20 de dez 2017

Amo soundtracks, sempre descubro músicas incríveis enquanto assisto séries e filmes, ouçam essa baixinho enquanto olham o post, porque me fez refletir a vida. Apesar que ultimamente tudo faz.

Pausei o episódio de Greys Anatomy que estava assistindo para encontrar essa música, porque achei que me refletia, o nome dela é Everything At Once (Tudo de uma vez).

Esperei essa vontade de fazer tudo passar, um cara uma vez me disse que eu não podia fazer tudo ao mesmo tempo, que eu teria que focar em algo, morri de ódio, fiz textão aqui, não aceitei. A partir dai comecei a reparar como as pessoas dizem isso, que quem faz muita coisa ao mesmo tempo não faz nenhuma direito, ainda não sei avaliar o quão corretas essas afirmações estão.

Porque concordo que quem foca em uma coisa, estuda e se dedica apenas a ela por muito tempo, eventualmente se torna especialista na mesma, compreendo a motivação das pessoas para fazerem isso. Mas como suportam? Por favor, se você é uma dessas pessoas, me ilumine. Como você conseguiu escolher apenas uma coisa, do infinito leque de coisas, profissões, hobbies, etc.

Em que momento seu autocontrole trabalhou tão fortemente a ponto de que você gostasse apenas de uma coisa ou que gostasse de várias, porém não se dedicasse a delas, permanecesse como espectador.

Me pergunto se um dia uma só paixão vai me guiar, se vou esquecer das outras, se nunca mais vou me interessar por novas coisas. Porque faço muitas coisas e todo dia encontro algo novo para a coleção de coisas que ainda quero fazer, mas não tenho tempo. Por enquanto.

Gosto disso, ser inquieta, ter a coceirinha do aprender algo novo todos os dias, mas fico curiosa sobre como a vida de uma pessoa com foco em uma só coisa é.

Essas fotos foram tiradas pela Barbara Graves, no dia da confraternização de fim de ano que fizemos entre nosso grupo de blogueiras. Essa rua é uma graça, a kombi é apenas um complemento, hahaha. O vestido foi feito pela Dona Carmen, costureira amiga, e como o look já estava muito branco, fiz um olho colorido para balancear.

Oxford vai com tudo, mas ultimamente só consigo pensar que preciso de um marrom ou caramelo. <3

Look Ilustrado:

 

Extras:

Correndo pra não ser atropelada

Uaaaau

Rindo por causa do Uaaau

Vestido: Acervo Sapato: Via Uno Batom: Bruna Tavares

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

13 de nov 2017

Há muitos testes na internet e por pior que alguns sejam, nós fazemos mesmo assim porque não conseguimos evitar, vivemos nos auto analisando e se tem alguma forma que ainda não utilizamos para nos avaliar, vamos querer, pra agora, por favor.

Esse é o melhor e mais preciso teste que já fiz e desde a adolescência não perdia 20 minutos fazendo um teste, mas vale muito a pena (Eu demorei mais do que o estimado porque penso demais para responder). São 16 personalidades e o teste avalia de acordo com suas respostas qual delas a sua mais se parece. No final do teste você recebe algumas letras, cada uma das letras significa uma coisa e elas que determinam qual das 16 personalidades é a sua.

Quando você recebe a resposta do seu, é encaminhado pra uma página enorme com um texto que parece que esta lendo a sua alma. Pra quem tiver curiosidade, o meu saiu ENFP (-T) Ativista, mas seguem abaixo todas as personalidades:

O não acaba por ai, tem outras coisas que você pode descobrir sobre você, essa parte está toda em inglês, mas é bem legal:

Tem uma parte do site que explica bem detalhadamente o que cada letra significa, vem do inglês, então por isso a letra não é a primeira letra de cada palavra traduzida, vou resumir bem toscamente:

E – I: Extrovertido ou Introvertido

P – J: Explorador ou Julgador

N – S: Intuitivos ou Obvervadores

T – F: Pensantes ou Sentimentais

–  A ou – T: Assertivos ou Cautelosos

Clique aqui se quiser ler toda a explicação.

Agora é a sua vez de fazer o teste, me conte nos comentários qual a sua personalidade, acho muito legal saber as das pessoas ♥

Faça o teste aqui

 

 

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

20 de out 2017

Essas fotos estavam guardadas aqui faz um tempo porque eu estava procrastinando para escrever esse post, por isso meu cabelo ainda está na cor antiga.

Nunca consegui usar biquinis da forma que eu acreditava que eles tem que ser usados. Como seria essa forma? Com conforto. Talvez por causa dos filmes e revistas, sempre imaginei que estar pra praia ou piscina deveria ser uma experiencia relaxante, que não envolvesse preocupações com o corpo ou desconforto se tratando da vestimenta.

Mas ai é que está, todos os biquínis que já tive ou me apertavam, marcavam meu corpo (o que me fazia pensar como meu corpo estava errado praquela peça) ou ficavam caindo (sério, já expus mais de mim do que pretendia quando as ondas batiam) ou me causavam algum tipo de abrasão. Não importando o modelo.

Os biquínis repetem e pioram o erro que as calcinhas apertadas e em formatos bizarros já causam, deformam nossos corpos e mesmo quando não os estamos usando faz com que nos sintamos desconfortáveis, porque a sociedade diz que deveríamos estar usando.

Recentemente resolvi que chega de sofrer, eu precisava de um maiô, comecei a pesquisar em lojas online, mas acabei encontrando em um brechó.

As fotos desse posts foram tiradas no quintal de casa pela minha mãe, estou tentando ensinar ela a usar a câmera e fiquei bem feliz com o resultado desse photoshoot, hahaha.

Nesse meio tempo fiquei fissurada por looks compostos por maiôs e bodys. Montei uma pasta no Pinterest com as tendencias para o verão 2018. Ainda não é um post de moda praia, mas confiram as referências para looks.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

Página 4 de 512345
 
ir ao topo