29 de jul 2015

Essa é um postagem coletiva do Rotaroots e o tema é: 5 vezes em que a vida me fez rockeira. Bom, pelo menos a intenção era citar 5 vezes em que a vida me fez rockeira, escrevi mais que isso, pois emo, gótica, rockeira, vampira e rainha das trevas.

Tudo começou quando eu tinha 13 anos, mas não sei datas e idades das outras coisas, então só leiam e imaginem:

  • Pintar a boca de preto com lápis de olho e uma estrela na cara de guache e tentar puxar uma franja colada na testa do meu cabelo cacheado empapado de creme.

  • Evanescence representando toda a minha vida de tristezas e sofrimentos na época do bulling e traição “dazamiga” na escola.
  • Primeira vez que passei lápis de olho depois de chorar e ouvir a Pitty dizer que houve uma pane do sistema (meu primeiro cd da vida).

  • Cantar ‘Um minuto para o fim do mundo’ indo pra excursão na escola. Berrar Nx Zero e Fresno pensando em como era emo e incompreendida. Ouvir Legião, Nirvana, Green Day, Simple Plan, etc, até quase cortar os pulsos. Não saber e cantar mesmo assim ‘I write sins not tragedies’ e ‘This Ain’t A Scene, It’s An Arms Race’ fazendo só ruidos.
  • Colar posters na parede, comprar revistas para recortar e representar minha rebeldia, pois meus pais não aprovavam as colagens fantásticas. Nessa época também ouvi muito Avril, pois maravilhosa, mas depois de Girlfriend ficou muito ‘princesa do punk’ pra mim.
  • Baixei toda a soundtrack de Supernatural (Classic Rock) e comecei a ouvir mais Metal sinfônico (Within Temptation, We are the following, etc), me senti em outra época. ♥

Já na faculdade e trabalhando, quando o ódio pululava meu coração, passei para coisas mais pesadas como Slipknot e System of a down. Aaah, essas dorgas. ♥

3

Dai para minha surpresa um dia percebi que eu não precisava “fazer a rockeira” para ouvir e gostar de rock, que eu podia gostar de outras músicas e admitir que gostava delas sem “trair o movimento”.

5

Fotos de 2012: Rockera suave vida loka / Emo com o olhar perdido de incompreensão

Mas parte da minha alma ainda é negra (o resto é um arco-íris). ♥

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

10 de nov 2014

O tema desse post é “Música na minha lente” e foi proposto pelo grupo Lente Criativa (sim, mais um projeto fotográfico, não consigo me conter).

A ideia inicial era representar, com fotos os sentimentos que as músicas nos despertam. Mas, como acho isso muito complexo de se fazer, resolvi representar quem eu me sinto quando ouço algumas músicas.

Se você acompanha o blog a algum tempo, já deve ter notado que eu gosto muito, mas MUITO mesmo de filmes e séries. As músicas que escolhi são todas soundtracks.

Girl, You’ll Be A Woman Soon – Urge Overkill de Pulp Fiction

Processed with VSCOcam with b5 preset

Comptine d’un autre été: L’après-midi – Yann Tiersen de Le fabuleux destin d’amélie poulain

Processed with VSCOcam with c1 preset

Rock you like a hurricane – Scorpions de Rock of Ages

Processed with VSCOcam with c1 preset

How we operate – Gomez de The hitcher

janela

Gostaria de ter tido mais oportunidade, mais lugares e etc para tirar as fotos, mas enfim, é o que tem para hoje, espero que tenham gostado. <3

Para saber mais do projeto clique aqui.

Visite também as outras participantes do projeto (somos muitas, por isso coloquei apenas 5).

Leite Com BiscoitosBotas BatidasCoisas de Aléxia  – Meu Olhar Mágico – Girls Machine

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

06 de nov 2014

aguilera

Não sei se todo mundo gosta desse tipo de filme, mas confesso que adoro! Esse povo largando tudo para trás e seguindo seus sonhos me inspiram, mesmo que em alguns filmes seja tão extremamente forçado.

Escolhi 4 filmes para indicar para vocês, já vi gente falando que os odeia, mas tirem suas próprias conclusões, tentem não julgar tanto, afinal, como eu disse no último post de filmes de terror, o clichê em si não importa, o legal é ver como cada um trabalha com ele.

Rock of Ages

Esse filme é um musical recheado de clássicos do rock, provavelmente o mais odiado de toda a lista. Eu amei, sou louca por soundtracks e logo tinha todas no celular. Consegui entender muito bem a ideia de comédia boba que eles passaram, cheio de referências do mundo rock, achei bem engraçado, me julguem. Adorei ver o Tom Cruise pirado, vale a pena!

Burlesque

Burlesque é um filme feito basicamente para mostrar o quanto a Cristina Aguilera é incrível e para mostrar como a Cher consegue ser diva (não importando a idade). O filme é fantástico, muito bem produzido, cheio de músicas de amor, dando uma vontade louca de dançar e tem o Cam Gigandet (de Crepúsculo, lembra?) todo charmoso para nos distrair, hahahaha, além da Kristen Bell <3.

Show bar/Coyote Ugly

Eu gosto muito desse filme, já está um pouco velhinho, mas é super dentro do tema, menina do interior que resolveu ir para a cidade, as coisas dão errado e ela acaba trabalhando no Coyote Ugly, um bar onde as garçonetes/bartenders dançam em cima dos balcões. <3

Crossroads

Esse é o filme da Britney, lembra? Aquele que passou até dizer chega na sessão da tarde. Só sei que depois de todos os contratempos elas acabam se juntando e indo perseguir seus sonhos. Recomendo esse filme só para você poder dizer que também viu, é sempre bom ter referências.

Vou parar por aqui, porque se não teria de incluir os de dança e quero fazer um post com eles depois.

E aí? Já assistiram ou assistiriam um dos filmes acima? Me contem!

 

Acompanhe o blog também nas redes sociais:  Facebook InstagramTwitter

 
ir ao topo