03 de jul 2017

Quem me vê sorrindo nas fotos, dando gargalhadas em vídeos não sabe das batalhas internas. Eu passo por tantas pessoas nas ruas, falo com tantas gente, e não faço a menos ideia de com o que elas lutam sempre que se levantam pra um novo dia.

E as vezes nós passamos anos e anos pra aprender uma coisa que facilitaria nossa vida em tantos aspectos, nos torturando por coisas tão pequenas. Experiencias ruins nos ensinam mais do que as boas, mas independente do status da experiencia, todas nos ensinam algo. A verdadeira lição é tirar algo de todas elas, absorver o que a vida te dá.

É muito difícil lidar com a vida quando estamos brigando com inimigos invisíveis.

Tenho levado minha vida dessa forma, lidando com uma preocupação por vez, empilhando lazer e obrigações, mas sempre com a nevoa da ansiedade estapeando minha cara, me fazendo agir como se estivesse desesperada e em alguns momentos realmente agindo.

Mas as coisas vão acontecendo e em cada dia você é despido de uma das coisas que pareciam tão importantes você se preocupar antes, um pouco da névoa desaparece. E sem perceber, assim, você pode não só enxergar tudo como respirar tranquilo.

Esse look foi fotografado pela Simone Montilares (poisé, quanto tempo) depois de termos passado por uma coisa não muito agradável (Jaque estava com a gente também, só citando) e a forma com que lidamos e descartamos a decepção foi tão rápida e simples, me perguntei porque não podia ser sempre assim. E ai que está, pode.

Esse cropped com gola Peter Pan foi invenção minha e da Dona Carmen, costureira amiga que ajuda a por no mundo os modelos que eu penso. Ela é maravilhosa, outra pessoa que só tenho a agradecer por ter conhecido.

Talvez eu finalmente tenha entendido o sentido e o sentimento da palavra Gratidão. Então Obrigada, você que está lendo.

Calça e bolsa: Lojas Renner Cropped: Acervo pessoal Sapato: Via Uno

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

10 de out 2016

img_2690
Sempre fui muito ansiosa, quando pequena mal conseguia dormir próximo a dias de excursão escolar, viagens, visitas de familiares, começo das aulas, etc. Foi por conta de toda essa ansiedade que roí minhas unhas por 18 anos e um dos motivos pelo qual vivo rodeada de papeis, sempre rabiscando, planejando, imaginando, fazendo contas, minha cabeça  nunca para.

Por incrível que pareça não é uma coisa engraçadinha, como achávamos tempos atrás, não era apenas ficar na expectativa por algo que está por vir. Começou a me impedir de fazer coisas e demorei para entender o que estava acontecendo, percebi que era transtorno de ansiedade.

Eu imagino milhões de situações que podem ou não acontecer e crio soluções mentais para elas por medo de não saber o que vai acontecer, penso no pior e sofro antecipadamente, mas dificilmente não estou preparada para algo. Durmo 6 horas ou menos por dia, por medo de perder as coisas que estão acontecendo no mundo (?) e em dias em que estou ansiosa demais, tensiono tanto os músculos da minha perna que elas acabam doloridas, tenho um problema de foco seríssimo (que nem vou começar a explicar pra não entrar no território de DDA), entre outras coisas.

Nunca fui a um psicologo, não tenho propriedade para recomendar nada mais do que estou fazendo por mim mesma, muita gente vai achar que sou maluca e estou fazendo drama, não culpo vocês, o drama é da minha natureza, mas pesquisei muito e ouvi relatos e psicólogos falando a respeito. Se você acha que pode ter isso, vá a um psicologo, ele pode te recomendar um remédio e terapia que realmente pode ajudar.

2016-10-08-08-55-15-1

Ufa! falei tudo isso para explicar que percebi recentemente que por medo de alguma atividade ou da decepção de não ter cumprido uma atividade, parava de preencher minhas agendas e planners para não encarar essa “falha” e isso me fazia dar um passo para trás.

Então assisti esse vídeo da Gabbie (ignore o título, é só o clickbait), uma youtuber/vinner gringa que falava sobre objetivos e como alcançá-los, que você tem que ter uma imagem do que você espera, do que você sonha e uma série de pequenos passos a tomar para chegar lá. Pela primeira vez entendi o que significava correr atrás dos seus sonhos, ela praticamente desenhou para mim, uma lampada se acendeu no meu cérebro.

Sai, comprei um monte de papel cartão e estou reorganizando tudo, pedi um novo planner pelo aliexpress e tentando seguir direitinho o que já tenho. Coloquei meus maiores sonhos bem na minha frente, literalmente, imprimi e pendurei na minha frente no desktop e finalmente me sinto nos trilhos. O engraçado é que nessa reorganização, encontrei coisas que guardei por anos e anos pensando “um dia vou usar isso para algo” e agora fazem sentido, acho que agora vai. Estou confiante, logo vou fazer um post mostrando como reorganizei minha vida com papel e assim que o planner chegar, mostro para vocês, quem sabe não rola uns freebies para quem também tem planner fichário.

Conclusão: Foco e dedicação, bora ♥

Acho que esse é meu primeiro desabafo em algum tempo, obrigada por lerem.

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

05 de mar 2015

Estava conversando com Erika e expressei minha vontade de fazer posts mais pessoais, com histórias da minha vida, ou sei lá, no blog, mas que tinha certeza de que ninguém ia ligar, e ela me disse algo do tipo: “Mas Carla, só leio seus posts porque você senta no formigueiro e…” não pera, não foi assim:

Eu acho q vc devia fazer
Para de fogo Hahahahahahahahaha
SKAOPSKAPKSPOAKSPOAKPOSKPA  
ai,não dááá tenho muito dissai
passo a maior parte do dia parecendo que estou sentada num formigueiro
 Por isso vc é legal

E foi assim, depois essa demonstração tão fofa de carinho que eu resolvi escrever sobre mim, sobre as paradinhas da vida e qualquer reflexão que possa surgir. Vai ser algo parecido com um diário, sem ser todos os dias, deu pra entender? não, whatever.

Carlouquices, que nome é esse?

Estava procurando um nome que não fosse boring e esse pipocou na cabeça, inspirado em Carlouca, que era parte do meu primeiro email, aquele que fiz com 12 anos para criar uma conta orkut (e precisava de convite, tu acredita como eu tô ficando velha? é revoltante).

Essa primeira postagem vai ser só isso mesmo, fiz de ultima hora e provavelmente esse será um recurso que usarei para atualizar o blog futuramente, AHA! Espero que acompanhem, estou super empolgada, vou fazer logozinho e tudo, beijo beijo.
editado: Achei um gif que Suelen fez e tinha que por aqui
xA8cGPG

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

 
ir ao topo