegar pelo correio terei que fazer um vídeo pro canal mostrando, hahaha, mas já vou adiantar que os Pop Sockets são o que salvam sua vida e impedem que o celular caia da sua mão.

Gostaram do post? espero que sim, me contem o que usam para fotografar, beeijo.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

12 de nov 2015

SOFTBOX3

Oi gente, cês sabem como é importante ter uma iluminação legal, tanto para gravar vídeos, quanto para fotografar. Nem sempre o ambiente em que estamos oferece a luz necessária e uma softbox custa caro (R$300 pra cima, até onde vi), principalmente para quem está no começo e não pode investir de cara. Resolvi fazer sozinha, usei o tutorial em vídeo da Gabi e resolvi fazer um post com umas ilustrinhas pra vocês.

Você precisa de:
Tesoura
Caneta/Marcador
Estilete
Fita adesiva transparente
Papel manteiga
Papel alumínio
Cola Branca
Régua
Papel cartão preto
Uma caixa de papelão (Cheque as dimensões aqui para saber o tamanho necessário) ou Papel Paraná

Parte elétrica:
Fita isolante
Plug de tomada
Bocal para lâmpada já com fio
3 metros de fio
Alicate ou faca
Chave de fenda
Uma lâmpada (De preferencia de luz branca/fluorescênte)

Como fazer:

  • Comece cortando a caixa de papelão, você precisa de 4 quadrados de 40x40cm.
  • Em seguida meça o meio de uma das extremidades e marque 7cm para cada lado.
    Trace uma linha de cada ponto (dos 7cm) até as extremidades inferiores e corte (com a tesoura ou o estilete) fazendo um trapézio. Repita o processo nos 4 quadrados.
  • Você vai precisar de mais um quadrado de papelão de 14x14cm para a tampa, onde vai ficar encaixada a lampada.
  • Cole com cola branca o papel alumínio em um dos lados de cada uma das partes. O lado com papel alumínio vai ficar por dentro da softbox.

  • Junte os trapézios lado a lado com fita adesiva, não tenha dó, passe várias vezes para que não fique tão mole. Corte o papel cartão nas mesmas dimensões iniciais e cole em volta, caso queira que fique mais bonitinho.
  • No quadrado menor, fure um buraco do tamanho do bocal (ou um pouco menor, para que não fique tão folgado) para lâmpada.
  • A instalação elétrica é meio complicada, minha mãe que fez a minha, então qualquer pessoa consegue, pesquisem na internet ou chamem alguém que saiba (Aqui tem um vídeo ensinando a instalar tomada no fio: clique).
  • Depois de tudo instalado, enfie o bocal no buraco do quadrado menor e coloque a lâmpada por dentro (teste para ver se ela está acendendo) se ficar folgado, passe fita em volta do bocal. Junte com fita o fundo ao resto da softbox.
  • Na parte da frente, você vai precisar fixar o papel manteiga pelas laterais com fita, para que a luz do softbox não fique tão dura.

FIM, yay!

ps: Esse softbox é meio que “portátil”, por isso ele não tem o tripé, mas pela net tem vídeos ensinando a fazer um com cano.
pps: Não tem foto da minha pois sou um desastre com algumas coisas manuais, pasmem, e a minha ficou beem esquisita, mas funciona.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

03 de nov 2015

hfgkhh

Vejo muita gente pedindo dicas de assuntos e temas para postar, porque as ideias acabaram. Mas o segredo é justamente não deixar as ideias acabarem, vou dar algumas dicas, obvias para alguns, mas que servem de incentivo para quem estiver perdido.

Fale sobre tudo que tiver domínio

Pense em tudo que sabe fazer e faça uma lista do que as pessoas podem querer aprender dentro disso, o que seria legal passar para as pessoas. É importante que você tenha domínio do assunto, saiba realmente do que está falando, sem enrolar.

  • Descubra novas atividades/interesses

Quanto mais coisas você conhece e aprende, mais conteúdo para seu blog. Isso inclui buscar referencia em livros, filmes, séries, músicas, exposições, etc.

Frequente grupos de interação

Conversando com as pessoas, você pode descobrir novos temas para falar, sem ter que perguntar a elas o que fazer, o mesmo vale para conversas com seus amigos.

Listas

É possível transformar coisas do seu dia a dia em temas, compartilhando com as pessoas. Séries, filmes, músicas e até mesmo presentes que você gostaria de ganhar.

Inspiração em datas

Faça um calendário de datas comemorativas, não só as principais, mas as mais legais, como o dia da amizade, o início da primavera, etc. Usando isso como tema, some com as habilidades que você já tem e crie algo diferente.

Procure tags divertidas/crie uma

Vários blogs criam tags que contam mais sobre os autores para os leitores, você pode aproveitar uma delas, ou escolher um tema que goste e inventar uma (cheque se ela já existe e não se esqueça de creditar).

Espero que tenha ajudado, beijo :D

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

Página 1 de 3123
 
ir ao topo